Destaque5 - BARRA GRANDE 24 HORAS
WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pousada cravo canela apaixona camamu

dezembro 2019
D S T Q Q S S
« nov    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

:: ‘Destaque5’

Conheça a BlackGold Multimarcas, loja virtual criada por jovens empreendedores de Barra Grande que faz sucesso na internet

Jonata Bomfim e Jeferson Silva, jovens empreendedores proprietários da BlackGold Multimarcas.

MARAÚ – dois jovens moradores de Barra Grande, abriram uma loja de multimarcas virtual. A ideia é trazer uma opção diferente para os moradores de toda região. A Blackgold Multimarcas é um projeto com sociedade entre Jonata Bomfim e Jefferson Silva que contam que sempre tiveram esse projeto em mente, mas que só agora conseguiram colocar em prática.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A loja virtual vende diversos tipos de modelos de camisas e bermudas que vem diretamente de Santa Catarina e Fortaleza, no Ceará. O estoque de roupas da loja virtual fica na localidade dos Três Coqueiros, em Barra Grande. 

Redes sociais

Os jovens empreendedores têm apostado nas redes sociais para expor os produtos e interagir com os consumidores. Os dois que são estudantes de educação física, criaram um perfil no Instagram para comercializar e divulgar as peças de roupa. Por meio de indicações e visualizações das postagens, Jonata atende os clientes.
 
A maioria das encomendas são feitas pelos moradores de Barra Grande, Ubaitaba, Itabuna, Ilhéus e Camamu. Pra quem mora em Barra Grande, o cliente escolhe a peça no instagram, vai na casa de Jonata com horário e local marcado, prova a peça e realiza a compra que pode ser parcelada em até 6x no cartão de crédito. 
 
BLACKGOLD MULTIMARCAS
Barra Grande
instagram.com/blackgold.ba/
Vendas via WhatsApp: 📲
73 9 99505436
73 9 82343288
 
 

TCM reprova novamente contas da prefeitura de Gongogi e multa prefeito em R$ 41 mil

Giro em Ipiaú

O Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta terça-feira (26/11), rejeitou as contas referente ao exercício de 2018 da Prefeitura de Gongogi, de responsabilidade do gestor Edvaldo dos Santos, o Kaçulo. De acordo com o TCM, a extrapolação do percentual máximo para despesa com pessoal  foi o motivo que levou à rejeição das contas.

Os gastos alcançaram o montante de R$12.543.053,66, que correspondeu a 70,11% da receita corrente líquida do município, superior, portanto, ao limite de 54%. Além disso, o prefeito aplicou apenas R$1.583.916,34 em ações e serviços públicos de saúde, representando 14,43% da arrecadação dos impostos, quando o mínimo exigido é 15%. Essa irregularidade também comprometeu o mérito das contas.

O prefeito foi multado em R$36 mil, que corresponde a 30% dos seus subsídios anuais, por não ter reduzido a despesa total com pessoal, conforme determina a Lei de Responsabilidade Fiscal. Foi imputada ainda uma segunda multa, no valor de R$5 mil, pelas demais irregularidades identificadas durante a análise das contas. O relator do parecer, conselheiro Francisco Netto, também determinou a recondução da dívida consolidada do município ao limite estabelecido em resolução do Senado, vez que representou 168,79% da receita corrente líquida. Cabe recurso da decisão. Em tempo, o município de Gongogi segue há 20 anos sem ter uma conta aprovada. De acordo com dados do TCM, a última aprovada foi em 1997, na gestão de Roque Rocha Monteiro. Já o atual gestor está inelegível após a Câmara Municipal rejeitar as suas contas referente ao exercício de 2017. (GIRO com informações do TCM)

Porto Seguro: Família fica ‘ilhada’ em banco de corais após maré subir

Giro em Ipiaú

Uma família de turistas de São Paulo ficou ilhada durante uma visita a uma barreira de corais em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento. Segundo o Radar 64, o fato ocorreu na tarde desta terça-feira (26) na praia de Ponta Grande, na orla Norte, após a maré subir. Bombeiros precisaram se deslocar a nado ao local e fizeram o resgate das três pessoas.

Ao site, o sargento Marcelo Cardoso informou que as pessoas estavam com a água na altura do peito. Por não conhecerem o local ficaram receosos de retornar à praia. As três pessoas resgatadas foram Gabriela Cosmos dos Santos, de 32 anos, Eurico Valentino Nascimento Júnior, de 36, e uma adolescente de 13 anos. Apesar do susto, todos passam bem.

ATUALIZADO: Jatinho cai durante pouso e deixa uma mulher morta e 9 pessoas feridas em Barra Grande

Uma aeronave caiu durante o pouso na pista de um resort em Barra Grande, distrito de Maraú, na região sul da Bahia. Segundo informações o acidente ocorreu pouco depois das 14h. 8 adultos e uma criança estavam no bimotor Cesna Citation 550 de Prefixo PT-LTJ é de propriedade do bilionário brasileiro José João Abdalla Filho, de 74 anos.

De acordo com a Polícia Civil de Maraú, uma mulher ainda não identificada morreu carbonizada dentro do avião, após ficar presa nas ferragens. As outras 9 pessoas estão no Posto de Saúde de Barra Grande aguardando a chegada de uma aeronava da Polícia Militar que fará o transporte das vítimas para Salvador. 

Em entrevista ao portal R7 por volta das 15h30 desta quinta, Abdalla confirmou que é o proprietário do jatinho. Ele, no entanto, encontra-se na cidade de Nova York e não sabe quem estava à bordo da aeronave. Segundo dados da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave estava com o certificado de aeronavegabilidade em situação regular. (Site Barra Grande 24h)

 

 

Prefeitura de Maraú e Governo da Bahia iniciam retirada do óleo coletado nas praias

A pedido da Prefeita de Maraú, Gracinha Viana, o Governo do Estado da Bahia, por meio do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e a Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (CERB), já iniciou a retirada do óleo coletada nas praias do município.

A retirada do óleo começou na tarde da última terça-feira, 12. O início da ação foi acompanhada pelo Secretário de Meio Ambiente de Maraú, Valdemir Lisboa, juntamente com membros do Inema. Mais de 50 toneladas de resíduos serão retirados até o fim desta semana do galpão onde estava armazenado o óleo.

De acordo com o presidente da CERB, Antonio Matos, “a empresa, em parceria com Inema e prefeitura, vai continuar colaborando no suporte ao município que teve suas praias afetadas pelas manchas de óleo, através de equipamentos e pessoal no processo de coleta e transporte de resíduos”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 
Funcionários da Secretaria de Infraestrutura de Maraú, auxiliaram na remoção dos residuos. Foram disponibilizados ao todo, 04 (quatro) caminhões muncks, sendo que dois deles já iniciaram o processo de coleta. Todo material coletado em Maraú ficará temporariamente armazenados em empresas especializadas em resíduos, até o alinhamento do destino final.
 
 
 
 
 
 
 
 

Ituberá implantará colégio com Vetor de Disciplina Militar

Do Portal Pratigi

Foi apresentado na sessão da Câmara de Vereadores de Ituberá, nesta quinta-feira (7), o Projeto de Vetor Disciplinar Militar, que será implantado no município, numa parceria da Prefeitura de Ituberá, através da Secretaria Municipal da Educação, com a Polícia Militar da Bahia. A proposta teve indicação do Vereador André Gonçalves.

A sessão contou com a presença do Ten. Cel. Alexandre Souza, comandante da 33ª CIPM, que apresentou o projeto a convite da Prefeita Iramar Costa, da secretária da Educação de Ituberá Fernanda Martins, do Vice-Prefeito Vivaldo Neto, além do secretário de Governo, Justiça e Cidadania, Emanuel Ribeiro Filho.

O Ten. Cel. Alexandre disse que o modelo aproveita a expertise da Polícia Militar, utilizada nos Colégios da Polícia Militar, com muito êxito, desde 1957. Após explanação do comandante, o projeto foi votado e aprovado, por unanimidade, e será inserido na cidade de Ituberá, levando educação diferenciada para crianças e adolescentes, proporcionando-lhes a oportunidade de mudança moral e social.

A Prefeita Iramar Costa disse que essa escola faz parte da política municipal de qualificação da educação da juventude de Ituberá. “A implantação do colégio reforça ainda mais essa parceria já estabelecida entre a gestão e a PM da Bahia. Deixaremos um importante legado para a sociedade ituberaense, contribuindo na formação dos nossos cidadãos, com uma educação de qualidade. A prefeitura realizará os investimentos necessários, para que já no início do ano letivo de 2020 possamos fazer a inauguração desse importante equipamento para o povo ituberaense.”, comemorou a Prefeita Iramar Costa.

O Comandante destacou a preocupação da Polícia Militar na educação das crianças e adolescentes, lembrando que além de serem o futuro, são a esperança e o presente do Brasil. “O vetor disciplinar militar já existe em outros municípios vizinhos (Igrapiúna e Camamu) e objetiva contribuir para melhoria da educação em toda região da Costa do Dendê/Baixo Sul”, disse o Ten. Cel. Alexandre.

Apesar da decisão do STF, ex-presidente esbarra na lei da ficha limpa e não pode ser candidato em 2022

Rio de Janeiro – Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa do lançamento da campanha Se é público é para todos, organizada pelo Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas (Fernando Frazão/Agência Brasil)

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem proibir a prisão após a condenação em segunda instância. Agora, as penas só poderão ser executadas após o chamado “trânsito em julgado” — quando não há mais recursos possíveis. O novo entendimento afeta diversos processos, incluindo alguns que correm no âmbito da Operação Lava Jato e a condenação de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

Mas a soltura dos presos não é imediata, nem se restringe a políticos. Segundo o CNJ (Conselho Nacional de Justiça), no começo de outubro, havia quase 5 mil pessoas presas depois de terem sido condenadas em segunda instância. 

O que o STF julgou?

O plenário do Supremo decretou a constitucionalidade do artigo 283 do Código de Processo Penal, que estabelece: “Ninguém poderá ser preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente, em decorrência de sentença condenatória transitada em julgado ou, no curso da investigação ou do processo, em virtude de prisão temporária ou prisão preventiva.”

O que mudou? Por 6 votos a 5, o plenário confirmou que a execução da pena só pode ser feita após o trânsito em julgado do processo, ou seja, quando todos os recursos cabíveis estiverem esgotados. O STF modificou uma jurisprudência que havia sido consolidada em dois julgamentos em 2016 e 2018. Nestes casos, no entanto, foram avaliadas condenações específicas, e não o mérito da execução da pena e da presunção de inocência.

Presos serão soltos imediatamente? Em entrevista a jornalistas após o julgamento, o ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, que votou de forma favorável à execução da pena após julgamento em 2º grau, afirmou que o novo entendimento não acarretará em liberdade automática. “Não há, em face dessa decisão, nenhuma liberação automática de quem quer que esteja preso por condenação em confirmação de segunda instância. A consequência que tem é que retira-se o fundamento que, até agora, era majoritário e, a partir de agora, os juízes decretarão ou não as prisões cautelares”, afirmou.

O ministro contextualizou “que as prisões tidas nesse momento como pena que propiciaram a execução provisória podem ser convertidas pelo exame de cada processo e cada prazo”. 

Lula já pode ser solto? Isso ainda não está claro. Em tese, para que a decisão tenha efeito, o STF precisa primeiro publicar o acórdão do julgamento (documento que contém a determinação do tribunal), e isso pode levar até dois meses para acontecer.

A Justiça Federal do Paraná, responsável por executar a pena de Lula, também precisa ser formalmente comunicada da decisão do Supremo —ou provocada a agir pela defesa do ex-presidente, por exemplo — para autorizar a soltura. Logo após o julgamento, a defesa de Lula informou que vai pedir a soltura imediata do ex-presidente já nesta sexta-feira (8).

Quantos casos serão afetados? Segundo o Conselho Nacional de Justiça, cerca de 4.900 réus tiveram penas executadas após condenação em segunda instância. A Força-Tarefa da Lava Jato no Paraná afirma que 38 condenados na Lava Jato poderão ser beneficiados com a decisão. Ainda segundo o MPF-PR, outros 307 denunciados, que aguardam julgamento em primeira instância, também poderão ser beneficiados. Réus que estão detidos por conta de prisão preventiva, temporária ou prisão em flagrante não serão afetados.

Quantos casos não serão afetados? Prisões cautelares, comuns em casos como os de crimes hediondos ou em qualquer outra situação prevista em lei em que a Justiça vê risco à sociedade ou continuidade do crime, não são afetadas pela decisão. Em seu voto, Toffoli também destacou que, em casos de crimes hediondos essas prisões podem ser imediatas – e portanto, também excluídas da decisão. O STF deverá julgar nas próximas semanas a prisão para condenados por Tribunais do Júri. 

Lucinho Mendes fala da gravação de seu DVD na Vila Saudável, em Ituberá

Do Portal Pratigi

O cantor Lucinho Mendes foi o entrevistado desta sexta-feira do programa Jornal da MC, da Rádio MC Web, de Ituberá. A entrevista foi ao ar ao meio dia e o cantor promoveu sua agenda que conta com um show especial para a gravação do seu DVD, que será realizado dia 10 de novembro, na Área Verde da Vila Saudável, em Ituberá.

Ao falar da escolha da Vila Saudável para a gravação do DVD, Lucinho elogiou o trabalho da empresária Adelaide Ribeiro, que promoveu uma requalificação de todo o ambiente da área verde, com ampliação, nova iluminação e novo paisagismo. “Eu fiquei encantado com o belíssimo trabalho que ela fez na vila. Eu disse tem que ser na Vila Saudável”, disse Lucinho.

O músico falou da escolha minuciosa do repertório que contará com vários sucessos já consagrados pelos fãs e das novidades de seu novo CD que estarão na gravação do DVD, como a nova “Dèjavù”.

Perguntado sobre sua carreira, Lucinho disse que vem trabalhando com seriedade e respeitando seu público sempre com novos shows, escolha de repertório e aproximação direta com as pessoas. “Fico muito feliz em vencer mais uma etapa nessa estrada. Graças à Deus este ano foi bacana e o próximo ano vai vir com tudo”, finalizou Lucinho Mendes.

Veja a entrevista de Lucinho Mendes na Rádio MC, de Ituberá:

Manchas de óleo chegam à Praia do Espelho, em Trancoso, e voltam a atingir Morro de São Paulo

Do G1 BA

As manchas de óleo que atingem o litoral do nordeste do Brasil chegaram à Praia do Espelho, um dos destinos turísticos mais procurados de Trancoso, em Porto Seguro, e também voltaram a atingir Morro de São Paulo, nesta segunda-feira (4).

Até agora, está em 28 o número de cidades baianas que registraram o aparecimento da substância — o dado foi atualizado após as manchas surgirem em Prado e Alcobaça. Na Praia do Espelho, as manchas apareceram no final de semana. Segundo informações da assessoria de comunicação da prefeitura de Porto Seguro, foram registrados pequenos fragmentos, que já foram retirados da praia.

Já em Morro de São Paulo, as manchas voltaram a aparecer na Terceira e na Quarta praias. Equipes da prefeitura local se mobilizaram para fazer a limpeza.

De acordo com a prefeitura, as outras praias de Cairu seguem sem apresentar novos registros do material. Desde a chegada da substância até domingo (3), a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável fez a retirada de 50 toneladas da região.

O monitoramento continua em todas as praias do Arquipélago, com mais de 50 servidores municipais, atuando 24 horas por dia, informou por meio de nota a prefeitura de Cairu. Equipes técnicas do INEMA, IBAMA, Marinha do Brasil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Polícia Civil também acompanham o trabalho, com apoio essencial dos grupos grupos de voluntários.

Prefeitura emite nota oficial sobre descarte do óleo coletado nas praias de Maraú

 

Diante da denúncia de descarte irregular de produto tóxico, a Prefeitura Municipal de Maraú, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, informa que durante uma reunião com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), que ocorreu na cidade de Itabuna, ficou acertado que todo o material retirado do mar seria colocado em um local apropriado no município de Maraú, essa foi à orientação do Instituto.

O governo da Bahia será responsável em remover todo o produto do município para descarte em local apropriado. Isso deve acontecer após licitação para escolha da empresa.

A prefeitura informa que o material está sendo colocado em um galpão coberto, no município, como foi orientado pelo INEMA. Acontece que, algumas pessoas que estavam transportando o referido material acabaram descartando o produto no lixão, o que gerou preocupação e até denúncia por parte da população. Assim que tomou conhecimento do fato, a prefeitura entrou com as devidas providências.

Neste momento as máquinas da prefeitura estão removendo o óleo e colocando no galpão, como foi orientado pelo INEMA. Enquanto a verba que foi dita no vídeo que a prefeitura teria recebido, é mentira. Pois, nem o governo Federal ou Estadual ainda não destinou verba financeira nenhuma para tal finalidade.

A prefeitura conta com uma equipe de aproximadamente 40 pessoas, espalhadas em grupos monitorando e limpando as praias da Península de Maraú com o apoio de populares, além do apoio do Corpo de Bombeiros, Marinha, Defesa Civil e AMURC.





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia