WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
faculdade de ilheus faculdade de ilheus faculdade de ilheus





seguranca wf

SECRETARIA DE SAÚDE DE MARAÚ NOTIFICA MAIS UM CASO DA COVID-19 NA SEDE

A Secretaria de Saúde de Maraú confirmou hoje, dia 09/07, mais um casao positivo de coronavírus na sede do município. Trata-se de uma mulher que apresentou sintomas há 11 dias, mas, só procurou hoje a unidade de saúde. Foram notificados mais 12 casos suspeitos. Os novos casos suspeitos são: 06 em Ibiaçú, 01 em Barra Grande (Taipu de Fora), 02 em Piabanha, 01 na sede, 01 no Quitungo e mais 01 no Tabuleiro.

Até a presente data, Maraú contabiliza, 46 casos confirmados, 27 pacientes curados, 17 ativos, 02 óbitos, 57 suspeitos, 57 aguardando resultado e 48 casos negativos. Disk Covid (73) 9 9965-9338 – (73) 9 9836-5649.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta a população a reforçar as medidas sanitárias definidas para evitar a disseminação da COVID-19, utilizando máscaras caseiras, realizando a higienização adequada das mãos, evitando contato físico (mantendo a distância mínima de 2 metros entre as pessoas) e se mantendo em domicílio sempre que possível.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

Com revisão para cima na soja, estimativa é de que safra baiana de grãos seja recorde: 9,4 milhões de toneladas, diz IBGE

Por G1 BA

A estimativa de junho para a safra baiana de grãos em 2020 prevê uma produção recorde de 9.359.331 toneladas neste ano – a maior da série histórica do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) desde 1972.

Segundo informações do IBGE, a safra de grãos, na Bahia, deve ficar 13% acima (ou mais 1.075.671 toneladas) da colhida no ano passado (8.283.660 toneladas). A previsão de junho para o estado ficou 3,2% maior que a de maio, quando a estimativa era de uma safra de 9.065.031 toneladas de grãos neste ano.

Isso ocorreu por conta da revisão para cima na estimativa de produção baiana de soja, que ficou em 6.027.500 toneladas em junho, 3,8% maior (mais 220,5 mil toneladas) que a do mês anterior (que tinha sido de 5.807.000 toneladas).

De acordo com o órgão, o aumento na previsão de safra de soja na Bahia se deu em razão de uma expectativa de crescimento na área plantada, de 1,600 milhão para 1,620 milhão de hectares, na passagem de maio para junho (+1,2%).

O IBGE afirma que o aumento na previsão de safra de soja existe por causa da expectativa de crescimento na área plantada, de 1,600 milhão para 1,620 milhão de hectares, na passagem de maio para junho (+1,2%). Com isso, a produção do grão neste ano (6,027 milhões de toneladas) deve ficar 13,5% maior que a de 2019 (5,309 milhões de toneladas).

HOSPITAL DE BASE ABRE NOVOS LEITOS DE UTI COVID-19

A direção do Hospital de Base de Itabuna confirmou a abertura de novos leitos de UTI, nesta quinta (9), com a conclusão dos trabalhos de instalação dos respiradores pulmonares ainda ontem (8). Os equipamentos foram enviados para o hospital pelo Ministério da Saúde.

Além dos respiradores, o hospital também foi contemplado com 60 bombas de infusão, aparelhos usados para dosar a quantidade de remédio aplicada. “Os respiradores são de ótima qualidade e fazem todo processo necessário no tratamento intensivo”, disse Eduardo Kowalski, diretor médico do Hospital de Base.

Ainda segundo o diretor médico do hospital público municipal, enfermeiros, técnicos, fisioterapeutas e médicos já estão sendo treinados para manusear os aparelhos. A unidade médico-hospitalar passa a contar com 20 leitos em sua Unidade de Terapia Intensiva exclusiva para pacientes Covid-19, devendo ganhar mais cinco leitos na próxima semana, conforme anunciou, ontem (8), o prefeito Fernando Gomes. (Pimenta)

PREFEITURA DE MARAÚ PUBLICA NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE ALUGUEL DE PRÉDIO DA DIOCESE

 
 
NOTA DE ESCLARECIMENTO
 
Em relação à publicação intitulada “Prefeitura de Maraú aluga prédio da Diocese por R$ 6 mil reais apenas para realizar testes rápidos do Covid-19”, a Prefeitura Municipal de Maraú vem a público para recompor a verdade. esclarecer os fatos e esclarece que:
 
Além de não representar a verdade dos fatos, a matéria induz os leitores ao erro e a interpretações equivocadas, criando uma notícia completamente distorcida e incorreta.
 
A Prefeitura Municipal publicou de forma transparente o valor do aluguel mensal de R$ 1.000,00 (Um Mil Reais), perfazendo o valor total do contrato do serviço de aluguel do imóvel Centro Paroquial por seis meses em R$ 6.000,00 (Seis Mil Reais).
 
O Contrato tem por objeto, a locação de imóvel Centro Paroquial, situado na Praça Rui Barbosa, s/nº, centro da cidade, destinado ao funcionamento de centro de atendimento aos pacientes suspeitos e/ou confirmados para o novo coronavírus (COVID-19), assim como para realização de exame RT-PCR e TESTE RÁPIDO.
O aluguel do imóvel é necessário, já que a Unidade de Saúde Dra. Adelina Borges Luz, está sendo reformada para funcionar como clínica de especialidades oferecendo consultas eletivas das seguintes especialidades: fisioterapia, nutrição, pediatria e psicologia.
 
É importante ainda destacar que, o próprio site, após contato da equipe da comunicação social do município, reconheceu que a notícia foi postada de forma errada.
 
Portanto, afirmação de que a Prefeitura aluga prédio da Diocese por R$ 6 mil reais apenas para realizar testes rápidos do Covid-19″, demonstra, no mínimo, falta de apuração ou uma clara intenção de induzir o leitor ao erro, com a finalidade de atingir a imagem da administração pública municipal.
 
São ações políticas motivadas pelo ódio de quem saiu do poder e, por certo, são totalmente improcedentes como várias outras compartilhadas pela oposição que pratica a velha política de interesse apenas pessoal. Tais ações são frutos de atividade normal de gestão e não atos de corrupção ou enriquecimento ilícito como ocorrido em tempos passado em nossa cidade.
 
A gestão da prefeita Gracinha é totalmente transparente e aberta ao Ministério Público e a todos os órgãos de controle. A administração municipal lamenta que a oposição trabalhe diuturnamente para produzir notícias falsas e ruins do atual governo. Alertamos a população a não acreditar nessa onda de ataques e se informar das obras e grandes investimentos que a administração municipal faz no município de Maraú.
 
ASCOM – Prefeitura Municipal de Maraú
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Eduardo Salles solicita e INEMA vai analisar liberação imediata de licença ambiental de material necessário à recuperação da BR-030, em Maraú

Deputado Estadual Eduardo Salles e a presidente do INEMA (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Márcia Telles.

A pedido da prefeita de Maraú, Gracinha Viana, e do presidente da Câmara de Vereadores, Manassés, o deputado estadual Eduardo Salles participou de audiência nesta quinta-feira (9) com a presidente do INEMA (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Márcia Telles, para sensibilizar os técnicos do órgão sobre a importância da liberação imediata da licença ambiental necessária para a empresa responsável pela manutenção da BR-030, trecho que vai do entroncamento da BA-001 e leva à sede do município e à península, retirarem o material da cascalheira.

“A população tem sofrido muito com as péssimas condições da rodovia. E neste período de pandemia do novo coronavírus as ambulâncias não têm conseguido trafegar na estrada. A situação é de caos. Apresentei a Márcia Telles fotos e vídeos que comprovam”, disse Eduardo Salles.

“Em função da gravidade da situação exposta por mim, Márcia Telles assumiu o compromisso de avaliar com os técnicos do INEMA a possibilidade de liberação imediata da licença ambiental da cascalheira, deixando a declaração de um outro órgão que está pendente, porém já protocolada, mas é necessária, para ser apresentada posteriormente”, revela Eduardo Salles.

“Entendo a preocupação do INEMA em cumprir todos os trâmites burocráticos. Mas a situação é de urgência. A população de Maraú está ilhada e não podemos correr o risco de algum paciente do município precisar se deslocar e não conseguir por causa das condições de trafegabilidade da BR-030”, conta o deputado.

“Reforço minha luta ao lado da prefeita Gracinha, do vice-prefeito, Dr. Léo, do presidente da Câmara, Manassés, do deputado Ronaldo Carletto, vereadores, secretários e demais lideranças de nosso grupo político de lutar para oferecer melhores condições de trafegabilidade à população de Maraú”, concluiu Eduardo Salles.

Fundador da Ricardo Eletro e a filha são presos acusados de sonegação de imposto

O fundador da empresa Ricardo Eletro, Ricardo Nunes, e a filha, Laura, foram presos temporariamente, acusados de sonegação de imposto. O empresário Ricardo Nunes foi preso em São Paulo e levado para Belo Horizonte no fim da tarde desta quarta (8). A filha dele, Laura Nunes, foi presa na capital mineira.

Um diretor da empresa é considerado foragido. A força-tarefa, formada pela Receita Estadual de Minas, Ministério Público e Polícia Civil, cumpriu 14 mandados de busca e apreensão e investiga um esquema milionário de sonegação de impostos.

A força-tarefa afirma que a fraude funcionava assim: um consumidor ia em uma das lojas e comprava uma televisão, por exemplo, no valor de R$ 3 mil. A alíquota de ICMS em Minas para esse tipo de equipamento é de 18%. A empresa cobrava os R$ 540 do consumidor, mas não repassava à Receita Estadual. A investigação aponta que o empresário desviava o dinheiro para comprar imóveis e participações em empresas e colocava tudo em nome da filha, Laura, do irmão e da mãe, que tem 80 anos.

“Foi aí que a gente levantou e falou ‘opa, a empresa está faturando, não está recolhendo e o patrimônio dela está crescendo’. Então, foi por isso que pedimos sequestro a fim de ressarcir o estado de Minas Gerais”, explica Vitor Abdala, delegado da Polícia Civil (MG).

O governo de Minas estima que deixou de arrecadar R$ 387 milhões em oito anos. “Na realidade, a empresa declara, efetivamente, o débito que ela deve, só que não faz os pagamentos. Fazia diversos parcelamentos e não os cumpria”, destaca Antônio Castro Vaz de Melo Filho, superintendente da Secretaria estadual da Fazenda (MG).

Os investigadores concluíram que, quando Ricardo Nunes dirigia a Ricardo Eletro, a empresa tinha dinheiro em caixa para pagar os impostos, mas não pagava de propósito. Além da sonegação fiscal, o empresário e os outros suspeitos também vão responder por lavagem de dinheiro e apropriação indébita.

A Justiça bloqueou R$ 60 milhões em bens, mas a investigação acredita que o patrimônio dos suspeitos acumulado ilegalmente seja bem maior. Ricardo Nunes deixou a empresa no ano passado. Hoje, a Ricardo Eletro pertence a outro grupo.Promotores de outras regiões já pediram o compartilhamento das provas. “A prática é rigorosamente a mesma. Na Bahia, no Ceará, na Paraíba e no Rio de Janeiro”, destaca Fabio Nazareth, promotor do Ministério Público de Minas Gerais.

Na noite desta quarta (8), a pedido do Ministério Público, a Justiça revogou a prisão de Laura Nunes. Os promotores afirmaram que ela foi ouvida e colaborou com a investigação. A defesa dela é a mesma do pai e disse que, nesta quinta (9), Ricardo Nunes vai prestar todos os esclarecimentos e colaborar com as investigações.

A defesa do diretor da empresa, Pedro Daniel, que era considerado foragido, disse que a Justiça revogou a ordem de prisão e que vai se apresentar às autoridades para prestar esclarecimento.

A Ricardo Eletro afirmou que Ricardo Nunes e parentes dele não fazem mais parte da companhia desde o ano passado, que a operação de hoje faz parte de processos anteriores à atual gestão, e que estava em discussão avançada com o estado de Minas Gerais sobre o pagamento dos tributos passados.

SECRETARIA DE SAÚDE DE MARAÚ CONFIRMA PRIMEIRO CASO DA COVID-19 NO POVOADO DO TABULEIRO

A Secretaria de Saúde de Maraú confirmou hoje, dia 08/07, o primeiro caso positivo de coronavírus no povoado do Tabuleiro, na zona rural. Trata-se de uma criança que teve contato com um caso positivo da cidade de Aurelino Leal. A Vigilância Epidemiológica registrou 18 novos casos suspeitos da doença no município.

Os novos casos suspeitos são: 06 em Barra Grande, 01 no Cassange, 04 em Ibiaçú, 02 em Piabanha, 02 em Algodões, 01 na sede e 02 no Tabuleiro. Além disso, foram descartados um caso suspeito no Saleiro e um em Barra Grande. Até a presente data, Maraú contabiliza, 45 casos confirmados, 27 pacientes curados, 16 ativos, 02 óbitos, 45 suspeitos, 45 aguardando resultado e 48 casos negativos. Disk Covid (73) 9 9965-9338 – (73) 9 9836-5649.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta a população a reforçar as medidas sanitárias definidas para evitar a disseminação da COVID-19, utilizando máscaras caseiras, realizando a higienização adequada das mãos, evitando contato físico (mantendo a distância mínima de 2 metros entre as pessoas) e se mantendo em domicílio sempre que possível.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia