WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Penísula’

Coronavírus: Prefeitura faz barreiras sanitárias com controle de temperatura do corpo nos acessos à península de Maraú

A Prefeitura de Maraú, através da secretaria de saúde começou nesta semana a medir a temperatura corporal das pessoas que tentam entrar na península. O controle é feito na barreiras sanitária montado no povoado do Caubi, no principal acessos à cidade. O município não possui casos confirmados de Covid-19, e a cidade está em situação de emergência.

O objetivo da ação é prevenir e orientar as pessoas sobre a pandemia de coronavírus. Por isso é feita uma triagem dos motoristas para saber se eles estão com sintomas de coronavírus. Em caso de febre alta, a pessoa é orientado a procurar um médico. A barreira sanitária do Caubi foi feita para fazer cumprir a determinação municipal que impede o ingresso de turistas e veranistas ao município, exceto em caso de exame laboratorial que confirme negativo para o covid-19.

Prefeitura de Maraú prorroga decreto que mantém fechado bares, restaurantes e transporte intermunicipal

A prefeitura de Maraú, publicou o Decreto N° 1240, de 16 de Abril de 2020, que unifica os decretos Nº 1235 e 1238 e prorroga seus prazos, a fim de manter o enfrentamento do COVID-19 no Município. A prefeita manteve a situação de emergência e a interdição das praias da península.

As vedações anteriores previstas e suas alterações posteriores, ficam mantidas por mais 15 dias. Ou seja, no decreto continua suspenso a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades: regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans, inclusive de ônibus de turismo, barcos, moto aquáticas, escunas e qualquer outro transporte do gênero, para esta municipalidade, bem como toda e qualquer operação aeroviária de passageiros com aterrissagem em pistas de pouso situadas no território do Município e Maraú pelo prazo de 15 (quinze) dias.

Fica autorizado o transporte de carga para abastecimento dos estabelecimentos comerciais considerados essenciais, desde que o motorista e ajudante(s) estejam com máscaras e luvas, ficando suspensa a permanência dos mesmos no município.

Está autorizado a entrda de veículos de transporte de gêneros alimentícios, farmacêuticos, água, bebidas, materiais de construção, derivados de petróleo, equipamentos de saúde e necessários ao combate da pandemia, produtos veterinários e materiais para o agronegócio, transporte bancários, equipamentos para prestação de serviços bancários e congêneres; transporte de materiais e de pessoas para prestação de serviços essenciais, tais como: médicos, veterinários, segurança, prestação de energia elétrica, internet, telefonia, derivados de petróleo, reabastecimento e suprimento, bem como para o combate a pandemia, que poderão ser considerados pelos agentes públicos.

Permanece necessário a manutenção do fechamento da Rodoviária de Maraú, pelo prazo e 15 dias, a contar da publicação deste ato.O não cumprimento das medidas estabelecidas no presente capítulo serão consideradas como violação à legislação municipal e sujeitará o infrator às penalidades e sanções administrativas, inclusive, no que couber, cassação de licença de funcionamento e multa administrativa, bem como eventuais medidas judiciais.

Permanece suspenso, pelo período de 15 (quinze) dias, podendo ser prorrogado por igual ou superior prazo, cultos religiosos, missas ou qualquer outra atividade religiosa que importem em aglomeração de pessoas.Continua suspenso o funcionamento de academias, casas de espetáculos, salões de beleza, rede Hoteleira (hotéis, pousadas, casas de temporada e camping);

Os estabelecimentos do comércio e serviços em geral, cuja abertura e funcionamento ficam autorizados, deverão obedecer as normas de utilização de EPI’s, bem como adotar as medidas de prevenção determinadas pelo Ministério da Saúde quanto a limpeza, higiene, prevenção, conscientização, informação e controle do Novo Coronavírus. Bares, restaurantes, lanchonetes seguem com funcionamento suspenso, permitido apenas o serviço de entrega (Delivery).

ASCOM – Prefeitura de Maraú

Ituberá: Barreiras de triagem são instaladas para monitorar entrada e saída de veículos

O município de Ituberá intensificou as ações de combate ao Coronavírus (Covid-19), na manhã desta sexta-Feira (10), por meio da instalação de barreiras para triagem de acesso à cidade. Duas barreiras foram montadas nas duas saídas na BA 001; uma no sentido Nilo Peçanha e outra sentido Igrapiúna. Equipes da Secretaria Municipal da Saúde (Vigilância Epidemiológica) com apoio da Guarda Civil Municipal estão se revezando em turnos.

Logo nas primeiras horas de atuação, um número maior de veículos foi abordado pelas equipes a fim de se obter informações dos condutores e dos passageiros sobre origem e destino da viagem. Ao longo da manhã foi notada uma diminuição no fluxo de veículos trafegando pela BA 001.

O Secretário Municipal da Saúde, Almir Hora, disse ao Portal Pratigi, que os motoristas estão respondendo um questionário básico de identificação e sendo submetidos a aferição de temperatura. A ação deve ser otimizada a partir da próxima segunda-feira (13), uma vez que essas barreiras serão reforçadas entre Nilo Peçanha e Igrapiúna, via consórcio Ciapra Baixo Sul.

NILO PEÇANHA/CAIRU

Uma outra barreira foi montada no trevo que liga as cidades de Nilo Peçanha e Cairu, onde equipes da prefeitura estão realizando o mesmo trabalho de monitoramento da via que dá acesso ao município arquipélago e também aos povoados ribeirinhos como Itiúca, Barra dos Carvalhos, São Francisco e Torrinhas, que é porta de entrada para a Ilha de Boipeba.

‘Evitem viagens para Ilhéus e Itabuna’, pede prefeita de Maraú, Gracinha Viana por conta do coronavírus

A prefeita de Maraú, Gracinha Viana (PP) fez um apelo aos marauenses para que não viajem para outras cidades, principalmente destinos como Ilhéus e Itabuna, por conta do novo coronavírus. A prefeita pediu que as pessoas fizessem um ‘sacrifício’ não pelo governo, mas por suas famílias e amigos neste momento díficil no mundo e no Brasil.

“Quero pedir a colaboração de todas as famílias do município de Maraú e solicitar a todos que evitem viagens, uma vez que a circulação de pessoas é um caminho de disseminação do coronavírus e certamente ninguém deseja que os seus parentes ou amigos de outras cidades, acabem sendo acometidos por esta doença”, disse a gestora.

A prefeita Gracinha determinou a intensificação da fiscalização na barreira sanitária no posto do Caubi. A gestora orienta a comunidade que apenas saia se for caso de extrema urgência médica, pois a fiscalização será mais rigorosa. As medidas são necessárias para conter o avanço do covid-19 e manter Maraú sem casos da doença.

COVID-19: Prefeitura mantém por tempo indeterminado a interdição das praias da Península de Maraú 

A prefeita Gracinha Viana informou na última quarta-feira (01) que renovou o decreto que mantém por tempo indeterminado as praias da península de Maraú. A medida restritiva ocorre por causa da pandemia do coronavírus. Agentes municipais com apoio da polícia militar poderão evacuar os locais, caso algum usuário das praias desobedeça.

A medida mantém o fechamento de casas de shows, academias, salão de beleza, rede Hoteleira (hotéis, pousadas, casas de temporada e camping). Fica suspensa a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades: regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans, inclusive de ônibus de turismo, barcos, moto aquáticas, escunas e qualquer outro transporte do gênero, no território do Município e Maraú, pelo prazo de 15 (quinze) dias.

Prefeitura de Maraú decreta situação de emergência com mais medidas contra o coronavírus

A prefeita Gracinha Viana declarou situação de emergência em Maraú para enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). O Decreto N° 1235, de 01 de Abril de 2020 – define uma série de medidas que reforçam as ações de contenção que vêm sendo adotadas nos últimos dias com o objetivo de conter a disseminação do vírus, de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia.

Publicado no Diário Oficial da cidade, o decreto autoriza a dispensa de licitação para aquisição de bens e serviços destinados ao enfrentamento da emergência. A cidade segue sem casos confirmados.

Entre as medidas previstas estão a suspensão de todos os eventos públicos e privados de qualquer natureza e a a prorrogação da interdição de todas as praias da península por tempo indeterminado. Agentes municipais com apoio da polícia militar poderão evacuar os locais, caso algum usuário das praias desobedeça.

A medida mantém o fechamento de casas de shows, academias, salão de beleza, rede Hoteleira (hotéis, pousadas, casas de temporada e camping). Fica suspensa a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades: regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans, inclusive de ônibus de turismo, barcos, moto aquáticas, escunas e qualquer outro transporte do gênero, no território do Município e Maraú, pelo prazo de 15 (quinze) dias.

Os estabelecimentos comerciais, incluído os prestadores de serviços poderão reabrir ou retornar ao serviço, a partir do dia 06 de abril de 2020, em seu horário comercial normal e deverão obedecer as normas de utilização de EPI’s, bem como adotar as medidas de prevenção determinadas pelo Ministério da Saúde quanto a limpeza,
higiene, prevenção, conscientização, informação e controle do Novo Coronavírus (COVID-19).

Os restaurantes, bares, lanchonetes e estabelecimentos congêneres, poderão retornar às suas atividades, desde que não haja consumação no local, podendo ainda fazer o atendimento por telefone ou internet, garantindo a entrega em domicílio (Delivery).

As obras privadas de construção civil poderão funcionar mediante obediência às diretrizes estabelecidas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura, através de autorização do referido órgão público, após o regular cumprimento das exigências legais.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

Prefeitura de Maraú interdita empresa de lancha rápida por descumprir decreto em Barra Grande

BARRA GRANDE – A empresa de lancha rápida Camamu adventure, que realiza o transporte marítimo teve seu posto de atendimento no município interditada pela prefeitura de Maraú na manhã desta quinta-feira, 2 de Abril. Durante fiscalização, ficou constatado que o estabelecimento descumpriu o decreto municipal reabriando a agência e oferecendo serviços.

O estabelecimento foi interditado e os responsáveis orientados quanto à proibição de reabertura até que a normalidade dos serviços de transporte seja oficialmente restabelecida. A medida tem o objetivo de evitar a transmissão do coronavírus no município.

Os estabelecimentos que não respeitarem o decreto da prefeitura de Maraú estão sujeitos a fechamento ou interdição temporária, através da cassação do alvará e a aplicação de multa. Toda ação contou com apoio de fiscais das Secretarias de Tributos, Infraestrutura, Turismo com apoio da Polícia Militar.

 

setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia