Esporte - BARRA GRANDE 24 HORAS
WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia






:: ‘Esporte’

Maraú: Sensei Elivan Souza dá aulas gratuitas de karatê para crianças e adolescentes em Tremembé

Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre um projeto esportivo que atende jovens no povoado de Tremembé, em Maraú. ‘Formando Cidadãos’ é o nome dado ao projeto social que oferece aulas de karatê. As aulas é ministrada pelo Sensei Elivan Souza Santos, faixa preta 1 Dan, e que atende ao todo 30 crianças e jovens de 7 a 17 anos. 

O Karatê, uma arte marcial reconhecida por educadores, médicos e sociólogos como uma maneira saudável da prática do esporte, desenvolve aspectos psicológicos e comportamentais, tais como disciplina, responsabilidade, pontualidade, organização, concentração, respeito à hierarquia e ao próximo, raciocínio rápido, auto controle, auto confiança. 

Os benefícios físicos também são significativos, uma vez que o karatê desenvolve um bom funcionamento cardiovascular, tonificando os músculos, exercendo elasticidade, proporcionando qualidade no sono e disposição física. O vereador Adson é um apoiador do projeto.

Maraú conquista 6 medalhas de bronze no Sul-Americano de Canoagem na Argentina

Nesta domingo, a canoagem marauense voltou a conquistar mais um resultado histórico. Zé Filho que já tinha ganhado três medalhas de bronze no sábado, voltou a fazer bonito em sua primeira competição internacional e conquistou mais três medalhas de bronze, totalizando seis medalhas no Sul-Americano de Canoagem, na cidade de Ensenada, província de Buenos Aires, na Argentina. O grupo Mil Sorrisos também apoiou o atleta.

Zé tem 42 anos, é pescador e portador de cinco hérnias de disco. As medalhas de bronze foram nas provas de k2-500 metros, k1-500 metros, k4-500 metros e no segundo dia de competições, Zé voltou a conquistar o bronze nas provas de 200 metros. Treinando a pouco menos de um ano, o atleta conquistou a primeira medalha de ouro no campeonato nacional na categoria K1 Master masculino. 

Escola Olímpica de Canoagem de Maraú tem como treinado o experiente Figueroa Conceição Souza, o popular “Figo”, atual presidente da Federação Baiana de Canoagem e técnico que revelou o bicampeão mundial Isaquias Queiroz. A convite da Confederação Brasileira de Canoagem em 2014, Figueroa foi técnico de canoa das categorias Junior, Sub-23 e Sênior Feminino. O homem que revelou Isaquias Queiroz, agora revela talentos em Maraú. A Escola Olímpica de Canoagem foi criada no município pela Prefeitura Municipal, a pedido da Prefeita Gracinha Viana (PP).

 

Zé Filho de Maraú faz história e conquista 3 medalhas de bronze no Sul-Americano de Canoagem na Argentina

Zé Filho, canoísta marauense.

Conquistar boas colocações nas provas em que participa têm sido uma rotina na carreira de Zé Filho. Desta vez, o canoísta participou do Campeonato Sul-Americano de Canoagem, em Ensenada, na Província de Buenos Aires, na Argentina. Lá, ele já conquistou três medalhas de bronze nas categorias K2 -500
K1- 500m e no k4 500 m. E amanhã esse número pode aumentar. Para esta viagem, o atleta contou também com o apoio do Réveillon Mil Sorrisos.

Essa é primeira vez na história do município, que um atleta da recém-criada Escola Olímpica de Canoagem de Maraú participou do Campeonato Sul Americano. Treinando a pouco menos de um ano, o atleta José Júnior (Zé Filho), conquistou a primeira medalha de ouro no campeonato nacional na categoria K1 Master masculino. 

Escola Olímpica de Canoagem de Maraú tem como treinado o experiente Figueroa Conceição Souza, o popular “Figo”, ex- presidente da Federação Baiana de Canoagem e técnico que revelou o bicampeão mundial Isaquias Queiroz. A convite da Confederação Brasileira de Canoagem em 2014, Figueroa foi técnico de canoa das categorias Junior, Sub-23 e Sênior Feminino. O homem que revelou Isaquias Queiroz, agora revela talentos em Maraú.

Zé tem 42 anos, é pescador e portador de cinco hérnias de disco. A Escola Olímpica de Canoagem foi criada no município pela Prefeitura Municipal, a pedido da Prefeita Gracinha Viana (PP).

 

Festival de Capoeira ‘Vadea Barra Grande’ atraiu capoeiristas de várias cidades da Bahia 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nos dias 1 e 2 de dezembro, aconteceu o 3° Festival De Capoeira Vadea Barra Grande. O evento contou com a presença de capoeiristas de várias cidades da Bahia, entres elas Jequié, Itacaré, Jitaúna, Itagí, Ubatã, Ubaitaba, Ipiaú, Itabuna, Ibirataia, Ilhéus, Aiquara, Ilhéus e Salvador. O Festival de capoeira realizou ainda nos dois dias de evento oficinas de capoeira e entregas de cordas.

      

O evento foi promovido pelo Grupo Águias Acrobatas, por meio do Remendo Alef Matos, reuniu mais de 40 capoeiristas e teve a supervisão do mestre Nenel de Itamaraju e do mestre Tal. 

As atividades começaram na escola Maria Amélia com várias oficinas promovidas por mestres de capoeira e logo após saíram em caminhada pelas ruas de Barra Grande, até a praça central. Alef agradeceu o apoio que teve dos empresários locais e principalmente da grande parceria com a prefeitura de Maraú, através da prefeita Gracinha e do Secretário de Educação, Cultura e Esporte, Antônio Carlos que deram total apoio para o sucesso do evento.

Projeto Esporte na Cidade realiza Festival Esportivo de Barra Grande

por Samuel Santos

Em execução em Barra Grande, na península de Maraú, desde janeiro, o Projeto Esporte na Cidade realizará o Festival Esportivo de Barra Grande. A competição será disputada entre os alunos beneficiados pela iniciativa nos dias 10, 12 e 14 dezembro.

O Ginásio Poliesportivo de Barra Grande abrigará as disputas de Futsal, Handebol e Baleado. A competição será realizada sempre das 14h às 17h. O Festival Esportivo de Barra Grande marcará o fim do primeiro ano do Projeto Esporte na Cidade em Maraú.

O professor, Gustavo Sette, explica que a competição será mais um momento de aprendizado e interação entre os beneficiados do projeto. “Esse tipo de festival é muito importante para a formação das crianças. É o momento de colocarmos em prática tudo que foi trabalhado durante as aulas. A cooperação, o trabalho em equipe, a competitividade, o respeito aos colegas e as regras. Então, através da interação durante o festival, eles conseguem trabalhar também a questão de aprender a ganhar e a perder. Isso é muito importante para a formação de caráter do jovem”, disse.

Os alunos serão divididos, por meio de sorteio, em quatro equipes Sub-14 e outros quatro times Sub-17. Os conjuntos serão os mesmos em todas as modalidades disputadas. A competição será no sistema de chaveamento olímpico – semifinal, final e disputa de terceiro lugar. Os vencedores de cada torneio receberão um troféu. Todos os inscritos ganharão medalhas.

O Projeto Esporte na Cidade beneficia, em Barra Grande, 100 alunos com aulas gratuitas de iniciação esportiva (futsal, vôlei, basquete e handebol). Além disso, a iniciativa contrata um profissional de educação física para orientar as atividades. Todos os alunos, ao longo do ciclo de atividade, receberam, de forma gratuita, camisa, short, meião e tênis.

O Esporte na Cidade é viabilizado pela Lei Federal de Incentivo ao Esporte e conta com apoio da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Turismo e Lazer de Maraú, das Polícias Militar e Civil da Bahia e do Sítio Carapitangui. A iniciativa é realizada pela Organização De Peito Aberto Incentivo ao Esporte, Cultura e lazer. O objetivo é ofertar atividades esportivas e de lazer orientado de forma profissional.

Site: Atualiza Bahia

Zé Filho medalha de ouro no brasileiro de canoagem vai representar Maraú no Sul-Americano na Argentina

Zé Filho vai representar Maraú no Sul-Americano de Canoagem.

Zé Filho de Maraú vai integrar a equipe brasileira que segue nesta terça-feira, dia 4, para a Argentina onde disputará medalhas no Campeonato Sul-Americano de Canoagem Velocidade na cidade de Ensenada, província de Buenos Aires, entre os dias 7 e 10 de dezembro. O atleta de Maraú é treinados pelo técnico Figueroa. 

Zé filho também participou este ano da Copa Brasil de Canoagem também em Curitiba, onde conquistou a medalha de ouro. Zé tem 42 anos, é pescador e portador de cinco hérnias de disco. A Escola Olímpica de Canoagem foi criada no município a quase um ano pela Prefeitura Municipal, a pedido da Prefeita Gracinha Viana (PP).

De canoa havaiana, 6 remadores participam da travessia Barra Grande-Cachoeira de Tremembé

Imagem: Petrel Filmes

Na última terça-feira, 25, aconteceu a inédita expedição Barra Grande-Cachoeira de Tremembé de Canoa Havaiana. O evento, promovido pela MUT´HOE VA’A CLUB de Barra Grande, na Península de Maraú reuniu seis remadores locais

Os remadores partiram da Ponta do Mutá e passando por pontos turísticos da Península, como as ilhas e lindas praias e passando pela sede do município. No retorno, os remadores voltaram de lancha, mas com o sentimento de dever cumprido e com e encantados com a sempre linda cachoeira.

Imagem: Petrel Filmes

Foram 40 km de remada até chegar na cachoeira de Tremembé, um esforço que premia qualquer um logo na chegada. A Barra Grande SUP E VA’A que recentemente fez a travessia Barra Grande-Camamu em pouco mais de 3 horas.

Imagem: Petrel Filmes

CANOA HAVAIANA

Criada no triângulo polinésio, conjunto de ilhas do Pacífico, a canoa havaiana – canoa Polinésia ou Va’a, como também é conhecida – se tornou uma prática esportiva muito procurada pelas pessoas que gostam de aventura.

A canoa havaiana é uma atividade física cuja estrutura principal é ser uma embarcação a remo, com um flutuador lateral que dá estabilidade aos praticantes. Existem alguns tipos de canoas, variando de acordo com os números de lugares, sendo desde individual (OC1), duplas, de quatro lugares, as mais tradicionais, de 6 lugares. Também têm os chamados catamarãs, que são a junção de duas canoas de 6 lugares, formando uma embarcação de duplo casco com 12 lugares.

Praticar canoa havaiana traz benefícios para o corpo, para a mente, e melhora as relações com as pessoas

A canoa havaiana exige foco e equilíbrio nas remadas para evitar sobrecargas físicas desnecessárias. Quando praticada em grupo, a atividade exige dedicação, paciência e companheirismo, para a execução em sincronia dos movimentos. Isso faz com que o esporte também seja uma ótima forma de ampliar as relações interpessoais. Já em relação aos benefícios físicos, a canoa havaiana atua na perda de peso, melhora o condicionamento, tonifica os músculos e ajuda na flexibilidade.

Maraú: Eric Oliveira de Barra Grande é Campeão da Copa Baiana de Muay Thai em Irecê

Neste sábado, 15 de setembro, aconteceu a Copa Baiana de Muay Thai. Realizado em Irecê, o evento reuniu atletas de várias cidades da Bahia. E Barra Grande mais uma vez foi bem representada pelos atletas, conquistando o cinturão com Everson Silva, que levou a melhor após seu oponente desistir da luta encima da hora.  Já Eric Oliveira foi para sua primeira competição e fez bonito, derrotou seu oponente e sagrou-se Campeão na Copa Baiana.

Os atletas tiveram o apoio da APEMA, Academia Tribo Barra, Pousada Meu Sossego, Zemaro Cavalcante, Duarley Bueno, Agência de Turismo, Camamu Adventure e a Secretaria de Educação, Esporte e Cultura da Prefeitura de Maraú, por meio do Secretário Antônio Carlos.

 

Maraú: APEMA Karatê de Barra Grande conquista 6 medalhas no Campeonato Brasileiro Interestilos em Brasília

A equipe APEMA Karatê de Barra Grande participou, entre os dias 7 e 9 deste mês, da 25ª edição do Campeonato Brasileiro Interestilo e Open Brazil Internacional, realizado na capital federal Brasília. O time marauense, orientado pelo professor Flávio Brasil, conquistou 6 medalhas, com uma medalha de ouro, duas de prata e três de bronze.

Confira o desempenho dos caratecas marauenses em Brasília

  1.  Raylan Santos – Medalha de Prata Kumite individual
  2.  Raylan Santos – Medalha de Bronze Kumite individual (Por Equipe)
  3.  Marcelo Silva (Faixa Preta a Marron) –  Medalha de Bronze Kumite individual
  4.  Marcelo Silva – Medalha de Bronze e Bronze Kumite (Por Equipe)
  5.  Rian Santos –  Medalha de Ouro
  6.  Elisabeth – Medalha de Prata

 

O Campeonato Brasileiro de Karatê Interestilos e o Open Internacional contou com a participação de 1.678 atletas registrados, que atuaram em 187 categorias, distribuídas em sete faixas, no Kata e no Kumitê, individual e por equipes. As competições foram realizadas no Ginásio Nilson Nelson, na capital federal.

Zé Filho de Maraú conquista a inédita medalha de ouro no campeonato brasileiro de canoagem em Curitiba

Pela primeira vez na história do município, atletas da recém-criada Escola Olímpica de Canoagem de Maraú estão participando do Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem. Treinando a pouco menos de um ano, o atleta José Júnior (Zé Filho), conquistou a primeira medalha de ouro no campeonato nacional na categoria K1 Master masculino. Agora o novo campeão brasileiro está classificado para o campeonato Sul-americano que deve acontecer no Uruguai.

Zé filho também participou este ano da Copa Brasil de Canoagem também em Curitiba, onde conquistou a medalha de ouro. Zé tem 42 anos, é pescador e portador de cinco hérnias de disco. A Escola Olímpica de Canoagem foi criada no município a quase um ano pela Prefeitura Municipal, a pedido da Prefeita Gracinha Viana (PP).

A Escola Olímpica de Canoagem de Maraú tem como treinador o experiente Figueroa Conceição Souza, o popular “Figo”, ex- presidente da Federação Baiana de Canoagem e técnico que revelou o bicampeão mundial Isaquias Queiroz. A convite da Confederação Brasileira de Canoagem em 2014, Figueroa foi técnico de canoa das categorias Junior, Sub-23 e Sênior Feminino. O homem que revelou Isaquias Queiroz, agora revela talentos em Maraú.



fevereiro 2019
D S T Q Q S S
« jan    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728  



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia