WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
faculdade de ilheus faculdade de ilheus faculdade de ilheus

:: ‘Costa do Dendê’

Por medo de Covid-19, coveiro e moradores se negam a enterrar idosa na Bahia; agentes funerários fazem sepultamento

Dois agentes funerários fizeram o enterro de uma idosa de 81 anos vítima da Covid-19, na última sexta-feira (5), em um cemitério localizado no distrito de Rosário, que pertence ao município de Canudos, no norte da Bahia. A mulher morreu em Salvador e teve o corpo levado para onde morava no interior do estado. Contudo, ao chegar ao local, os agentes não encontraram pessoas que estivessem dispostas a realizar o sepultamento e decidiram realizar o enterro.

Proprietário da funerária Pax Monte Sinai, José Silva foi um dos agentes funerários responsáveis pelo enterro da idosa. Ele explica que a mulher morreu na sexta-feira e que a filha dela ficou em Salvador, já que também foi diagnosticada com Covid-19 e não pôde acompanhar o retorno do corpo para Rosário.

“Ela morreu 3h. Fomos acionados por volta das 10h30 na cidade de Euclides da Cunha e fomos até Salvador. Chegamos lá por volta das 18h, fizemos procedimentos de reconhecimento de corpo e voltamos. Quando chegamos na comunidade de Rosário, era meia-noite”, lembra José.

“Combinado de chegar na comunidade e passaria pelo cemitério. As pessoas estariam esperando atendendo toda as normas de segurança. Quando a gente chegou lá, não encontrou ninguém. Cavaram a cova e deixaram lá. No momento não encontrou ninguém, cemitério sem iluminação”, continua o agente funerário.

Ao chegar ao distrito, José Silva lembra que falou com um representante da localidade que disse que a comunidade não queria se envolver no sepultamento por medo de contaminação. O coveiro também demonstrou receio e não estava paramentado para este tipo de situação.

“Ele disse que não tinha ninguém para acompanhar por medo. O pessoal do interior, devido aos acontecidos, acredito que por medo. E o pessoal que trabalha de coveiro disse que foi devido ao medo e não estar preparado”, afirma o agente funerário.

José, então, tomou a iniciativa e decidiu fazer o enterro, em um local com baixa iluminação, ao lado do seu colega de trabalho. O profissional conta que nunca viveu uma situação como essa na carreira.

Brasil registra 1.185 mortes por Covid em 24h e chega a 38.497

O Brasil teve 1.185 novas mortes registradas em razão do novo coronavírus nas últimas 24 horas, aponta levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde. Com isso, já são 38.497 óbitos pela Covid-19 no país até esta terça-feira (9). Veja os dados, consolidados às 20h:

  • 38.497 mortes – eram 37.312 até as 20h de segunda-feira (8), uma diferença de 1.185 óbitos
  • 742.084 casos confirmados; eram 710.887 até a noite de segunda

Apenas Mato Grosso não divulgou os dados a tempo do balanço. Os dados foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal.

Personalidades do mundo político e jurídico, juntamente com entidades representativas de profissionais e veículos de imprensa, elogiaram a iniciativa. O objetivo é que os brasileiros possam saber como está a evolução e o total de óbitos provocados pela Covid-19, além dos números consolidados de casos testados e com resultado positivo para o novo coronavírus.

Das 20 cidades com maior mortalidade no Brasil, 12 estão no Amazonas e só quatro fora da Região Norte. No ranking, aparecem cinco capitais, nesta ordem: Belém (2°), Fortaleza (5°), Recife (7°), Manaus (14°) e Rio de Janeiro (15°).

COVID-19: Ubaitaba 32, Aurelino 25, Ubatã 43, Ibirapitanga 44, Valença, 186 e Itabuna 1264 casos confirmados

Dados divulgados nos boletins das Secretarias de Saúde dos Municípios até a noite da última terça-feira, 09.
CASOS CONFIRMADOS DA COVID-19 NA REGIÃO:

MARAÚ: 11 confirmados e 03 curados e 02 óbitos
UBAITABA: 32 confirmados e 20 curados e 02 óbitos
ITACARÉ: 53 confirmados e 19 curados e 02 óbitos
CAMAMU: 10 confirmados e 03 recuperados e 01 óbito
AURELINO LEAL: 25 casos confirmados e 07 curados nenhum óbito
UBATÃ: 43 casos confirmados e 16 curados e 02 óbitos
JEQUIÉ: 535 casos confirmados e 222 recuperados e 18 óbitos
ILHÉUS: 693 casos confirmados e 452 curados e 40 óbitos
URUÇUCA:154 casos confirmados e 100 curados e 13 óbitos
ITABUNA: 1264 casos confirmados e 465 curados e 50 óbitos
VALENÇA: 186 casos confirmados e 30 recuperados e 04 óbitos
IBIRAPITANGA: 44 casos confirmados e 11 curados e 02 óbitos
ITUBERÁ: 17 casos confirmados e 03 recuperados e 01 óbito

IPIAÚ: 395 casos confirmados e 267 recuperados e 07 óbitos

 

Ministério Público Eleitoral defende manter em outubro datas das eleições municipais deste ano

O Ministério Público Eleitoral (MPE) enviou um ofício ao Congresso Nacional defendendo a manutenção das datas das eleições municipais de outubro. A mudança é discutida em função da pandemia do novo coronavírus. Pelas regras constitucionais, neste ano, o primeiro turno da disputa deve ocorrer no dia 4 de outubro, e o segundo turno em 25 de outubro.

Segundo o vice-procurador-geral Eleitoral, Renato Brill de Góes, a adoção de um protocolo e a redução do número de casos da Covid-19, de acordo com estudos estatísticos, permitem a manutenção do calendário eleitoral. Para Góes, caso o adiamento seja inevitável, a melhor alternativa é realizar as votações em 25 de outubro (1º turno) e 15 de novembro (2º turno). O documento foi encaminhado ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

Nesta segunda-feira (8), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luis Roberto Barroso, e o vice, Edson Fachin, apresentaram aos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), avaliação de especialistas que recomendam o adiamento. Maia e Alcolumbre também já se manifestaram favoravelmente ao adiamento.

Um dos argumentos do Ministério Público pela manutenção das datas é que adiar as eleições poderia impactar na fiscalização do pleito. O vice-procurador-geral Eleitoral defende ainda que os mandatos em curso não sejam prorrogados.

O MPE afirma considerar fundamental assegurar um prazo razoável entre a votação e a diplomação dos eleitos para que seja exercido o dever público “de defesa da lisura e da legitimidade do processo eleitoral, por meio do ajuizamento de eventuais ações judiciais”.

No ofício, o procurador cita estudo realizado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em parceria com a Universidade de Bordeaux, na França. De acordo com o levantamento, os números de casos da Covid-19 devem se estabilizar no fim de julho.

“Nesse contexto, entende-se que a curva preditiva de tais pesquisas permite sejam mantidas as datas estabelecidas no art. 29, II, da Constituição Federal para a realização das eleições, afastando-se a hipótese de seu adiamento”, afirma.

Góes cita ainda que a Coreia do Sul realizou, em 15 de abril, já em meio à pandemia, as eleições parlamentares previstas para aquela data. Na oportunidade, 66,2% da população compareceram às urnas, configurando a mais alta taxa de participação desde 1992.

Outro ponto citado pelo vice-procurador é que ao menos nove países, entre eles, Estados Unidos, Espanha e Chile realizarão eleições em 2020.

Ituberá registra total de 17 casos positivos de Coronavírus

Chegou a 17 o número de casos confirmados de Covid-19, em Ituberá, no Baixo Sul, segundo novo boletim epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (9). Mais 6 novos casos nas últimas 24h. Veja os números informados pela Secretaria Municipal da Saúde:

SECRETARIA DE SAÚDE DE MARAÚ DESCARTA 5 CASOS SUSPEITOS DA COVID-19 

Maraú permanece sem novos registros de casos confirmados do coronavírus. Nesta terça-feira (9), o Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia – LACEN, descartou mais 5 casos suspeitos da doença. Os casos descartados são de moradores da região dos Baetés, na zona rural do município.

Aainda de acordo com boletim atualizado da Secretaria de Saúde de Maraú, outros três da região da Paragem e Santa Maria permanecem em investigação pelo LACEN. Desta forma o boletim desta terça-feira, (09/06), consta 11 casos confirmados, 02 óbitos, 18 descartados, 03 suspeitos, 03 aguardando resultado e 03 curados.

A Prefeitura Municipal reforça o pedido para que todos mantenho os cuidados de higiene. Dia a dia cresce o número de contaminados e a rede publica de saúde que já não possui mais leitos para internação em nossa região. O risco de agravamento dos casos com possíveis mortes existe e precisamos evitar. O poder público precisa da colaboração de todos.

ASCOM – Prefeitura de Maraú 

Ubatã registra duas mortes por coronavírus; vítimas estavam internadas

O município de Ubatã registrou as duas primeiras mortes causadas por coronavírus na noite desta segunda-feira (08), conforme informação da Secretaria Municipal de Saúde. Uma das vítimas foi o cantor Jucinei Lima da Silva (55), o Lima Show, uma das figuras mais carismáticas e queridas do município. A segunda vítima foi um idoso identificado como Antônio Alves, de 69 anos.

Ainda de acordo com a Pasta de Saúde, as vítimas teriam dado entrada em Hospitais de Itabuna e Ilhéus – a primeira vítima de um AVC e a segunda de uma fratura no fêmur – e provavelmente contraíram a doença nas Unidades Hospitalares. Ainda não há informações sobre sepultamento, que deve ocorrer em cerimônia reservada, sem aglomerações, conforme protocolo do Ministério da Saúde. *Com informações do Ubatã Notícias

julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia