WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Política’

ALEX DA JARDINEIRA CONFIRMA PRÉ-CANDIDATURA A VEREADOR E DECLARA APOIO A MANASSÉS

Alex da Jardineira ao lado de Manassés, presidente da Câmara Municipal.

MARAÚ – Alex da Jardineira como é mais conhecido, confirmou que é pré-candidato a uma cadeira no legislativo municipal, com eleições previstas para outubro deste ano. Alex que é nativo da região do Rio Baiano, na zona rural do município, reside no distrito de Barra Grande e trabalha no setor de transporte turístico.

Ele afirmou quese considera preparado para encarar o desafio de ocupar uma vaga na Câmara de Maraú. Alex vai apoiar a pré-candidatura do Presidente da Câmara, Manassés à prefeitura de Maraú.

 

 

Cláudio Bidú se lança pré-candidato a vereador em Ubaitaba

O professor e ex-secretário de Educação de Ubaitaba e de Maraú usou a sua rede social para informar sua pré-candidatura a vereador em Ubaitaba.

“Estou colocando o meu nome para apreciação da população concorrendo a uma vaga como Pré- candidato a vereador, município de Ubaitaba. Sou educador por paixão. Amo a arte de educar. Tenho experiência em gestão educacional e em serviços públicos. Sempre que ocupei cargos públicos exerci com democracia e transparência.”

Acredito que temos que atuar na esfera pública para melhoria da qualidade de vida da população, principalmente para aqueles que mais precisam de programas sociais e das politicas públicas do Estado. Posiciono-me como um pré-candidato de esquerda, contra os desmandos do Governo Federal. Sou defensor das politicas de cotas raciais e da educação publica de qualidade para todos e todas. Penso que temos que ter uma cidade mais humana, educadora, culturalmente rica e plural. Precisamos fortalecer o teatro, a música, a dança , a capoeira, a cultura de forma em geral.

Retomar os desfiles culturais, os jogos estudantis, as fanfarras, os eventos do Centro de Convenções. Acredito que precisamos deixar a população escolher novos nomes, com criticidade. Em tempos difíceis como o que estamos vivendo atualmente, precisamos ter uma escola pública de qualidade. Revitalizar o Colégio CEU, colocando-o como uma escola modelo para a região, como outrora já fizemos. Defendo a criação de escolas de tempo integral nos bairros e no centro da cidade.

Sou defensor da prestação de conta dos recursos públicos à comunidade mensalmente e com transparência. Acredito que devemos lutar para a aprovação do plano de carreira dos profissionais do magistério que se encontra “engavetado” há anos, o acompanhamento das metas do Plano Municipal de Educação semestralmente pela comunidade educacional, visto que os governos atuais, “esquecem” as metas e estratégias aprovadas para a melhoria da educação pública.

Defendo ainda, uma política educacional que privilegie a formação continuada dos profissionais da educação e o acompanhamento pedagógico às escolas, professores e estudantes. Apresento-me como professor militante na esfera politica, que acredita nos movimentos e programas sociais, como forma de distribuir renda e empoderar às comunidades. Tenho um sonho “projetos” de construirmos novos livros sobre a cidade de Ubaitaba. Livros que preserve a memória e a história de nossagente. “A gente não quer só comida. A gente quer comida, diversão e arte. A gente não quer só comida, a gente quer saída para qualquer parte” (Arnaldo Antunes)


Cláudio Bidu, professor pós – graduado em Administração da Educação e em Politicas Públicas na Educação Básica. Historiador, Pedagogo, Mestrando em Ensino e Relações Étnico -raciais. (Do Site: Ubaitaba.com)

Trump diz que teria 2,5 milhões de mortos se agisse como Brasil

Trump dá entrevista coletiva nos jardins da Casa Branca, esta sexta-feira (5) — Foto: Reuters/Kevin Lamarque

O presidente americano Donald Trump disse nesta-sexta-feira (5) que salvou pelo menos 1 milhão ao “fechar os EUA” e afirmou que o Brasil está num “momento bem difícil” com o coronavírus. “Fechamos nosso país. Salvamos, possivelmente, 2 milhões, 2,5 milhões de vidas. Poderia ser só um milhão de vidas, acho que não menos que isso. Mas se considerarmos que estamos em 105 mil hoje em dia, o número de vítimas seria pelo menos 10 vezes maior. É o que se acredita como mínimo se fizéssemos (imunidade de) rebanho”, comentou.

“Se você olha para o Brasil, eles estão num momento bem difícil. E, a propósito, eles falam muito da Suécia. Isso voltou a assombrar a Suécia. A Suécia está tendo um momento terrível. Se tivéssemos agido assim, teríamos perdido 1 milhão, 1,5 milhão, talvez 2,5 milhões ou até mais”, afirmou.

Inicialmente, Trump minimizou a ameaça do vírus que já matou mais de 108 mil pessoas nos Estados Unidos, o maior número de mortos de qualquer país do mundo.

O presidente por vezes contradisse especialistas em doenças de seu governo, promoveu tratamentos potenciais que não foram considerados eficientes e já acusou governadores democratas de reabrirem seus Estados vagarosamente para prejudicar suas chances de reeleição.

Os norte-americanos parecem estar cada vez mais críticos à maneira pela qual Trump conduz a crise da saúde. De acordo com uma pesquisa Reuters/Ipsos publicada no dia 12 de maio, os que desaprovam o desempenho de Trump no comando da resposta à pandemia superam os que aprovam por 13 pontos percentuais.

O levantamento mostra que 41% dos adultos norte-americanos aprovam o desempenho de Trump no cargo, queda de 4 pontos em relação a um levantamento semelhante conduzido em meados de abril. A reprovação ao presidente cresceu 5 pontos para 56% no mesmo período.

Evolução dos números brasileiros

O Brasil superou a Itália em número de mortos por complicações da Covid-19 na quinta-feira (4). O país acumula 34.021 vidas perdidas durante a pandemia e está atrás apenas do Reino Unido e dos Estados Unidos, segundo o balanço mais recente do Ministério da Saúde.

O Brasil chegou a terceiro país com mais mortes no mundo 79 dias depois do registro da primeira vítima da Covid-19, em 17 de março. No mundo inteiro, a pandemia já fez cerca de 389,6 mil mortes, de acordo com o painel da universidade norte-americana Johns Hopkins. A doença começou na China, que hoje tem pouco mais de 4,6 mil mortes. O país asiático mais atingido é o Irã, com mais de 8 mil óbitos.

Ao comparar as taxas de mortes por cada 100 mil habitantes, o Brasil tem 14 mortes a cada 100 mil.

Essa taxa mostra o efeito do vírus em países menos populosos, como o Reino Unido (66,6 milhões) e a Itália (60,3 milhões de habitantes), em comparação com os EUA (329,5 milhões) e Brasil (209,5 milhões).

Vereador da Bahia é preso no Centro de São Paulo acusado de atirar contra policial militar

Ernesto Santana, vereador em Monte Santo, na Bahia — Foto: Divulgação/TSE

Um vereador baiano foi preso em São Paulo na madrugada desta sexta-feira (22) por tentativa de homicídio contra um policial militar. Ernesto de Santana (SD), de 35 anos, é vereador em Monte Santo, na Bahia, e foi detido após avançar contra um policial, tomar sua arma e efetuar disparos em sua direção na Avenida Mercúrio, região central da capital.

A ocorrência foi registrada como tentativa de homicídio, embriaguez ao volante e roubo consumado no 8º DP (Brás) e foi encaminhada ao 1º DP (Sé).

Ernesto de Santana já havia sido detido em Vargem, município no interior de SP, no ano de 2016, por circular com um carro roubado. Flagrado com o veículo em um pedágio da rodovia Fernão Dias, o vereador disse à polícia que estava em São Paulo para comprar o carro por R$ 10 mil. À época, o veículo era avaliado em R$ 60 mil.

Na madrugada desta sexta, o vereador conduzia um Toyota Corolla quando avançou em direção à entrada de um estabelecimento comercial onde o policial estava e quase o atropelou, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo. O agente, de 39 anos de idade, se identificou como policial militar e os dois começaram a discutir.

“O conflito estava encerrado quando o vereador avançou contra o policial e tomou sua arma. O PM então foi agredido com coronhadas e conseguiu fugir do local, após o indivíduo disparar em sua direção”, relata a SSP.

O vereador fugiu de carro, mas foi alcançado pela equipe da Polícia Militar na Avenida do Estado, após colidir contra uma mureta. Ele foi recebeu atendimento médico e ficou preso. O policial militar ferido foi levado para um pronto-socorro.

Ernesto foi reeleito para o cargo de vereador na câmara de Monte Santo, na Bahia, com 815 votos, em 2016. Este é seu segundo mandato no legislativo.

Prisão em 2016

O vereador Ernesto de Santana foi preso em 27 de outubro de 2016 depois de ser flagrado com um carro roubado na rodovia Fernão Dias em Vargem.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o vereador Ernesto de Santana (SD) e um motorista foram flagrados no pedágio. Ele e o motorista estavam em um carro com queixa de roubo. O veículo havia sido roubado em Taboão da Serra na semana anterior.

À polícia, ele e o motorista, contaram que saíram da Bahia para buscar o veículo que custa R$ 60 mil no mercado, mas que estava sendo vendido por R$ 10 mil. O vereador foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia de Bragança Paulista, acusado de receptação.

‘AINDA BEM’ QUE ‘MONSTRO’ DO CORONAVÍRUS VEIO PARA DEMONSTRAR NECESSIDADE DO ESTADO, DIZ LULA

Em entrevista ao jornalista Mino Carta para o canal da CartaCapital, realizada na noite de ontem (19), o ex-presidente Lula disse que “ainda bem” que o “monstro” do coronavírus surgiu, demonstrando a necessidade da presença do Estado. Lula disse que o preconceito está “na medula da elite brasileira”, que, “grosseira e raivosa”, é, segundo ele, contrária aos direitos para empregadas domésticas, jardineiros e pobres.

“O que eu vejo? Quando eu vejo os discursos dessas pessoas, quando eu vejo essas pessoas acharem bonito que ‘tem que vender tudo o que é público’, que ‘o público não presta nada’, ainda bem que a natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus. Porque esse monstro está permitindo que os cegos comecem a enxergar que apenas o Estado é capaz de dar solução a determinadas crises. Essa crise do coronavírus, somente o Estado pode resolver isso, como foi a crise de 2008.”

Lula mencionou, na sequência, o ex-presidente dos Estados Unidos Franklin Roosevelt, que comandou o país de 1933 a 1945. À época, houve a Segunda Guerra Mundial (1939 a 1945). (Políticos do Sul da Bahia)

Prefeito de Camamu, Enoc deixa PATRIOTAS e se filia ao PP e recebe apoio do vice-governador João Leão

O prefeito de Camamu, irmão Enoc, deixou o partido Patriotas e se filiou ao partido progressista (PP). O prefeito recebeu as boas-vindas do vice-governador e presidente estadual do Partido Progressista, João Leão, que na oportunidade, elogiou o gestor pelas importantes obras realizadas em sua gestão em prol da população da cidade.

Enoc tem recebido apoio e demonstração de carinho de toda população por onde passa, como também de varias lideranças políticas no município.

 

Coronavírus: Senado aprova projeto de ajuda fiscal a estados e municípios

O Senado Federal aprovou neste sábado (2), em sessão remota, o projeto de lei que estabelece uma ajuda financeira emergencial a estados e municípios durante a pandemia do novo coronavírus. O pacote de medidas terá um custo estimado de cerca de R$ 120 bilhões para a União.

O texto foi aprovado, após cerca de seis horas de sessão, por 79 votos a 1. Dos 81 senadores, apenas Randolfe Rodrigues (Rede-AP) votou contra. O senador Weverton (PDT-MA) presidiu a sessão e, por isso, não votou. O projeto já havia passado pela Câmara dos Deputados, mas, como sofreu modificações, precisará ser reanalisado pelos deputados.

O objetivo da proposta é reduzir os efeitos da queda de arrecadação de impostos de estados e municípios em razão das medidas de combate ao avanço da doença, como o fechamento de comércios e empresas. O texto condiciona a liberação de recursos aos governos locais ao congelamento do salário de servidores públicos até 31 de dezembro de 2021.

A única exceção será para os servidores civis e militares dos estados, do Distrito Federal e municipais das áreas de saúde e de segurança pública, além dos integrantes das Forças Armadas, diretamente envolvidos no combate à pandemia

A liberação do reajuste salarial a esses profissionais atendeu ao apelo de diversos partidos e foi feita pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que também é o relator da matéria.

Segundo Alcolumbre, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que, concluída a votação no Senado, o projeto será colocado em votação pelos deputados na segunda-feira (4), sem novas alterações.

Caso os deputados aprovem o texto, sem mais modificações, o projeto segue para a sanção pelo presidente da República, Jair Bolsonar.

O que diz o texto

O programa estabelece:

  • R$ 60 bilhões de repasses da União a estados e municípios para financiar ações de enfrentamento ao coronavírus;
  • R$ 49 bilhões de economia com a suspensão do pagamento de dívidas com a União e bancos, como BNDES e Caixa;
  • R$ 10,6 bilhões de economia potencial com a renegociação de contratos com organismos internacionais;
  • medidas adicionais de simplificação da gestão orçamentária e contratual para enfrentamento à pandemia.

setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia