WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pousada cravo canela





pousada cravo canela seguranca wf

BARRA GRANDE 24H ALCANÇA MAIS DE 240 MIL ACESSOS EM 2020 E CHEGA MARCA DE 65 MIL EM MAIO

 

O site Barra Grnde 24 horas se matém como uma das páginas de noticias mais lidas do baixo sul. O portal se consolida como o segundo site com mais acessos do baixo sul, atrás apenas do Livre Notícias de Valença, como aponta o SimilarWeb. O portal de notícias da península é líder de audiência em Maraú, com mais acesso que qualquer outro site de turismo da região.

 

O portal Barra Grande 24h que cobre os acontecimentos da península de Maraú e do sul da Bahia, se aproxima da marca dos 300 mil acessos em 2020, mantendo uma média de aproximadamente 2,3 mil visualizações diárias. Credibilidade conquistada pela rapidez e conteúdo nas informações publicadas na página.

O mês de maio acabou e o maior portal de notícias bateu novo novo recorde de acesso em um mês. Chegamos a marca de 65 mil acessos em maio. O Barra Grande 24 Horas foi criado em agosto de 2014 e aos poucos foi se tornando um dos maiores sites de notícias da região. Hoje somos o maior e o único portal de notícias ativo em Maraú. Ao longo dos quase seis anos, já alcançamos a marca de mais de 2 milhões de acessos.

O blog agradece aos parceiros, principalmente à Rede Barra, APEMA, Barra Clin, Brasil Gás de Barra Grande, Escritório Luis Contabilidade, VCA – Vivant Eco-beach-resort, Cravo e Canela e a WF Segurança. 

Obrigado a todos os leitores que continuam apostando em nosso trabalho. Vamos melhorar ainda mais.

PREFEITURA DE MARAÚ INICIA ENTREGA DE KITS DE MERENDA ESCOLAR PARA ALUNOS DA REDE MUNICIPAL

A Prefeitura de Maraú, através da Secretaria Municipal de Educação, inicia nesta semana a entrega dos kits de merenda escolar para alunos da Rede Municipal de Ensino. Nesta primeira etapa, serão beneficiados 1.979 alunos da Educação Infantil, Fundamental do 1ª ao 9 ª ano de escolas mais distantes da sede que muitos pais não teriam acesso a fornecedores de alimento e que possam se encontrar em estado nutricional delicado.

Seguindo as orientações do MEC/FNDE, a Secretaria de Educação assegura a alimentação de estudantes que se encontram em vulnerabilidade alimentar durante as suspensões das aulas ocasionados pela COVID-19. O kit foi elaborado pela equipe de nutricionista do Município de Maraú, com uma lista de itens que podem conter no Kit Merenda Escolar, como determina o FNDE e o PNAE.

Os pais ou responsáveis devem seguir os horários estabelecidos pelos gestores das escolas onde seus filhos estão matriculados. Somente um responsável deve ir ao local de entrega, levando consigo um documento de identificação (RG). As escolas que não foram inseridas nessa etapa, estarão incluídas nas próximas etapas de distribuição. A rede municipal conta com 5.392 alunos matriculados.

Importa salientar que este é um kit de complemento à alimentação, diante do período de pandemia enfrentado por todos, valendo informar que recebemos do Governo Federal para os alunos da Creche R$ 1,07, alunos da Pré-escola R$ 0,53, alunos do 1 ao 9 ano R$ 0,36, alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) R$ 0,32, Escolas indígenas e quilombolas R$ 0,64 valores estes dia.

Foi definido em reunião com o Presidente do Conselho da Merenda Escolar (CAE), Sr. Manoel Conceição Santos, que a distribuição dos kits, seguirá pela proposta exposta pelas Nutricionistas, dividindo a entrega em três etapas consecutivas: 1º Etapa Educação Nutricional e Escolas da Zona Rural, 2º Etapa Fundamental 1 e 2, 3º Etapa EJA e do programa Avança Maraú.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

 

 

Militares da reserva atacam STF, apoiam general Augusto Heleno e alertam para guerra civil

General Augusto Heleno é atual Ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), Ex-comandante de tropas no Haiti .

Um grupo de militares da reserva assinou uma nota de apoio ao ministro do GSI (Gabinete de Segurança Institucional), general Augusto Heleno, que falou em “consequências imprevisíveis” caso o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) seja obrigado a entregar seu telefone celular para perícia na investigação que apura se ele interferiu na PF (Polícia Federal).

Na nota, os militares, colegas de Heleno na Academia das Agulhas Negras, alertam para um cenário extremo, de “guerra civil”. Dizem que falta “decência” e “patriotismo” a parte dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). “Assim, trazem ao país insegurança e instabilidade, com grave risco de crise institucional com desfecho imprevisível, quiçá, na pior hipótese, guerra civil.” Bolsonaro responde a um inquérito no STF em que foi acusado pelo ex-ministro Sergio Moro de interferir na PF.

O vídeo divulgado de uma reunião ministerial será usado como evidência para avaliar se a interferência do presidente no comando da corporação no Rio de Janeiro visava a evitar problemas com seus amigos e familiares, o que configura um desvio de função.

A nota é assinada por dezenas de militares da reserva. Um deles é o integrante da Comissão de Anistia, o general Luiz Eduardo Rocha Paiva. Paiva disse ao UOL que o termo “guerra civil” é o último cenário caso o conflito com o Judiciário não seja resolvido antes de uma “crise institucional” e de uma “convulsão social”. Mas ele disse que essa “possibilidade” pode e deve ser evitada antes.

Crise institucional e convulsão social Segundo Paiva, “a tomada de posição do general Heleno foi compreensível, uma vez que está havendo um conflito entre Poderes, com o Poder Judiciário interferindo totalmente no Poder Executivo.” Isso quebra o equilíbrio entre Poderes. Se há um conflito entre Poderes, isso pode levar a uma crise institucional e a uma convulsão social. Está havendo uma interferência muito forte principalmente pelo ministro Celso de Mello e o Alexandre de Moraes. General Luiz Eduardo Rocha Paiva.

Na nota, os militares dizem: “Alto lá, ‘ministros’ do STF!”. O grupo desqualifica a formação jurídica dos ministros, porque muitos eram advogados, e não juízes de carreira antes de serem indicados e sabatinados para chegarem ao posto. A Constituição Federal não exige que ministros da Corte tenham sido magistrados antes. Segundo os militares, os ministros do Supremo seriam um “bando de apadrinhados”.

 

O drama de Uruçuca, a cidade onde mais se morre de covid-19 na Bahia; moradores escondem sintomas

Matéria Correio 24h

Uruçuca é um município de apenas 20,5 mil habitantes, no Sul do estado, no coração da região cacaueira, entre Ilhéus e Itacaré. Nesta pequena cidade vem sendo escrita a história mais triste da covid-19 na Bahia. São 83 casos confirmados e 9 mortes, o que leva a uma assustadora taxa de letalidade de 10,8%, ou mortalidade de 43,9 a cada 100 mil habitantes. Para se ter ideia, a média do país é de 6,6% de letalidade e mortalidade de 9,5 por 100 mil habitantes. Na Bahia, os mesmos índices são de 3,5% e 2,5, respectivamente.

Uruçuca é uma união de tudo o que pode prejudicar o combate à doença. Pessoas que escondem sintomas, desrespeito ao distanciamento social, ausência de uma estrutura básica de atendimento e dificuldades na transferência de pacientes para hospitais.

A cidade dispõe apenas de um pronto-socorro municipal, o Promater, para atender a população. Não há leitos hospitalares, muito menos de UTI. Qualquer caso de média complexidade precisa ser encaminhado para Ilhéus, a 36 km. Os problemas na transferência de pacientes, a chamada regulação no jargão da saúde, estão diretamente ligados a três das nove mortes. São pessoas que morreram no pronto-socorro de Uruçuca, aguardando por um leito. O Ministério Público está acompanhando os casos.

Essa dependência não só de Ilhéus, mas também de Itabuna, que fica a 40 km, não ajuda. As metrópoles regionais são dois dos maiores focos da covid-19, segunda e terceira cidades com mais casos na Bahia. Foi assim que surgiram os primeiros casos em Uruçuca.

O mesmo pronto-socorro é a maternidade da cidade e tornou-se um foco de contaminação do coronavírus em Uruçuca. Por ser o único no município, as pessoas com sintomas de covid-19 eram atendidas lado a lado de pessoas que apresentavam qualquer outro problema de saúde.

“O Promater é o pior de tudo. Onde as pessoas dão entrada para checar uma pressão alta e é capaz de saírem contaminadas com covid”, protesta o morador Clemilton Andrade.

“Lá acaba embolando todo mundo. Você entra com dor de barriga e sai com coronavírus”, continua Clemilton. Ele perdeu a avó, Alzira, por causa da doença, no domingo (17). Outros familiares estão infectados.

Muitos profissionais do pronto-socorro também atuam no Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus. A unidade é referência na região para atendimentos em geral e tornou-se o principal internamento para casos de covid-19 no Sul. O Costa do Cacau viveu um surto de contaminação de profissionais e pacientes. Além disso, o fluxo de moradores que vão realizar atendimento lá e retornam para a cidade é intenso.

De qualquer forma, a população de Uruçuca começou a evitar o pronto-socorro. “Se você estivesse com sua mãe hipertensa, com idade do grupo de risco, você ia levar no Promater sabendo que tem essa contaminação de covid?”, reflete Ediley Brito, morador da cidade.

O pronto-socorro é mantido com recursos do município e não possuía equipamentos de proteção e de isolamento à altura da crise. O prefeito, Moacyr Leite Júnior, e sua equipe, reconhecem o problema.

“Foi a porta de entrada para tudo. Fizemos o que estava ao nosso alcance, isolando os suspeitos de covid-19. Mas, com a mesma porta de entrada e mesma recepção, fica muito difícil”, lamenta Marcílio Luiz Santos, diretor de atenção básica de Uruçuca.

CASOS ESCONDIDOS

O medo da unidade ou de ser enviado para o Hospital Costa do Cacau teria piorado outro problema da cidade: pessoas que escondem os sintomas e não procuram assistência.

“Infelizmente a comunidade rejeita e evita quem esteve infectado. Por isso, muitas pesoas escondem os sintomas por medo da reação dos outros. E quando chegam à unidade de saúde, já estão numa situação muito grave”, acredita o prefeito.

O episódio mais triste disso levou à morte de Rejane Santana, 36 anos. Funcionária de uma clínica particular de Uruçuca, ela sofreu durante uma semana, sozinha, em casa.

“Ela escondeu os sintomas da própria família. Quando procurou o pronto-socorro, estava num estado muito grave. O médico de plantão pôs ela na ambulância do município e a acompanhou até o Costa do Cacau. Chegou a dar entrada lá, mas faleceu pouco depois”, narra o prefeito. Rejane era obesa e diabética. Faleceu no dia 22 de abril.

As circunstâncias da morte de Rejane chocaram a cidade: “Era um amor de pessoa, querida por todo mundo. Teve aplauso pela cidade com o corpo dela passando de carro. Foi através dela que o pessoal se ligou mais. Antes, estavam achando que só idoso morria”, conta Gil Baiano, atleta de futebol da cidade.

Esse comportamento da população pode explicar a alta taxa de mortalidade de Uruçuca, equivalente à de Manaus, que tem 9% de taxa de letalidade e mortalidade de 48,4 em 100 mil habitantes.

Segundo os técnicos do município, é provável que existam muito mais casos do que os 83 confirmados. Para que a taxa de mortalidade de Uruçuca estivesse proporcional à da Bahia (3,5%), seria necessário que houvesse pelo menos 254 infectados, três vezes mais do que o registrado.

“Dos nove óbitos que tivemos, oito não estavam sendo acompanhados pelo município. Já deram entrada no serviço de saúde num estado muito grave”, lamenta Macílio Luiz Santos.

“Esse é um perfil que a gente nota também nas pessoas que foram encaminhadas para tratamento em hospitais. São casos que estavam subnotificados porque as pessoas não comunicaram ao sistema de saúde no início dos sintomas”, lamenta o diretor.

ILHÉUS ATINGE 100% DE OCUPAÇÃO DOS LEITOS DE UTI COVID-19

Com total de 412 casos confirmados do novo coronavírus pelo município, Ilhéus atingiu 100% de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponíveis no município neste sábado (23). A informação foi divulgada pela Prefeitura de Ilhéus, há pouco, ao divulgar o boletim diário da Covid-19.

Os leitos de UTI em Ilhéus estão disponíveis Hospital de Ilhéus e no Hospital Regional Costa do Cacau. São 31 leitos de terapia intensiva para vítimas da covid-19, porém o município atende pacientes de todo o sul da Bahia. Também nesta noite, o município informou que existem, atualmente, 142 casos ativos e total de 28 óbitos causados pela doença.

SESAB DIVERGE

Enquanto a Prefeitura de Ilhéus divulga total de 412 casos confirmados da doença desde o início da pandemia, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) informa um número ainda maior. Há 507 casos. Ou seja, 95 confirmações a mais. (Blog Pimenta)

 

Maraú segue decisão do Governo do Estado e antecipa feriados de São João e de 2 de Julho para conter avanço da covid-19

A Prefeitura de Maraú comunica à população que aderiu à decisão do Governo do Estado que antecipa para esta segunda (25/5) e terça (26/5) os feriados de São João, comemorado em 24 de Junho, e do Dia da Independência da Bahia, celebrado em 2 de Julho, respectivamente.

A gestão municipal acatou o Decreto Estadual nº 19.7222 de 22 de maio de 2020, que estabelece medidas complementares de prevenção ao Coronavírus (COVID-19). A prefeita Gracinha Viana reforça o pedido para que a população siga as orientações e fique em casa.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

MARAÚ NÃO TEM MAIS CASOS SUSPEITOS DA COVID-19 

 

View this post on Instagram

MARAÚ NÃO TEM MAIS CASOS SUSPEITOS DA COVID-19 O município de Maraú – BA não tem mais nenhum caso suspeito e/ou confirmado de Coronavírus, conforme Boletim Epidemiológico Municipal da Secretaria de Saúde, divulgado na noite deste sábado, 23 de Maio de 2020. Diariamente o Governo Municipal por meio da Secretaria de Saúde passou a divulgar o Boletim Epidemiológico Municipal do Coronavírus – COVID-19. O objetivo com a divulgação do nosso Boletim Epidemiológico Municipal é manter a população informada e acalmar a todos, principalmente aquele que estão seguindo à risca o isolamento social. Maraú agora conta com 3 pacientes curados, 2 óbitos e 9 casos descartados. O último caso suspeito de coronavírus, foi descartado hoje, após apresentar resultado negativo por meio do Laboratório Central da Bahia – LACEN/BA. A Prefeitura Municipal vem adotando muitas medidas para conter o avanço da pandemia em nosso município, dentre elas a higienização e desinfecção de diversos pontos de grande circulação na sede, península e zona rural, barreiras sanitárias realizadas em pontos de acesso ao município, uso obrigatório de máscaras por toda população, qualificação de profissionais no combate ao coronavírus, restrições no atendimento comercial, dentre outros. A Prefeitura de Maraú reforça que todas as medidas de prevenção ao coronavírus. A recomendação do orgão de saúde é para que as pessoas só saiam de casa para irem ao trabalho e em casos de extrema necessidade. Use sempre máscara ao sair de casa, lave suas mãos com frequência. A prevenção ainda é a melhor medida. ASCOM – Prefeitura de Maraú

A post shared by Prefeitura Municipal De Maraú (@prefeiturademarau) on

O município de Maraú – BA não tem mais nenhum caso suspeito e/ou confirmado de Coronavírus, conforme Boletim Epidemiológico Municipal da Secretaria de Saúde, divulgado na noite deste sábado, 23 de Maio de 2020. Diariamente o Governo Municipal por meio da Secretaria de Saúde passou a divulgar o Boletim Epidemiológico Municipal do Coronavírus – COVID-19.

O objetivo com a divulgação do nosso Boletim Epidemiológico Municipal é manter a população informada e acalmar a todos, principalmente aquele que estão seguindo à risca o isolamento social. Maraú agora conta com 3 pacientes curados, 2 óbitos e 9 casos descartados. O último caso suspeito de coronavírus, foi descartado hoje, após apresentar resultado negativo por meio do Laboratório Central da Bahia – LACEN/BA.

A Prefeitura Municipal vem adotando muitas medidas para conter o avanço da pandemia em nosso município, dentre elas a higienização e desinfecção de diversos pontos de grande circulação na sede, península e zona rural, barreiras sanitárias realizadas em pontos de acesso ao município, uso obrigatório de máscaras por toda população, qualificação de profissionais no combate ao coronavírus, restrições no atendimento comercial, dentre outros.

A Prefeitura de Maraú reforça que todas as medidas de prevenção ao coronavírus. A recomendação do orgão de saúde é para que as pessoas só saiam de casa para irem ao trabalho e em casos de extrema necessidade. Use sempre máscara ao sair de casa, lave suas mãos com frequência. A prevenção ainda é a melhor medida.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia