WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
santana assuncao smart barraprint estacao saude linguica penetra brasilgas tulum

:: ‘Turismo’

RETOMADA DO TURISMO: FERIADÃO DE INDEPENDÊNCIA DE PRAIAS LOTADAS EM BARRA GRANDE

O feriado prolongado do dia da Independência do Brasil foi de praias lotadas na Península de Maraú. Nem mesmo a situação precária da BR-030, foi capaz de impedir o movimento intenso de turistas nas praias marauenses.

O pôr do sol mais famoso do município foi registrado por pessoas de várias cidades e estados do país que ficaram encantados com o fim de tarde na praia da Ponta do Mutá.

A Península de Maraú, um dos melhores destinos entre as praias da Bahia, conta com piscinas naturais, intensos coqueirais, longas praias desertas e um pôr do sol de emocionar. Tudo regado ao maravilhoso tempero do dendê baiano.

Taipu de Fora, a mais famosa praia da região, também ficou tomada por turistas que aproveitaram o fim de semana de sol forte e muito calor para se refrescar nas piscinas naturais.

Com o avanço da vacinação, a retomada do turismo em Maraú, apresenta números animadores. A expectativa é que a média geral de ocupação hoteleira para o feriadão de 7 de Setembro foi superior a 85%.

A Península de Maraú, localizada 270 km ao sul de Salvador e 66 km de Itacaré, é um daqueles paraísos ainda pouco conhecidos entre os brasileiros. E, neste caso, o difícil acesso é uma das explicações para que a Península de Maraú ainda se mantenha tão tranquila.

PREFEITO MANASSÉS PARTICIPA DE REUNIÃO DA CÂMARA SETORIAL DO TURISMO DA UPB

 

O prefeito de Maraú, Manassés Souza, participou nesta quinta-feira (19) da reunião da Câmara Setorial de Turismo da União dos Municípios da Bahia (UPB). A primeira reunião da câmara contou com as presenças das prefeitas de Mucugê e Banzaê, Ana Medrado e Jailma Gama, do prefeito de Ilhéus e segundo-secretário Mário Alexandre, e dos prefeitos de Madre de Deus, Dailton Filho, além do vice-prefeito de Santa Maria da Vitória, Padre Amário. Também participaram do evento a superintendente da UPB, Raquel Santana, a coordenadora de Eventos e Capacitação, Gabriela Rios, de Informações Municipais, Jacira Cavalcanti, e o assessor jurídico Victor Hugo.

Elaborar com os municípios um diagnóstico turístico destacando a realidade de cada região e buscar soluções junto aos governos estadual e federal é o caminho que será percorrido pela Câmara Setorial de Turismo da UPB, com vistas a alcançar as políticas públicas desenvolvidas pelo Ministério do Turismo e pela Secretaria de Turismo da Bahia.  Para conhecer in loco o potencial de cada município, as carências estruturais com relação a estradas, saneamento, pistas de pouso e receptivo, a Câmara Setorial de Turismo vai agendar reuniões presenciais itinerantes, viabilizando a troca de informações entre os gestores municipais.

O prefeito de Maraú, Manassés Souza analisa que o turismo é fundamental para a economia da região, e aponta que a boa estrutura viária é necessária na estratégia de atração de turistas, lembrando os problemas que a região de Maraú sofre com os problemas da rodovia federal BR – 030.

A reunião foi encerrada com os encaminhamentos das demandas que serão apresentadas aos órgãos de turismo do estado e do governo federal, com objetivo de buscar soluções para melhorar a infraestrutura desses locais, visando a retomada do setor no pós-pandemia.

Prefeitura Municipal de Maraú
GOVERNO O PROGRESSO CONTINUA

MARAÚ VAI RESGATAR CULTURA LOCAL PARA FOMENTAR TURISMO NA PENÍNSULA

Resgatar a cultura local como forma de fomentar o turismo na Península de Maraú é um dos projetos da Secretaria de Turismo e Lazer. De acordo com o Secretário Leco Levita, o município vai buscar meios de resgatar a cultura local e suas tradições, como forma de atrair ainda mais visitantes.

Para Leco, nos últimos anos aumentou as gentrificações nos espaços públicos e privados da península, com a chegada de novos moradores vindos de todos os cantos do Brasil. Um dos exemplos, segundo o gestor do turismo é a praça central da Vila de Barra Grande que é chamada de Boulevard, um nome francês, além da gastronomia que a vila oferece que pouco se ver da culinária típica da Bahia.

Maraú vista de cima

“Cadê a comida baiana? Cadê o vatapá e o caruru? Então, a gente precisa fazer esse levante cultural. Nós temos uma cultura riquíssima, uma história belíssima que vem dos índios, dos quilombolas. Temos seis comunidades com certificado de remanescente de quilombo e não vejo ação nenhuma de valorização dessa cultura para atrair os turistas.”

Apesar de atualmente a cultura não está na pasta do turismo, Leco acredita que a cultura e o turismo tem que andar juntas para fazer o turismo sustentável.

Prefeitura Municipal De Maraú
GOVERNO – O Progresso Continua

Covid-19: Setor de turismo já demitiu mais de 470 trabalhadores formais na península de Maraú

Vista área de Barra Grande, principal destino turístico da Península de Maraú. | Foto: Darlim Santos | Barra Grande 24h

Os reflexos da pandemia do Coronavírus (Covid-19), estão atingindo em cheio a situação econômica do turismo da península de Maraú, devido ao fechamento do setor hoteleiro e também de bares e restaurantes, por decreto, desde o dia 20 de março. O fechamento pela prefeitura segue recomendações de autoridades em saúde. Até o momento, o município registra 3 casos confirmados, 1 óbito e 5 casos suspeitos.

A grande maioria dos empresários da península já fizeram, pelo menos até o fim de abril, alterações no seu quadro de funcionários e colaboradores. Levantamento feito por um escritório de contabilidade que atende diversos empresários de Barra Grande e demais povoados turísticos, com as pousadas fechadas o faturamento delas zerou desde 23/03. Os bares e restaurantes também.

De acordo com o escritório de Luis Contabilidade na península algumas pousadas já fecharam as portas definitivamente. “Processamos aqui em nosso escritório, só do Município de Maraú, no período de 27/03 a 30/04 um total de 473 demissões (Somente Pousadas e Restaurantes). Um número alarmante. São 172 suspensão de contrato por 60 dias.” Explica.

Ainda de acordo com o escritório, os números são referentes ao trabalhador formal. O número de demissões de trabalhadores clandestinos (sem registro em carteira) deve ser ainda maior. A estimativa é que no município de Maraú, foram demitidos mais de 1.800 pessoas.

Uma boa parcela destes trabalhadores, são de outras cidades e alugavam casas, mas, com as demissões, voltaram para seus domicílios de origem, desocupando os imóveis, gerando ainda mais prejuízos e instabilidade agora no setor imobiliário.  Bares e restaurantes tem apostado no serviço de entrega, mas, está longe de ser a solução. A alternativa de migrar para vendas em delivery não foi suficiente para manter o negócio com a mesma força, devido a alta concorrência que surgiu nesse meio.(Fonte:Barra Grande 24horas)

 

 

Nordeste é o destino preferido para viagens pós-Coronavírus, diz pesquisa

Do Voopter

A gente sabe bem que o momento é de ficar em casa, em isolamento social. E por que não passar esse período sonhando com a sua próxima viagem? Isso tudo vai passar e quando isso acontecer, vamos precisar de férias! E para onde você quer ir quando puder viajar novamente? Europa, Estados Unidos, Região dos Lagos, Serra Gaúcha, Litoral de São Paulo,….

O que não faltam são destinos, perto ou longe, baratos ou mais caros, para a gente escolher! Mas a maioria prefere mesmo curtir uns dias de descanso no Nordeste brasileiro. É o que aponta uma pesquisa do Laboratório de Inteligência de Negócios em Viagens TRVL LAB. Uma pesquisa com 300 viajantes e outra com 325 profissionais de Viagens e Turismo apontou a região do Nordeste, cercado de belas praias e rica gastronomia, como destino preferido para viajar pós-quarentena.

Segundo a pesquisa, Nordeste aparece como opção favorita. seguida pelas praias regionais, Serra Gaúcha e Rio de Janeiro. A Europa é o “destino” mais pensado internacionalmente. No entanto, aparece com menos de 8% na intenção dos viajantes.  Apesar de ainda ser cedo para que haja um panorama mais concreto, visto que estamos iniciando a ascensão da curva de contágio, a maior parte dos entrevistados acredita que a retomada acontecerá nos meses de maio e junho.

E você…. pra onde quer ir quando acabar essa quarentena?

Bahia receberá 6 milhões de turistas no verão

Vista da praia de Barra Grande, em Maraú.

As 13 zonas turísticas da Bahia devem receber 6 milhões de visitantes na alta temporada de verão que oficialmente tem início nesta sexta-feira (21). As localidades litorâneas mais procuradas nesta estação são a capital baiana,  Porto Seguro, Praia do Forte e Cairu. A lista dos destinos mais disputados também inclui a Chapada Diamantina. Gastos dos turistas devem chegar a R$ 6 bilhões, de acordo com estimativa da Secretaria Estadual do Turismo (Setur).

Um dos destaques do Mapa Turístico Brasileiro, Salvador responde por aproximadamente 30% do fluxo turístico da Bahia. Por essa razão, as companhias aéreas dão especial atenção a este destino litorâneo e durante a alta estação, a oferta de voos para a capital baiana cresce significativamente. São 1.770 voos extras, o que representa crescimento de 12% em relação à temporada anterior. 

“No mês de janeiro, o aumento no número de voos extras chega a 61% e a demanda internacional quase dobrou em relação ao mesmo período do ano passado”, afirmou o secretário estadual do Turismo, José Alves.

Com 539 voos extras, Porto Seguro registra expressivo incremento na movimentação de visitantes, assim como Ilhéus que terá 265 voos extras, sem computar, por enquanto, os números relativos ao Carnaval.

Os principais mercados emissores nacionais são a própria Bahia, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Grande parte dos turistas estrangeiros são argentinos, franceses, italianos, chilenos e alemães.

Receptivo – No verão, a Setur realiza ações de receptivo especial, a exemplo do trabalho realizado pela Bahiatursa no porto e aeroporto de Salvador, com baianas tipicamente vestidas.  Durante o Carnaval, a Secretaria executa o projeto Guias e Monitores para atender aos visitantes em diversos pontos da capital baiana, Praia do Forte, Porto Seguro e Ilhéus.

Antes da alta temporada, durante todo o ano de 2018 foram realizadas ações promocionais para divulgação da Bahia, como a participação em feiras nacionais e internacionais especializadas no setor, com o objetivo de atrair turistas para o estado.

Itacaré, Barra Grande e Porto Seguro são recomendadas como ótimas praias para ir em Julho.

Vista aérea da praia dos Três Coqueiros, em Barra Grande.

Tem gente que realmente não suporta o tempo chuvoso, frio ou ficar muito tempo sem ter um bom dia de praia. Pensando nisso, fomos atrás do ‘praiômetro’, que reúne as médias históricas de precipitação em alguns destinos de praia pelo Nordeste.

A meteorologia não é uma ciência exata, o clima está passando por mudanças fora do comum, e os dados aqui apresentados são baseados em médias históricas, compiladas pelo site ‘Viaje na Viagem’.

Termômetro | Temperatura média máxima abaixo de 24ºC: pense bem

Sol com chuva | De 200mm a 300mm de chuva no mês: melhor não ir

Sol brilhando | Até 100mm de chuva no mês: vá!

Sol entre nuvens | De 100mm a 200mm de chuva no mês: pode ir

Chuva | Acima de 300mm de chuva no mês: não vá!

Floco de neve | Temperatura média máxima abaixo de 20ºC: não vá!

Pode ir!

No Nordeste, Fernando de Noronha sai da estação das chuvas.

No norte da Bahia, o trecho entre Costa do Sauípe, Imbasssaí e Praia do Forte registra menos chuvas do que a vizinha Salvador.

Já o centro e o sul da Bahia mantêm a toada das chuvas equilibradas, entre 100mm e 200mm por mês. São boas apostas para as férias de julho ItacaréBarra Grande, Ilhéus e de Porto Seguro (Santo André, Arraial d’Ajuda, Trancoso, Espelho, Caraíva, Corumbau, Cumuruxatiba e Prado). *Informações do Notícias ao Minuto. (Itacaré Urgente)

outubro 2021
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia