BARRA GRANDE 24 HORAS
WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pousada cravo canela apaixona camamu




dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  


pousada cravo canela apaixona camamu seguranca wf

Horror: Para se vingar da ex, homem estupra e mata a filha de 8 anos, e toca fogo na casa

Bombeiros foram chamados, apagaram as chamas e descobriram o corpo da criança, enrolado num cobertor, com sinais de abuso sexuais.

O elemento André Pedreira de Oliveira, de 43 anos, estava em processo de separação da sua mulher. Ele abusou e matou a própria filha, Ana Ester, de apenas 8 anos, para fazer a esposa sofrer. O crime aconteceu na madrugada da última quinta-feira (7), no bairro Cupim, zona rural de Ibiúna, interior de São Paulo. O elemento já havia sido preso por mais de 10 anos por outros crimes brutais. Um dos crimes foi um violento abuso sexual contra uma mulher em São Bernardo dos Campo, na região do ABC paulista. Ele ainda tentou matar a vítima. Assista a reportagem:

Ele também já havia sido detido por uma tentativa de estupro em Taubaté, no interior de São Paulo. Há cinco anos ele matou um homem na cidade de Ibiúna, região de Sorocaba, SP, com um golpe de machado. Depois de deixar a penitenciária, André resolveu constituir família, se casando, mas após vários anos de união, o casal estava se separando. Ele não aceitava a separação e ameaçava a mulher, que chegou a dar queixa dele, que tentava uma maneira de ficar com a guarda da filha. A esposa, para se ver livre do homem, estava morando na casa da mãe, que fica na mesma rua e foi obrigada a deixar a filha com o marido.

Por volta das 2:00 horas da madrugada, ela acordou com o barulho de uma explosão e cheiro de fumaça. Ao sair para verificar, percebeu que a casa onde estava o marido e sua filha, estava pegando fogo. Os bombeiros foram chamados, apagaram as chamas e descobriram o corpo da criança, enrolado num cobertor, com sinais de abuso sexuais. A criança morreu asfixiada e foi vítima de estupro, cometido pelo próprio pai. O sacripanta fugiu por uma mata, mas duas equipes de policiais insistiram na busca, ainda de madrugada e o encontraram num local de difícil acesso. Ele não ofereceu resistência e confessou que sufocou a filha e depois a estuprou. Foi encontrada na casa incendiada, uma confissão escrita pelo monstro, numa cortina, explicando que cometeu o crime para se vingar da ex esposa, acusando-a como culpada de tudo e ainda assinou o escrito com a palavra “Love”. Se for condenado por estupro, assassinato e incêndio, o maníaco poderá pegar até 50 anos de prisão.

[better-ads type=”banner” banner=”111439″ campaign=”none” count=”2″ columns=”1″ orderby=”rand” order=”ASC” align=”center” show-caption=”1″][/better-ads]

Bahia: Acusado de matar a ex com tiro na cabeça, tomba em confronto com o PETO

“Tota” era foragido da Justiça do Espírito Santo, após matar a tiros em 2017, a sua ex-namorada Maria Helena Andrade da Silva, de 21 anos.

Na manhã deste sábado, 09 de junho, policiais militares do PETO e do 1° Pelotão da 44ª Companhia Independente de Polícia Militar saíram em diligências até o distrito de Ibirajá, onde iriam cumprir um mandado de prisão em desfavor do traficante Ramiro Fabiano Neto, 35 anos de idade, o vulgo “Tota”, que era foragido da Justiça do Espírito Santo, após matar a tiros em 2017, a sua ex-namorada Maria Helena Andrade da Silva, 21 anos de idade, na cidade de Alto Rio Novo. Após o crime, Tota fugiu do estado e acabou se escondendo no pacato distrito.

A ação dos militares visava cumprir o mandado de prisão pelo crime contra a ex-companheira, e também por participações do criminoso em outros crimes ligados ao tráfico de drogas no ES. Segundo informações Ramiro, o Tota, já estava sendo investigado pela Polícia Civil de Itanhém por ligações com o tráfico de drogas em Ibirajá. Segundo o portal LN, ele seria comparsa do traficante conhecido como “Luizinho”, que é apontado como chefe do tráfico na região de Ibirajá. Em troca de informações com a Polícia Civil do Espírito Santo foi descoberto a existência do mandado de prisão que seria cumprido, mas, ao ter o seu imóvel cercado pelos militares o traficante começou a efetuar disparos contra as guarnições na tentativa de fugir.

Os militares, prontamente, responderam à injusta agressão e acabaram baleando o Tota. Mesmo baleado o criminoso deixou o imóvel e pulou alguns muros e acabou caindo em uma rua dos fundos, ainda com a arma em punho. Foi dada voz de rendição e, após largar a arma, o criminoso foi socorrido para o Hospital Municipal de Medeiros Neto, mas não resistiu e veio a óbito. Tota, que vinha sendo monitorado pela PC/ES, é investigado por ser uma espécie de executor do tráfico, onde fazia a “cobrança” do tráfico. Após executar a namorada em Alto do Rio Novo, distrito de Monte Carmelo/ES, ele seguiu para a Bahia onde manteve sua vida ligada ao tráfico. A ação policial com resultado morte foi registrada na sede do Plantão Regional e o corpo de Tota removido para o IML de Teixeira de Freitas, onde será submetido à necropsia.

[better-ads type=”banner” banner=”111439″ campaign=”none” count=”2″ columns=”1″ orderby=”rand” order=”ASC” align=”center” show-caption=”1″][/better-ads]

Violência: Universitária que sumiu após entregar trabalho de faculdade é achada morta

Silvia Santos Souza tinha sumido na última quarta-feira (6) e corpo dela foi achado enterrado em sítio de Porto Velho. Suspeito está sendo procurado pela polícia.

Universitária que sumiu após entregar um trabalho acadêmico em uma faculdade de Porto Velho, na última quarta-feira (6), foi achada morta nesta sexta-feira (8) em Porto Velho. O corpo de Silvia Santos Souza estava enterrado nos fundos de um sítio com várias facadas. O namorado da estudante é o principal suspeito do crime. Segundo a Polícia Civil, depois da aula em uma faculdade particular da capital, a estudante mandou uma mensagem para uma amiga e afirmou estar indo embora, pois precisava cuidar dos dois filhos.

Desde então ninguém mais teve contato com a acadêmica e na última quinta-feira (7) a família registrou boletim de ocorrência. A partir daí, policiais iniciaram uma investigação para tentar localizar Silvia. Conforme investigadores, uma pessoa teria repassado informações sobre o trajeto feito por Silva depois da faculdade. Os indícios do trajeto do carro indicavam que ela tinha ido ao sítio do namorado. Os agentes da Civil foram até a propriedade e acharam o corpo da estudante enterrado, com várias facadas. Segundo informações de investigadores, Silvia namorava o dono do sítio onde foi morta. A polícia está tentando localizar o sitiante, pois, até então, ele é o principal suspeito do assassinato. À Rede Amazônica, a família disse que não consegue entender o que poderia ter motivado o assassinato da jovem, pois nunca presenciou uma discussão entre o suspeito e a vítima.

[better-ads type=”banner” banner=”111439″ campaign=”none” count=”2″ columns=”1″ orderby=”rand” order=”ASC” align=”center” show-caption=”1″][/better-ads]

Absurdo: Criança de 11 anos é executada na frente da mãe. Polícia desconhece o motivo

Gabriel dos Santos estava com um grupo de amigos na rua, quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram e atiraram em sua direção.

Uma criança de 11 anos foi morta a tiros, por volta das 19h30 de quinta-feira (7), em Planaltina, no Distrito Federal. A mãe do menino, Auriene Lopes dos Santos, presenciou o crime e tentou socorrer o filho, que chegou a ser levado ao Hospital Regional de Planaltina, mas não resistiu aos ferimentos. Até a publicação desta reportagem, os criminosos ainda não tinham sido localizados. O delegado adjunto da 31ª Delegacia de Polícia (Planaltina), Fernando Celso Rodrigues, disse que “ainda é cedo para determinar a natureza do crime e que a polícia investiga o caso”.

À reportagem, Auriene contou que Gabriel dos Santos estava com um grupo de amigos na rua, depois de ter voltado da aula de futebol, quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram. Um deles atirou em direção ao menino. O disparo atingiu o peito da criança. “Ele treinava em um campo sintético e estava voltando da aula com alguns amiguinhos. Chegando perto de casa, um rapaz que estava na garupa da moto começou a atirar”, disse Auriene. “Como sempre, só os inocentes pagam. Meu filho queria ser jogador de futebol.” O velório de Gabriel dos Santos será neste sábado (8), às 14h, no Cemitério de Planaltina.

[better-ads type=”banner” banner=”111439″ campaign=”none” count=”2″ columns=”1″ orderby=”rand” order=”ASC” align=”center” show-caption=”1″][/better-ads]

Brasil: Cantora sertaneja que denunciou o marido por agressão presta depoimento

O marido, Adriano Scopel, depôs nesta quinta-feira (7). Cantora Tatiana França registrou um boletim de ocorrência onde relata ter sido agredida em uma festa.

antora sertaneja Taiana França, que registrou um boletim de ocorrência contra o marido, o empresário Adriano Scopel, chegou por volta das 14h para prestar depoimento na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), em Vitória, nesta sexta-feira (8). O boletim de ocorrência relata que, durante uma festa, no dia 26 de maio, ela foi agredida com socos no rosto e na cabeça, além de ser arrastada pelos cabelos e xingada várias vezes. Scopel depôs na mesma delegacia na tarde desta quinta-feira. O empresário falou por cerca de duas horas e, segundo seu advogado, negou as acusações. Detalhes do que ele disse não foram informados.

Na tarde de quarta-feira, Taiana publicou uma imagem com a frase “levante e receba o que Deus tem pra você” e, na legenda, escreveu o versículo de Provérbios 22:1, que diz que “a boa reputação vale mais que grandes riquezas; desfrutar de boa estima vale mais que prata e ouro.” O advogado de Taiana contou, nesta quarta-feira (6), para a TV Gazeta a versão da cantora para o caso. “Estavam todos dentro de uma normalidade e, de um momento para o outro, o agressor veio para cima dela no meio de todos os convidados, desferindo socos, pontapés, puxou pelo cabelo, tentou acertar a cabeça dele num vaso e, nisso, alguns dos jovens que estavam lá fizeram uma intervenção, para que a agressão fosse cessada e que ela não disse mais agredida”, falou.

Tristeza: Adolescente toma choque e morre ao recarregar seu celular em sala de aula

Jovem Iago Bastos Mendes, de de 16 anos, estava assistindo aula no momento do choque elétrico. Familiares, amigos e a escola lamentaram o ocorrido.

Um estudante de 16 anos morreu após receber uma descarga elétrica ao atender o próprio celular nesta quinta-feira (7) na cidade de Tianguá, interior do Ceará. O jovem estava carregando o aparelho telefônico, quando pegou o objeto e foi eletrocutado. Uma amiga do estudante, que preferiu não se identificar, contou que ele estava assistindo a uma aula de informática no colégio onde estudava. O celular estava carregando em um dos computadores no momento do choque elétrico.

Iago Bastos Mendes recebeu a descarga elétrica e ficou desacordado. Segundo o Verdes Mares, o jovem chegou a ser socorrido ao Hospital e Maternidade Madalena Nunes, em Tianguá, mas não resistiu. A Delegacia de Tianguá informou que o corpo do estudante foi conduzido para a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) de Sobral. O laudo com as causas da morte ainda não foi divulgado, segundo a polícia.

Amigos lamentam

Amigos e familiares de Iago Bastos lamentaram o ocorrido. “Era muito jovem, alegre. Uma tristeza pra todo mundo”, disse uma amiga do estudante. O Colégio Santa Maria, onde Iago estudava, emitiu uma nota de pesar lamentando ocorrido. O jovem estava na escola desde a infância e, atualmente, cursava o 2º ano do Ensino Médio. “O Colégio Santa Maria, por meio da direção, professores, funcionários, colegas e comunidade, une-se à família de Iago, lamentando profundamente esta fatalidade, e pede a Deus, confiando em Sua infita misericórdia, para que Ele nos conceda sabedoria, força e discernimento nesta hora tão difícil”, comunicou, em nota, a instituição de ensino. O velório do estudante ocorre na manhã desta sexta-feira (8), em Tianguá. O enterro deve ocorrer na cidade no período da tarde, conforme uma amiga da família.

[better-ads type=”banner” banner=”111439″ campaign=”none” count=”2″ columns=”1″ orderby=”rand” order=”ASC” align=”center” show-caption=”1″][/better-ads]

VÍDEO: Parte de camarote desaba durante show de Xand Avião. Pessoas ficaram feridas

Acidente aconteceu por volta da meia-noite desta sexta-feira (8), no Mossoró Cidade Junina. Cerca de 30 pessoas ficaram feridas sem gravidade, segundo o Corpo de Bombeiros.

rte de um camarote do Mossoró Cidade Junina – maior festa de São João do Rio Grande do Norte – desabou na primeira noite da festa. O acidente aconteceu por volta da meia-noite desta sexta-feira (8) durante a apresentação de Xand Avião na Estação das Artes. Cerca de 30 pessoas ficaram feridas sem gravidade, segundo o Corpo de Bombeiros. De acordo com a Polícia Militar, com o dasabamento da estrutura, várias pessoas ficaram presas nas grades e foram socorridas com ferimentos leves pelo Corpo de Bombeiros e pela própria PM. Assista:

Para ajudar no resgate, foram retiradas as grades laterais do camarote para facilitar a saída de quem estava dentro. Algumas pessoas foram encaminhadas imobilizadas para hospitais da cidade. Ao ser comunicado do desabamento, o cantor Xand, principal atração da noite, interrompeu a apresentação até a situação ser controlada. “Só um tempinho, só um tempinho viu gente? Galera do camarote vamos ter cuidado na hora de descer aí”, disse o artista. Veja o momento no vídeo abaixo, que também mostra vítimas sendo resgatadas do camarote.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o camarote havia passado por vistoria e estava liberado para receber até 980 pessoas. A investigação terá início nesta manhã de sexta (8) e a principal suspeita é de que tenha ocorrido uma sobrecarga na estrutura ou em parte dela. Em nota, a Prefeitura de Mossoró lamentou o acidente ocorrido e disse ter acionado os órgãos fiscalizadores para apuração das causas do desabamento de parte da estrutura. Além disso, a nota diz que a prefeitura não tem responsabilidade sobre a montagem e exploração do camarote privado, mas vai exigir da empresa responsável explicações e providências que garantam a segurança e evitem qualquer possibilidade de risco desta estrutura particular no evento. Assista:

[better-ads type=”banner” banner=”111439″ campaign=”none” count=”2″ columns=”1″ orderby=”rand” order=”ASC” align=”center” show-caption=”1″][/better-ads]

Absurdo: Mãe apoia briga em que aluna esfaqueia colega. Vídeo viralizou na internet

Nas redes sociais, o vídeo mostra crianças de uma escola estadual brigando. Uma delas tinha uma faca na cintura.

Imagens estão circulando nas redes sociais e mostrando um fato triste de violência envolvendo crianças. Meninas começam a se ferir durante uma briga e as pessoas, ao invés de ajudar, apenas ficam olhando. Uma cena lamentável de se ver. Uma mulher aparece incentivando a briga. Secretaria afirmou que tentou entrar em contato com as famílias. Assista com cautela . Imagens fortes:

Nas redes sociais, o vídeo mostra crianças de uma escola estadual de Belém brigando. Uma delas tinha uma faca na cintura e começou a deferir vários golpes na outra menina. A garota ficou com vários ferimentos. Ninguém impedia as agressões. Uma das mães estava apoiando a violência. A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) disse ,e em nota, que as duas meninas fazem parte da Escola Nossa Senhora das Graças, no bairro de Fátima. Os pais já foram informados que providências serão tomadas. Assista a reportagem:

A Polícia Civil tenta encontrar a família da jovem esfaqueada para que preste depoimento. Uma das providências da Secretaria é orientar as escolas que, neste caso, acionem organismos da rede de proteção. Podemos citar: Conselho Tutelar, Companhia de Policiamento Escolar, Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente e outras. A Secretaria também afirmou que possui um projeto de combate à violência chamado de “Bem Conviver”. É desenvolvida ações com educadores e técnicos para se evitar o bullying nas escolas.

[better-ads type=”banner” banner=”111439″ campaign=”none” count=”2″ columns=”1″ orderby=”rand” order=”ASC” align=”center” show-caption=”1″][/better-ads]

Absurdo: Em 3 dias, homem agride ex-namorada, é preso, solto e a mata com facadas

Filhos presenciaram agressão anterior; ele tentou se matar e foi internado. Juiz disse entender que ‘medida protetiva era suficiente’.

Uma moradora do Distrito Federal de 23 anos foi assassinada a facadas, nesta quarta-feira (6), por um ex-namorado que se dizia “inconformado com o término”. Três dias antes, ele já tinha sido detido por agressão e tentativa de homicídio contra ela. Tauane Morais era operadora de caixa e morava em Samambaia Norte. Segundo a Polícia Civil, o suspeito se chama Vinícius Rodrigues de Sousa, e tem 24 anos. Após o crime, ele tentou se matar, foi socorrido e internado. Tauane morreu na hora.

No último domingo, Vinicius foi detido em flagrante após agredir Tauane com socos e tentar enforcá-la. A agressão foi presenciada pelos filhos do casal – um menino de 2 e uma menina de 4 anos. À polícia, naquele dia, Tauane contou que o ex-namorado chegou a pegar um punhal e rasgar as cortinas da casa, quebrar móveis, a geladeira e a televisão da família. Mesmo com o flagrante, no dia seguinte, o homem foi liberado em uma audiência de custódia.

O juiz Aragonê Nunes Fernandes, que analisou o caso, entendeu que a medida protetiva concedida pela Justiça à Tauane era “suficiente” para manter o agressor longe da vítima e “preservar a integridade física” dela. Após o assassinato e a tentativa de suicídio, o homem foi socorrido no local pelo Corpo de Bombeiros e levado ao Hospital Regional de Taguatinga (HRT). O estado de saúde dele não foi informado. Em nota, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal disse que não comenta ações, e que o juiz responsável pela soltura também não poderia comentar porque é impedido pela Lei Orgânica da Magistratura Nacional.

‘Agressivo e ciumento’

Em depoimento à Polícia Civil, ainda no domingo (3), Tauane disse que já tinha sido agredida outras vezes pelo namorado, mas nunca denunciou. Ao G1, o delegado que investiga o caso, Eduardo Galvão, afirmou que o suspeito, que é do Piauí, não tinha passagens pela polícia no DF. “Ela dizia que ele era muito ciumento, que vinha a agredindo a algum tempo, mas nunca falou nada. Foi aí que decidiu terminar o relacionamento.” Galvão afirmou que os policiais que atenderam a mulher durante o fim de semana ofereceram proteção na Casa Abrigo, uma instituição do governo do DF, que acolhe mulheres vítimas de violência. “Ela disse que tinha interesse na medida protetiva, mas não queria ir com os filhos para a Casa Abrigo”.

[better-ads type=”banner” banner=”111439″ campaign=”none” count=”2″ columns=”1″ orderby=”rand” order=”ASC” align=”center” show-caption=”1″][/better-ads]

Tristeza: Mãe passa mal e morre ao reconhecer o corpo do filho PM assassinado

Dona Maria Fontes chegou a ser socorrida, mas acabou não resistindo. O filho Douglas foi baleado em uma tentativa de assalto, na madrugada desta quinta.

O policial militar Douglas Fontes, lotado no 15º BPM (Caxias), morreu baleado na madrugada desta quinta-feira após uma tentativa de assalto em Jardim Gramacho, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada para a ocorrência e encontrou o agente de 35 anos já morto no local. A assessoria da Polícia Militar confirmou que a mãe do policial passou mal ao saber da notícia da morte do filho.

Maria Fontes chegou a ser socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Sarapuí, em Caxias, mas não resistiu e morreu. Fontes foi abordado por criminosos, que tentaram roubar seu veículo na Avenida Rio Branco. Dois deles estariam armados com fuzis. Segundo uma testemunha, os bandidos viram a arma do policial e abriram fogo contra a vítima, que morreu atingida pelos disparos. O agente estava acompanhado da namorada no momento da execução. Fontes, que atuava há 12 anos na corporação, é o 54º policial militar morto em situação violenta no Rio em 2018.

[better-ads type=”banner” banner=”111439″ campaign=”none” count=”2″ columns=”1″ orderby=”rand” order=”ASC” align=”center” show-caption=”1″][/better-ads]





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia