WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Bahia’

ITABUNA REGISTRA RECORDE DE ÓBITOS EM 24 HORAS CAUSADOS PELA COVID-19

Itabuna registrou, neste domingo (23), recorde de mortes provocadas pelo novo coronavírus (covid-19) em apenas 24 horas. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirmou 9 óbitos no período que vai das 19h de sábado (22) ao mesmo horário deste domingo, saltando de 185 para 194.

A SMS não informa quando ocorreram os óbitos. O registro recorde coincide com o período de reabertura total da economia itabunense, mas não há estudo que confirme a relação no município. A boa notícia do período é o aumento do número de curados, que saiu de 4.099 para 4.380. Já o total de casos de pacientes em recuperação (casos ativos) foi de 4.409 para 4.350, conforme a Secretaria.

O município se aproxima do total de 9 mil casos confirmados. Nesta noite de domingo chegou a 8.924 ante 8.693 no sábado. Ontem, o município tinha quase todos os leitos de UTI Covid-19 ocupados – apenas 3 deles vagos, mas incluído os pediátricos – e apenas 5 leitos clínicos vagos.  (Pimenta)

Bahia lidera prejuízos no turismo durante a pandemia, com perda de R$ 7,35 bi

Nos últimos cinco meses, o turismo da bahia acumulou uma perda de R$ 7,35 bilhões. Os cálculos foram feitos pela Fecomércio, considerando as perdas desde o mês de março, quando começaram as restrições por conta da pandemia do coronavírus.

Segundo a Fecomércio, dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE foram usados como base do cálculo do prejuízo. Em todo o Brasil, o setor já registrou uma perda de R$ 153,84 bilhões e tem operado com 14% da sua capacidade de receita, desde o início da pandemia (março) até o mês de julho.

Um dos mais afetados pela crise, o segmento foi fortemente impactado pelas medidas protetivas visando à redução do ritmo de expansão da doença, como isolamento social e o fechamento das fronteiras em diferentes países.

O estado da Bahia lidera o volume de perdas no Nordeste, seguido de Pernambuco (R$ 4,4 bilhões) e do Ceará (R$ 3,36 bilhões). Os estados do Rio de Janeiro (R$ 22,20 bilhões) e São Paulo (R$ 55,31 bilhões), principais focos da covid-19 no Brasil, concentram mais da metade (50,4%) do prejuízo nacional registrado.

Segundo a Fecomércio, essas perdas se refletem, por exemplo, nas quedas dos fluxos de passageiros nos principais aeroportos desses estados. Embora a atividade turística tenha crescido 19,7% em junho, quando comparada aos demais setores da economia, é aquela que se encontra mais distante do nível de atividade verificado antes da média janeiro-fevereiro (-59%).

O menor dinamismo do setor se reflete também nos indicadores do mercado de trabalho, segundo os quais, dos 21 principais setores da economia ligados a atividades turísticas – como alojamento e alimentação fora do domicílio e atividades culturais e de lazer – registram as maiores baixas.

Setor de serviços
Apesar da perspectiva de reação no médio prazo, a evolução mais lenta do nível de atividade dos serviços, levou a CNC a revisar de -5,9% para -5,7% sua previsão de retração no volume de receitas do setor de serviços, em 2020.

Para o Turismo, a tendência é de que o faturamento real do setor encolha 32,1%, neste ano, com perspectiva de volta ao nível pré-pandemia no terceiro trimestre de 2023.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, destaca que, apesar de ter interrompido uma sequência de quatro retrações mensais consecutivas – com queda acumulada de 18,7% -, os serviços não têm acompanhado o ritmo de recuperação de outros setores da economia, como indústria e comércio.

“Ainda que tenha voltado a apresentar uma perspectiva de reação no médio prazo, há uma evolução mais lenta do nível de atividade dos serviços”, afirma Tadros.

Ao contrário de outros setores da economia como indústria e comércio, os serviços têm apresentado recuperação mais lenta. Serviços prestados às famílias e Turismo (com perda de mais de R$ 150 bilhões) faturam menos da metade do observado antes da pandemia. (Correio24h)

Bahia criou mais de 3,1 mil postos de trabalho no mês de julho

A sistematização de dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged ) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) constatou a criação de 3.182 novos postos de trabalho com carteira assinada em julho de 2020 na Bahia. De acordo com a SEI, o resultado decorre da diferença entre 34.820 admissões e 31.638 desligamentos. A autarquia é vinculada à Secretaria do Planejamento do Estado (Seplan). O resultado ficou acima do verificado em julho de 2019, quando 2.275 postos de trabalho foram fechados, sem as declarações fora do prazo. O resultado também é superior ao registrado no mês anterior, quando 2.533 postos celetistas foram encerrados, avalia.

Segundo o compilado, sete setores geraram postos: Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (+1.692 postos), Indústria geral (+1.359 postos), Construção (+787 postos), Administração pública (+521 postos), Informação, comunicação e outras atividades (+21 postos), Outros serviços (+5 postos) e Serviços domésticos (+1 posto). Por outro lado, contabilizaram saldos negativos no mês de julho de 2020: Alojamento e alimentação (-971 postos), Comércio (-181 postos) e Transporte, armazenagem e correio (-52 postos)

A análise contatou ainda que, distribuídos nos estados, os novos postos representam ganho de emprego na Região Metropolitana de Salvador (RMS) e no interior. De forma mais precisa, na RMS foram criados 392 postos de trabalho no sétimo mês do ano, enquanto no interior foram geradas 2.790.

“Este é um resultado importante, que marca o crescimento da geração de postos de trabalho na Bahia em comparação ao mês anterior e também a julho de 2019, lembrando que estamos em um contexto sanitário mundial atípico, da pandemia do Covid-19. Vale lembrar que lideramos no Nordeste e ocupamos a quinta posição no país, quanto à geração de empregos formais em 2019”, destacou o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro.

MARAÚ NÃO REGISTRA NOVOS CASOS DA COVID-19 NAS ÚLTIMAS 24H

O município de Maraú não registrou novos casos da COVID-19 nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim da Secretaria de Saúde. A Vigilância Epidemiológica registrou 05 casos suspeitos sendo: 01 em Taipu de Dentro, 02 na Ilha do Sapinho e 02 em Tremembé.

Foram descartados 04 casos no distrito de Ibiaçú. Maraú tem 01 óbito por outras causas, já que um paciente infectado com a COVID-19, morreu em decorrência de outra patologia.

Até a presente data, Maraú contabiliza, 287 casos confirmados, 267 pacientes recuperados, 14 ativos, 05 óbitos, 29 suspeitos, 29 aguardando resultado e 236 casos negativos. Disk Covid (73) 9 9965-9338 – (73) 9 9836-5649.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta a população a reforçar as medidas sanitárias definidas para evitar a disseminação da COVID-19, utilizando máscaras caseiras, realizando a higienização adequada das mãos, evitando contato físico (mantendo a distância mínima de 2 metros entre as pessoas) e se mantendo em domicílio sempre que possível.

 

QUEM FOR PEGO PROMOVENDO FESTA DE PAREDÃO TERÁ VEÍCULO E SOM APREENDIDO, DIZ GOVERNADOR DA BAHIA

Após semanas de registros de festas paredões em diversos pontos da capital baiana e no interior do estado, o governador Rui Costa (PT) começa a fechar o cerco para estes eventos. Na manhã desta quarta-feira (19) o petista anunciou medidas mais rígidas a quem for pego promovendo este tipo de festa.

“Nós vamos atuar com mais rigor a partir deste final de semana. Determinamos, e é bom que as pessoas já saibam, a apreensão do veículo e do som, não só dentro da lei do marco do som do Detran, mas também no marco do risco da saúde pública, do desrespeito à lei, enquadrado como crime previsto em lei federal e em lei estadual”, afirmou Rui.

O governador citou que, com a gradual reabertura de atividades, algumas pessoas acreditam que ocorre um “liberou geral”, o que ainda não aconteceu. O governador ressaltou ainda que a promoção de festas paredões “é uma atitude de atentado à vida humana, pois é proibido aglomeração de pessoas”. Além da apreensão dos equipamentos, os responsáveis terão de pagar multas e responder criminalmente.

“Feito o enquadramento dos proprietários junto à delegacia como crime, além das multas de trânsito, multas de som. Será aberto procedimento criminal a essas pessoas”, disse Rui. (Varela Notícias)

CAMAMU: POLÍCIA PRENDE SUSPEITOS DE ASSALTAR CASA LOTÉRICA E APREENDE MOTOS E ARMA

Dois suspeitos de participar do assalto a uma casa lotérica, na cidade de Camamu, tiveram as prisões cumpridas, na manhã desta quarta-feira (19). Os criminosos foram presos por investigadores da Delegacia Territorial (DT) de Camamu em trabalho conjunto com equipes da 5ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Valença.

 

A dupla estava com os mandados em aberto e encontra-se à disposição do Poder Judiciário, enquanto outros quatro envolvidos no crime, ocorrido em junho deste ano, já foram encaminhados ao sistema prisional.

Durante as diligências, os policiais ainda apreenderam um revólver calibre 38, municiado, uma motocicleta da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária, que havia sido roubada na cidade de Ituberá, além de outro veículo utilizado no dia do assalto. O material apreendido será enviado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), onde deve passar por perícia. (Pimenta)

MARAÚ TEM 14 CASOS ATIVOS DA COVID-19 E 267 RECUPERADOS

A Prefeitura de Maraú, por meio da Secretaria de Saúde divulga novo boletim da situação da Covid-19 nesta terça-feira (18). Segundo o informe, o município tem 06 novos casos de COVID-19, 02 em Barra Grande e 04 na Ilha do Sapinho, além de 04 novos recuperados: 01 em Barra Grande, 01 na Sede, 01 em Taipu de Dentro e 01 no Sapinho. Os casos foram diagnosticados por meio de testes rápido, por critério clínico-epidemiológico e por RT-PCR.

A Vigilância Epidemiológica registrou 11 casos suspeitos sendo: 03 em Barra Grande, 02 na Sede, 01 no Tabuleiro e 05 no Sapinho. Foram descartados 05 casos: 01 em Barra Grande, 01 na Sede, 01 em Taipu de Dentro, 01 em Piabanha e 01 na Ilha do Tanque. Maraú tem 01 óbito por outras causas, já que um paciente infectado com a COVID-19, morreu em decorrência de outra patologia.

Até a presente data, Maraú contabiliza, 287 casos confirmados, 267 pacientes recuperados, 14 ativos, 05 óbitos, 28 suspeitos, 28 aguardando resultado e 232 casos negativos. Disk Covid (73) 9 9965-9338 – (73) 9 9836-5649.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta a população a reforçar as medidas sanitárias definidas para evitar a disseminação da COVID-19, utilizando máscaras caseiras, realizando a higienização adequada das mãos, evitando contato físico (mantendo a distância mínima de 2 metros entre as pessoas) e se mantendo em domicílio sempre que possível.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia