WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Em dez dias’

Delegada de Maraú vai processar mulher que denegriu e levantou acusações levianas contra a polícia civil em grupos de What’sApp em Barra Grande

Delegada Andréa Oliveira | Foto: Blog do Gusmão

A Delegada Titular da Polícia Civil de Maraú, Andréa Oliveira, registrou B.O (Boletim de Ocorrência) contra uma pessoa por difamar a polícia publicamente em grupos de What’sApp do distrito de Barra Grande. De acordo com a chefe da polícia civil do município, algumas pessoas do distrito de Barra Grande usaram as redes sociais para difamar o trabalho da polícia civil no caso da gerente de uma pousada que foi agredida com facão no distrito no início do mês.

De acordo com a delegada, todo procedimento foi feito como determina a lei, porém, uma pessoa da comunidade extrapolou os limites do bom senso nos grupos de whatsapp. “Algumas pessoas da comunidade local foram para sites de relacionamentos e grupos de whatsapp, não para pedir explicações para a Polícia sobre os trâmites legais seguidos, mas para difamar o trabalho da Polícia e especificamente difamar esta delegada, responsável pela apuração dos fatos. Ressalto que as pessoas que assim agiram, não tinham formação jurídica alguma e passaram a denegrir a imagem da Polícia e desta delegada, como Autoridade Policial do município, falando impropérios, inclusive com acusações totalmente levianas.” afirmou a delegada em nota.

Esta delegada não conhecia e nunca sequer cumprimentou o agressor do caso. O procefimento realizado foi apenas o descrito em LEI. Informo, ainda que tenho 16 anos de Polícia, sem nenhuma mácula em minha ficha funcional. As pessoas não podem simplesmente ir para redes sociais difamar outras, sem punição. Por conta disso, REGISTREI OCORRÊNCIA CONTRA UMA PESDOA DETERMINADA QUE EXTRAPOLOU OS LIMITES DO RESPEITO E BOM SENSO EM GRUPOS DE WHATSAPP E A MESMA SERÁ PROCESSADA CRIMINALMENTE POR INJÚRIA E DIFAMAÇÃO. ASS. DELEGADA ANDRÉA OLIVEIRA.

VEJA NOTA NA ÍNTEGRA:

Num recente crime ocorrido em Barra Grande, município de Maraú, uma senhora foi agredida no interior de um restaurante. Os procedimentos policiais foram devidamente realizados, COMO DETERMINA A LEI, entretanto, algumas pessoas da comunidade local foram para sites de relacionamentos e grupos de whatsapp, não para pedir explicações para a Polícia sobre os trâmites legais seguidos, mas para difamar o trabalho da Polícia e especificamente difamar esta delegada, responsável pela apuração dos fatos. Ressalto que as pessoas que assim agiram, não tinham formação jurídica alguma e passaram a denegrir a imagem da Polícia e desta delegada, como Autoridade Policial do município, falando impropérios, inclusive com acusações totalmente levianas. Esta delegada não conhecia e nunca sequer cumprimentou o agressor do caso. O procefimento realizado foi apenas o descrito em LEI. Informo, ainda que tenho 16 anos de Polícia, sem nenhuma mácula em minha ficha funcional. As pessoas não podem simplesmente ir para redes sociais difamar outras, sem punição. Por conta disso, REGISTREI OCORRÊNCIA CONTRA UMA PESDOA DETERMINADA QUE EXTRAPOLOU OS LIMITES DO RESPEITO E BOM SENSO EM GRUPOS DE WHATSAPP E A MESMA SERÁ PROCESSADA CRIMINALMENTE POR INJÚRIA E DIFAMAÇÃO. ASS. DELEGADA ANDRÉA OLIVEIRA.

setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia