WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pousada cravo canela

:: ‘Barra Grande’

APÓS DENÚNCIAS DE MORADORES, PREFEITURA DE MARAÚ NOTIFICA 4 POUSADAS A CUMPRIR QUARENTENA 

A prefeitura de Maraú, através da secretaria de saúde e da vigilância sanitária municipal, por meio de denuncia da população, realizaou a inspeção em pousadas e hotéis de Barra Grande e no Cassange para fazer cumprir a lei Federal 13.979 de 06 de fevereiro de 2020 e o decreto municipal 1229 e 1230.

Em fiscalização ao atendimento de denúncia, foi notificada a Pousada Butterfly House na praia do Cassange que permanece com hóspedes vindo do exterior. A a proprietária da empresa e os hóspedes estão cumprindo a quarentena e o decreto. Eles irão permanecer em isolamento por 14 dias.

Foram visitadas pousadas que permaneceram com hóspedes de outras cidades e estados como a Porto da Barra onde foi notificada deixando o proprietário e os funcionários para que cumpram a quarentena por 14 dias em sua residência, em observação pela equipe de saúde local. O hotel Balidendê e o Zara Oásis, tambem mantiveram contato contato durante a semana com pessoas de outras localidades do país onde possui casos notificados por Coronavírus e irá seguir o mesmo procedimento das anteriores.

Números da secretaria de saúde. (73) 3258-2269, (73) 99946-9956, (73) 98109-9165 (73) 99806-0386.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

Moradores de Barra Grande se revoltam com ‘Camamu Adventure’ por descumprir decreto e prometem protestos

Decretos municipais publicados pela Prefeitura de Maraú, visando prevenir o avanço do novo coronavírus, determinou a suspensão da travessia de lanchas rápidas e demais embarcaçoes de turismo em toda península de Maraú. Apesar da proibição, a empresa Camamu Adventure, parece não está cumprindo o decreto, ao menos é o que demonstra vídeos postados por moradores.

A comunidade das duas cidades, Camamu e Maraú, estão revoltados com a situação e cobram punição duras das autoridades das duas cidades com a empresa. Nas redes sociais, moradores estão se organizando para protestar contra a empresa em Barra Grande.

A prefeitura de Maraú tem intensificado o trabalho de fiscalização no comércio local e ressalta que quem tiver descumprindo o decreto irá sofrer as sanções previstas na legislação em vigor. De acordo com a gestão municipal de Maraú, todas medidas legais estão sendo tomadas para punir a empresa citada.

Centro de Barra Grande fica vazio após decreto municipal com medidas de prevenção contra coronavírus na Península de Maraú

Centro de Barra Grande | Fotos: Tiago Medeoa

As ruas do centro de Barra Grande, ponto turístico da Península de Maraú, ficaram vazias neste sábado (21) após a adoção de medidas de prevenção contra o novo coronavírus (Covid-19). A região é o principal destino turístico do município de Maraú e um dos principais do estado.

Na quinta-feira, a Prefeitura de Maraú publicou decretos  e determinou a suspensão do funcionamento de hotéis, pousadas, restaurantes e pontos turísticos. Apenas serviços essenciais devem seguir em atividade. Não há casos confirmados no município.

“Nós estamos atuando com medidas mais duras para intervir no convívio social e dessa maneira diminuir a curva de contaminação do vírus em Maraú.”, afirmou a prefeita Gracinha Viana (PP).  Neste sábado, os restaurantes já estavam fechados e o cenário em Barra Grande, um dos pontos preferidos dos turistas na península, era de ruas vazias.

No caso do setor hoteleiro, a determinação é de que seja suspenso o funcionamento e que as reservas previstas sejam remarcadas. De acordo com o documento, apenas farmácias, supermercados, padarias e estabelecimentos voltados aos serviços essenciais – como distribuição de água e gás – podem permanecer abertos.

https://youtu.be/Yu4QGspVOo0

PREFEITURA DE MARAÚ IRÁ PUNIR HOTELEIROS E DEMAIS COMERCIANTES QUE DESCUMPRIREM DECRETOS 

Vista de Barra Grande | Foto: Darlim Santos

A prefeitura de Maraú, informa que irá punir com rigor, todos hoteleiros que estiverem descumprindo as determinações dos Decretos nº 1223/2020, de 17/03/2020, 1229/2020, de 20 de março 2020 e 1230/2020, de 20 de março 2020. A prefeitura reconhece que as medidas são drásticas, mas ressalta a necessidade da restrição de atividades públicas previstas pelos referidos Decretos. A medida que visa conter o Coronavírus (COVID-19), permite que apenas serviços essenciais podem ser mantidos abertos. Quem não cumprir as referidas determinações poderão ser punidos rigorosamente, com suspensão de alvará ou até mesmo a detenção.

“Fazemos um apelo a toda a Comunidade marauense para que toda população mantenham-se em suas casas isolados. Qualquer pessoa que não for residente no município de Maraú e que não tenha nenhum empreendimento que requeira a sua presença, e que estiver vindo apenas para se refugiar dos lugares em estado de risco; estarão infringindo às determinações de ordem Nacional, Estadual e Municipal, incorrendo em crime de desobediência (Lei nº 13.641/18), atentado à sua pública (Lei nº 8072 de 25/07/1990), e do fato resulta morte, a pena é aplicada em dobro. O município só estará autorizando a entrada de moradores residentes, funcionários públicos ou prestadores de serviços essenciais – Disse a Secretária de Saúde, Juliana Lemos. ”

“Alertamos ainda, que os donos e/ou responsáveis pelos hotéis, pousadas, casas de aluguel e campings, bares, restaurantes, boates, academias, salão de cabeleireiro, que insistirem no descumprimento no exposto nos Decretos estabelecidos (1223/2020, 1229/2020 e 1230/2020) poderão ter a suspensão de seu Alvará de Funcionamento, tendo seu estabelecimento fechado imediatamente e/ou ainda o proprietário poderá ser detido pela Polícia Militar. Estes decretos determinam a suspensão do funcionamento destes estabelecimentos, proibindo a entrada de novos hóspedes, aeronaves e assemelhados, embarcações e assemelhados, bem como a SUSPENSÃO IMEDIATA de visitação a cachoeira, praias e rios, conforme determinado também no Artigo 2º, do Decreto n° 1229/2020, emitido em 20/03/2030. É uma determinação, não é uma recomendação. Alerta o Secretário de Administração, Samar Santos”.

Agentes da administração municipal estão nas ruas do município fiscalizando todo o comércio local com apoio da polícia militar. A medida se faz necessária para previnir a proliferação do Coronavírus. Hotéis e pousadas que estão descumprindo os decretos serão interditados.

Fonte: Diário Oficial do Município (http://marau.ba.io.org.br/diarioOficial/download/499/1462/0

 

Com apoio da PM, prefeitura fecha comércio da sede de Maraú após descumprirem decreto

A Prefeitura de Maraú, com apoio da Polícia Militar está fiscalizando o cumprimento do decreto que suspende o funcionamento dos comércios no município. A medida que visa conter o coronavírus, permite que apenas serviços essenciais podem ser mantidos abertos. Neste sábado (21) agentes da prefeitura municipal intensificaram a fiscalização na sede de Maraú.

Alguns comerciantes da sede insistiam em descumprir o decreto publico no diário ofical e mantiam seus estabelecimentos abertos. O comércio foi fechado com apoio da polícia militar. O Secretário de Administração, Samar Santos e o Coordenador de Gabinete da Prefeita acompanharam o cumprimento das medidas.

MORADORES QUE CHEGARAM DE VIAGEM DEVEM INFORMAR A SECRETARIA DE SAÚDE DE MARAÚ

 

A prefeitura de Maraú, através da secretaria de saúde, determina que todos moradores do município que retornaram do exterior, estados como, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, além de cidades com casos suspeitos ou confirmados do coronavírus como: Salvador, Porto Seguro, Itacaré, Itabuna, Feira de Santana e demais, há menos de 14 dias, devem informar imediatamente a secretaria de saúde. (73) 3258-2269, (73) 99946-9956, (73) 98109-9165 (73) 99806-0386.

A iniciativa faz parte do intenso trabalho que a administração municipal vem realizando, junto com outros segmentos da sociedade, para sensibilizar os cidadãos sobre a necessidade de medidas preventivas contra o Coronavírus (Covid-19).

O site oficial da Prefeitura de Maraú (pefeitura.marau.ba.gov.br) está sendo atualizado diariamente, assim como as redes sociais do município. Para maiores informações, denúncias sobre pessoas que chegaram de viagem ou não e estão descumprindo as medidas preventivas e até quem quiser comunicar que chegou de viagem, o cidadão deve entrar em contato.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

Suspensa em Maraú a entrada de aeronaves, lanchas, veículos de turismo e ônibus de transporte intermunicipal

Visando a prevenção contra o coronavírus, a Prefeitura de Maraú, publicou um decreto N° 1230, com medidas complementares que suspende por trinta dias a entrada de aeronaves e assemelhados, ônibus de transporte intermunicipal e interestadual, e veículos de turismo do tipo ônibus, micro-ônibus, vans, além de barcos e assemelhados em toda a extensão do município. As medidas passaram a valer a partir das 15h desta sexta-feira, dia 20.

Outra medida tomada foi cancelar qualquer passeio de turístico, seja terrestre ou marítimo e todas as atividades de turismo em Maraú. Para controlar a entrada e saída e orientar as pessoas, agentes da prefeitura de Maraú e policiais militares estão no pórtico, na entrada de da península, no posto do povoado do Caubi, e em Barra Grande para garantir que o decreto seja cumprido.

A secretaria de Turismo, sugere que as reservas não sejam canceladas, mas adiadas, isso visaria minimizar os impactos de toda a indústria do turismo em Maraú.

No decreto nº 1229/2020, está proibido também as atividades de atrativos naturais, compreendido passeios e visitações a
cachoeira, praias e rios. Fica suspenso também atividades de hospedagem, tais como: pousadas, hotéis, casas de temporada e camping. A recepção e excursões e demais meios de transportes coletivos para turistas estão suspensas.

 

junho 2020
D S T Q Q S S
« maio    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia