WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
santana assuncao smart barraprint estacao saude linguica penetra brasilgas tulum

:: ‘Geral’

SECRETARIA DE SAÚDE DE MARAÚ CONFIRMA 03 CASOS POSITIVOS DA COVID-19 NO CAMPINHO E 15 NOVOS RECUPERADOS

A Prefeitura de Maraú, por meio da Secretaria de Saúde divulga novo boletim da situação da Covid-19 nesta terça-feira (04). Segundo o informe, são 03 casos positivos no povoado do Campinho e 15 novos recuperados. Os casos foram confirmados por meio de testes rápidos e por critério clínico-epidemiológico.

A Vigilância Epidemiológica registrou 3 casos suspeitos em Barra Grande, além de descartar 03 casos suspeitos na Sede, 02 no Campinho e 02 em Barra Grande. A Secretaria confirmou mais um recuperado na Sede, 07 em Tremembé, 03 em Taipu de Dentro e 04 em Barra Grande.

Até a presente data, Maraú contabiliza, 258 casos confirmados, 214 pacientes recuperados, 41 ativos, 03 óbitos, 42 suspeitos, 42 aguardando resultado e 189 casos negativos. Disk Covid (73) 9 9965-9338 – (73) 9 9836-5649.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta a população a reforçar as medidas sanitárias definidas para evitar a disseminação da COVID-19, utilizando máscaras caseiras, realizando a higienização adequada das mãos, evitando contato físico (mantendo a distância mínima de 2 metros entre as pessoas) e se mantendo em domicílio sempre que possível.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

PM DO CAUBI E MARAÚ PRENDEM HOMEM QUE ATERRORIZOU REGIÃO DE TREMEMBÉ E GAMBOA

Guarnições da Polícia Militar de Maraú e do Caubi, prenderam na última segunda-feira (03), um homem de 22 anos, que estava aterrorizando moradores da região de Tremembé e da Gamboa, na zona rural do município. A polícia foi acionada por moradores logo no início da manhã.

De acordo com a PM, o suspeito que aparentava estar sob o efeito de entorpecentes, arrombou casas, quebrou veículos, tentou estorquir e coagiu diversas pessoas com ameaças e agressões. Após rondas na região, a polícia militar conseguiu prender J.S.S de 22 anos na regiãoa de Tremembé. O acusado foi levado para Delegacia da Polícia Civil em Ilhéus.

MARAÚ NÃO REGISTRA NOVOS CASOS DE COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24HORAS

A Prefeitura de Maraú, por meio da Secretaria de Saúde divulga novo boletim da situação da Covid-19 neste sábado (01). Segundo o informe, o município não registrou novos casos do novo coronavírus nas últimas 24 horas. O número permanece em 251 casos confirmados e apenas 56 casos ativos.

A Vigilância Epidemiológica registrou apenas dois casos suspeitos na Ilha do Sapinho e nove casos descartados no município. Tremembé teve 05 casos descartados, 01 na Ilha do Sapinho, 02 em Barra Grande e 01 na Sede.

Até a presente data, Maraú contabiliza, 251 casos confirmados, 192 pacientes recuperados, 56 ativos, 03 óbitos, 47 suspeitos, 47 aguardando resultado e 179 casos negativos. Disk Covid (73) 9 9965-9338 – (73) 9 9836-5649.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta a população a reforçar as medidas sanitárias definidas para evitar a disseminação da COVID-19, utilizando máscaras caseiras, realizando a higienização adequada das mãos, evitando contato físico (mantendo a distância mínima de 2 metros entre as pessoas) e se mantendo em domicílio sempre que possível.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

COM QUATRO ÓBITOS EM 24 HORAS, ILHÉUS ACUMULA 141 MORTES PELA COVID-19

Ilhéus registrou mais quatro óbitos pela Covid-19 nas últimas 24 horas. Com isso, o número de mortes causadas pelo novo coronavírus saltou de 137, ontem, para 141 nesta sexta-feira (31), conforme dados divulgados há pela Secretaria Municipal de Saúde. Foram confirmados 12 óbitos no município em cinco dias.

Ilhéus tem 454 pessoas que apresentaram os sintomas da doença esperando o resultado de exame. Até o início da noite eram 52 pacientes internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Muitos dos hospitalizados estão em estado grave.

De acordo com a Sesau, do total de infectados, 2.594 estão curados da doença. Entre os pacientes que venceram o novo coronavírus estão dono Almerinda Maria, que ficou 8 dias internadas no Centro de Atendimento da Covid-19. Durante cinco dias, ela ficou na UTI. (Pimenta)

ITABUNA REGISTRA 173 CASOS DE COVID-19 E QUATRO MORTES EM 24 HORAS

Nas últimas 24 horas, Itabuna registrou mais 173 casos de novo coronavírus. O número de infectados pela Covid-19 subiu de 5.361, na quinta-feira (30), para 5.534 nesta sexta-feira (31). Nesse período, a quantidade de mortes também subiu, passando de 118 para 122.

Itabuna tem 18.123 casos suspeitos notificados do novo coronavírus. Desse total, 12.158 foram descartados, 244 pessoas com os sintomas da doença aguardam o resultado de exame, 3.257 estão sendo monitorados e 3.013 pacientes se recuperam.

Existem 2.399 pessoas curadas do novo coronavírus. Há 28 pacientes internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 54 em leitos clínicos. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, há 34 leitos clínicos disponíveis e outros 13 de UTI livres em Itabuna. (Pimenta)

MARAÚ: ASSOCIAÇÃO DO MINÉRIO E TERRA VERDE RECEBE TRATOR AGRÍCOLA DO DEPUTADO JORGE SOLLA

Governador Rui Costa participou da entrega do trator.

Na manhã desta quarta-feira, 29, a Associação de Quilombolas agricultores e moradores do Minério e Terra Verde, recebeu um trator agrícola, fruto de uma parceria do Vereador Júlio César (PSD) que juntamente com o Deputado Federal Jorge Solla (PT) conseguiu através de emenda parlamentar.

“A nossa Associação necessitava de uma máquina para auxiliar demandas dos trabalhadores Rurais. Agradeço ao Deputado e ao Vereador que tiveram um olhar voltado para o homem do campo”, diz Maria Raimunda Da Silva Sacramento – presidente da Associação. 

A entrega foi feita em Salvador e contou com a participação do Governador Rui Costa que foi recebido pelo Deputado e a presidente da Associação. De acordo com o vereador Júlio César, este é o segundo trator agrícola entregue nas comunidades rurais fruto de parcerias com deputados. O parlamentar aproveitou a oportunidade para agradecer o Deputado Federal Jorge Solla.

PREFEITURA DE MARAÚ REDUZ PERÍODO DE SUSPENSÃO DA CONSTRUÇÃO CIVIL 

Mediante solicitação da população trabalhadora do ramo da construção civil, a prefeita de Maraú, Gracinha Viana, decidiu por reduzir o período de suspensão das obras, alterando a data para retorno no dia 10/08. Desta forma, o período de suspensão ficou estabelecido entre os dias 24 de julho até 09 de agosto. A medida visa controlar o avanço do número de contaminados entre trabalhadores da categoria.

 

Prefeitura de SP cancela festa de réveillon na Paulista devido à pandemia do novo coronavírus

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (17) que a tradicional festa de réveillon da Avenida Paulista, região central da cidade, não será realizada na virada para 2021 devido à pandemia do coronavírus e o risco ainda alto de transmissão da doença em aglomerações.

“Hoje, a gente anuncia que nós também não teremos o réveillon na Paulista nessa virada de ano de 2020 para 2021. Tanto a prefeitura quanto o governo do estado de São Paulo, os técnicos da vigilância sanitária e do governo do estado entendem muito temerário nós organizarmos um evento para um milhão de pessoas na Avenida Paulista para dezembro deste ano”, disse Covas durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, Zona Sul de São Paulo.

Covas ressaltou que, apesar das perdas econômicas para a cidade, o importante é a manutenção da saúde da população.

“A área da saúde foi preponderante para que a gente tomasse essa decisão. Não há nenhuma possibilidade de se pensar nesse momento numa festa que reúne 1 milhão de pessoas. Claro que o réveillon na Paulista ajuda o setor de turismo, mas é um evento muito mais para os paulistanos do que para os turistas”, afirmou ele.

O coordenador do Centro de Contingência do estado de São Paulo contra o coronavírus, Paulo Menezes, afirmou que a decisão vai ajudar a salvar vidas: “Não é momento para pensar nisso. O Centro de Contingência fica mais tranquilo. Vamos evitar muitas mortes dessa forma, salvando vidas”, argumentou.

À espera de vacina

Na última quarta-feira (15), o governador João Doria já tinha mencionado que megaeventos como réveillon e carnaval não deverão ser celebrados diante da pandemia do coronavírus, sem a criação da vacina contra a Covid-19.

“É a maior tragédia da história desse país em qualquer tempo. Não há nada a celebrar, não há nada a comemorar. E muita atenção àqueles que diante de um quadro como esse ainda querem fazer atividades festividades de Ano Novo ou de carnaval. Nós não temos que celebrar nem Ano Novo, nem carnaval diante de uma pandemia.

“Apenas com a vacina pronta e aplicada, e a imunização feita, é que podemos ter celebrações que fazem parte do calendário do país, mas neste momento, não”, afirmou Doria, na ocasião.

Festa de réveillon no Rio é suspensa devido à pandemia da Covid

RIO – Se a pandemia do novo coronavírus mudou a rotina do mundo, agora, impacta diretamente numa das festas mais tradicionais do Rio de Janeiro: o réveillon na Praia de Copacabana. A prefeitura comunicou neste sábado que a comemoração, no modelo em que o público está acostumado a celebrar, não será possível para celebrar a chegada de 2021. O comunicado do município ressalta que é possível festejar para além da reunião de 3 milhões de pessoas na Praia de Copacabana, cartão postal de importância para a data. A ideia, a ser debatida nos próximos dias, é de apresentar os formatos possíveis dentro de um formato virtual, com transmissão por TV e plataforma digitais.

Mesmo num novo formato, a parceria com a iniciativa privada seria necessária para a realização do espetáculo, segundo a Riotur informou em nota. A organização, de acordo com a pasta, ainda é possível de ser feita pois os preparativos e estudos têm sempre início em agosto. Sendo assim, estaria dentro do cronograma esperado.

Na semana passada, no dia 17, a prefeitura de São Paulo anunciou o cancelamento de sua também tradicional celebração da virada de ano na Avenida Paulista. A mudança no calendário também foi motivada pela pandemia da Covid-19.

Na última festa de réveillon carioca, as areias de Copacabana ficaram tomadas por mais de 3 milhões de pessoas. A tradicional queima de fogo, com programação de shows durante toda a noite do dia 31 de dezembro, é um dos principais cartões postais do Brasil para a data, sendo a maior festa do país.

Há um mês, a prefeitura já sinalizava buscar por formas alternativas de celebrar a chegada do novo ano sem programações para levar milhões de cariocas e turistas para as ruas. A transmissão de shows pela internet era cogitado. A expectativa era de queda no número de casos de infecção pela Covid-19 e um controle ao ponto de evitar uma nova onda de contágio.

Na avaliação do presidente da Associação de Hotéis do Rio (ABIH-RJ), Alfredo Lopes, a decisão da prefeitura é “um absurdo”, e impacta as operações do setor, que chegou a ter 80% dos estabelecimentos fechados e cerca de 20 mil empregos suspensos na quarentena. Segundo dados da entidade, a ocupação na capital está em torno de 15% a 20% da capacidade. Para Lopes, uma saída para evitar aglomerações na Praia de Copacabana seria distribuir pontos de queima de fogos na orla da cidade.

— Nós vínhamos conversando, inclusive com o presidente da Riotur, com a proposta de fazer queimas de fogos em vários pontos e de não ter shows em Copacabana. Era uma forma de não ter concentração no bairro. É um total absurdo a prefeitura, unilateralmente, sem conversar com a iniciativa privada, que tem mais de R$ 20 bilhões de investimentos e geram 100 mil empregos, cancelar sem ter um plano B, o que é facílimo. O Carnaval até concordamos que seja adiado, mas, o cancelamento da festa do réveillon é um absurdo total! É muito diferente de São Paulo, que não tem pontos turísticos como tem no Rio. A proposta era fazer pontos de fogos descentralizados pela orla e, com isso, não teria aglomeração — argumenta.

MARAÚ: JUSTIÇA SOLTA HOMEM PRESO EM BARRA GRANDE COM QUASE 1KG DE COCAÍNA

O traficante preso pela Polícia Militar em Barra Grande que na ação continuada em parceria com a Polícia Civil que conseguiu apreender quase 1 kg de cocaína foi solto pela justiça. A justificativa para do afrouxamento da prisão, segundo a decisão da justiça era que não havia motivos para não conceder a liberdade provisória. “Prisão é a excessão e a liberdade é a regra”, diz a decisão judicial.

Quase 1kg de cocaína apreendida em Barra Grande pela polícia civil e militar.

Porém, com a pandemia do coronavírus, e com a suspensão das audiências, os juízes que antes realizavam as sessões passaram a apenas analisar os documentos relativos à prisão enviados pela Polícia Civil, e avaliam se há necessidade de manter a pessoa atrás das grades.

outubro 2021
D S T Q Q S S
« set    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  




WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia