WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
faculdade de ilheus faculdade de ilheus faculdade de ilheus

:: ‘diz pesquisa’

Bolsonaro lidera em todos cenários da disputa presidencial de 2022, diz pesquisa

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) lidera todos os cenários da disputa presidencial de 2022, tanto em primeiro quanto em segundo turno, de acordo com uma pesquisa do instituto Paraná Pesquisas divulgada nesta sexta-feira (24) pela revista Veja. O levantamento foi realizado entre os dias 18 e 21 de julho e ouviu 2.030 pessoas em 188 municípios dos 26 estados e do Distrito Federal. A margem de erro é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Em três cenários de primeiro turno apontados pela pesquisa – com Sergio Moro (sem partido) como principal adversário, com Lula (PT) como oponente e, por fim, como Fernando Haddad (PT) como concorrente – o presidente teria porcentuais que variam entre 27,5% e 30,7%.

Ele também derrotaria três em eventuais segundos turnos: contra Moro, teria 44,7% dos votos ante 35% do ex-ministro; ao enfrentar Lula, receberia 45,6% contra 36,4% do ex-presidente; e na disputa com Haddad venceria com a maior folga: 46,6% contra 32%.

Bolsonaro também ganharia de outros três potenciais adversários: Ciro Gomes (PDT), por 48,1% contra 31,1% do pedetista; João Doria (PSDB), por 51,7% ante 23% do governador de SP; e Luciano Huck (sem partido), cenário em que o atual presidente arrebataria 50,8% dos eleitores, e o apresentador de TV 27,6%.

Melhora na avaliação

A pesquisa do Paraná Pesquisas mostra ainda que a avaliação de Bolsonaro melhorou em comparação com o levantamento anterior, feito no fim de abril, apesar do crescente número de mortos no país em razão da pandemia do novo coronavírus.

Agora 48,1% dos brasileiros desaprovam a sua gestão (eram 51,7%) e 38% consideram ruim ou péssimo a atuação de Bolsonaro no governo federal (eram 39,4%).

A avaliação positiva também oscilou para cima: de 44% para 47,1%. No mesmo período, os eleitores que consideram o mandato do atual presidente ótimo ou bom foi de 31,8% para 34,3%, ambas variações acima da margem de erro da pesquisa.

61% dos baianos querem adiamento das eleições, diz pesquisa

urna eletrônica. Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE

A maioria dos baianos defende que as eleições municipais deste ano sejam adiadas de outubro para novembro ou dezembro por causa da pandemia do novo coronavírus. Sessenta e um por cento dos eleitores do estado acham que a data do pleito deve ser postergada, contra 20% que acreditam que ela precisa ser mantida. Em Salvador, os índices são parecidos: 59% dos soteropolitanos querem o adiamento, enquanto 16% dizem que as eleições devem acontecer mesmo em 4 de outubro.

Os números são da terceira rodada da pesquisa A TARDE/DataPoder360, parceria entre o grupo e o jornal digital Poder360, com patrocínio da Associação Comercial da Bahia (ACB). O levantamento ouviu 2.500 pessoas em 200 municípios baianos, entre os dias 11 e 13 de maio. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança, de 95%. (Giro em Ipiaú)

agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia