WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Bahia’

72% querem volta às aulas presenciais só com vacina, diz Ibope

RIO — A volta às salas de aula encontrará resistência no Brasil. Pesquisa do Ibope encomendada pelo GLOBO mostra que para 72% dos entrevistados os alunos só devem retornar presencialmente às escolas depois que uma vacina para o novo coronavírus estiver disponível. O levantamento foi realizado entre os dias 21 e 31 de agosto, pela internet, com 2.626 brasileiros com mais de 18 anos e das classes A, B e C.

Atualmente, apenas o estado do Amazonas já liberou o retorno presencial às escolas. São Paulo e o Rio Grande do Sul seguem a mesma medida a partir de amanhã. Rio de Janeiro, Piauí, Pernambuco e Pará também já têm datas marcadas que vão do próximo dia 14 até outubro. Todos possuem planos para a volta de forma escalonada e com medidas de prevenção. O Acre, de acordo com levantamento do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), está em fase de planejamento. E os outros 19 estados não têm data definida.

Na pesquisa Ibope, 54% concordam totalmente com a afirmação de que o retorno dos alunos à sala de aula deve ocorrer somente quando houver uma vacina; outros 18% concordam parcialmente”; 12% não concordam, nem discordam. Outros 7% discordam parcialmente; 6% discordam completamente; e 3% não souberam responder.

Índia ultrapassa o Brasil e se torna o segundo país com mais casos de coronavírus

A Índia ultrapassou o Brasil e se tornou nesta segunda-feira (7) o segundo país do mundo com mais casos de Covid-19, de acordo com dados do Ministério da Saúde indiano. O país chegou a 4,2 milhões de infecções pelo novo coronavírus, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, que têm mais de 6,4 milhões de casos confirmados.

O Brasil tem 4,13 milhões de infectados, mas é um dos países que menos testam no mundo, o que contribui para que o número de casos notificados seja menor do que os que existem de fato. Além disso, a população da Índia é cerca de 6 vezes maior que a do Brasil: são 1,3 bilhão de habitantes, contra 210 milhões no Brasil.

Brasil tem uma das piores taxas de mortes por milhão pela Covid; especialistas dizem que comparação, porém, não é a ideal
No domingo (6), a Índia bateu o recorde diário global de novos casos de Covid-19, com mais de 90 mil notificações de infecções pelo coronavírus. No mesmo dia, o Brasil teve 16,4 mil casos confirmados.

Assim como o Brasil, a Índia também tem tido problemas com testagem. Estados usam testes diferentes para diagnosticar a Covid-19, segundo uma reportagem publicada na revista científica “The Lancet” no sábado (5).

CANAVIEIRAS: EX-ESCREVENTE DE CARTÓRIO É CONDENADA A NOVE ANOS DE PRISÃO

Ex-escrevente do Cartório do Tabelionato de Notas de Canavieiras, Alexandra Campos Vasconcelos foi condenada a nove anos e oito meses de prisão em regime inicial fechado. A sentença da juíza Karina Silva de Araújo foi publicada na quinta-feira (3),  após denúncia apresentada pelo Ministério Público Bahia (MP-BA) em janeiro de 2019.

Na denúncia, a promotora de Justiça Mayanna Ferreira Ribeiro apontou que Alexandra Vasconcelos, quando ocupava o cargo de escrevente, utilizou-se dele para cometer crimes de falsificação de documento público, falsidade ideológica, supressão de documento, peculato e corrupção passiva.

Em janeiro de 2019, durante o cumprimento de mandados de prisão temporária e busca e apreensão pela “Operação Domus” em Canavieiras, Alexandra Vasconcelos foi flagrada em sua residência com documentos públicos, a exemplo de escrituras e folhas soltas de livros de cartórios com matrículas de imóveis, segundo as investigações.

DOCUMENTOS

A promotora de justiça explicou na denúncia que Alexandra exercia o cargo de escrevente e tinha poderes para praticar todos os atos da serventia, como assinar reconhecimento de firma, autenticação, certidão e procuração, exceto escritura, testamento, ata notorial e inventário. (Pimenta)

ITABUNA: SHOPPING E COMÉRCIO DE RUA VOLTAM A FUNCIONAR EM HORÁRIO NORMAL

Decreto assinado pelo prefeito Fernando Gomes autorizou, nesta quinta (3), o avanço para a quarta fase de reabertura progressiva da economia e de igrejas. Segundo o Decreto 13.819, o funcionamento do Jequitibá Plaza Shopping no seu horário normal, das 10h às 22h. Já o comércio de rua, que já estava autorizado a abrir de segunda a sexta, das 9h às 18h, poderá também funcionar aos sábados, das 8h às 13h.

O decreto também permitirá às igrejas funcionar até as 22 horas, seguindo medidas e protocolos de segurança sanitária estabelecidos no Decreto de nº 13.738, de 8 de julho de 2020. Sobre o Toque de Recolher, passa a vigorar entre às 22h30min e 5h.

Segundo a Prefeitura, “todas as medidas estão sendo adotadas por conta dos resultados positivos em relação ao cumprimento das medidas de segurança por parte dos comerciantes, bem como por conta da queda no número de casos de pacientes com a COVID-19 no município”.

“Em tempo, é importante lembrar que a população não deve se descuidar e continuar adotando as medidas de prevenção e segurança, tais como: uso de máscara facial, evitando aglomerações e higienização das mãos”. Denúncias podem ser feitas pelo (73) 9 8118-1854 ou o disque denúncia/aglomeração 153. (Pimenta)

BAHIA TEM 9,8 MIL CASOS ATIVOS DE COVID-19 E CAI MÉDIA DE MORTES DIÁRIAS

Pela segundo dia consecutivo desde maio, a Bahia registrou menos de 10 mil casos ativos (pacientes em recuperação) da covid-19, conforme a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Nas últimas 24 horas, foram registrados 3.440 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,3%) e 3.060 curados (+1,2%).

Dos 265.739 casos confirmados desde o início da pandemia, 250.309 já são considerados curados e 9.881 encontram-se ativos (em recuperação). Dos mais de 9,8 mil ativos, 1.215 estão internados, sendo 633 em leitos de UTI covid-19. Itabuna é o segundo município, no estado em número de pacientes que ainda se recuperam da doença (veja gráfico abaixo).

Os casos confirmados ocorreram em 415 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (29,87%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (5.923,46), Almadina (5.819,91), Itabuna (5.022,91), Dário Meira (4.957,98), Salinas da Margarida (4.742,45).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 495.045 casos descartados e 86.464 em investigação até as 17 horas desta quinta-feira (3). Na Bahia, 23.651 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 47 óbitos em um período de mais de 90 dias (1º de junho a 2 de setembro. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 5.549, representando uma letalidade de 2,09%.

OCUPAÇÃO DE UTIs

Como demonstra o gráfico acima, a Bahia atingiu, nesta quinta (3), o mais baixo percentual de ocupação de leitos de UTI covid-19 dos últimos meses, 53%. A região sul, porém ainda preocupa, com 82% de leitos com pacientes. O extremo-sul reduziu ocupação para 60%, seguido pelo sudoeste, com 62%.

Informações do Blog Pimenta

NÚMERO DE CURADOS DA COVID-19 SOBE PARA 292 EM MARAÚ

O município de Maraú registrou 6 novos casos positivos da COVID-19, e 5 novos curados de acordo com o boletim da Secretaria de Saúde desta quarta-feira, 02. Os novos casos positivos: 4 na Ilha do Sapinho e 2 em Taipu de Dentro, além de 5 novos curados na Ilha do Sapinho.

A Vigilância Epidemiológica registrou 2 novos casos suspeitos na Sede e 01 caso descartado na Ilha do Sapinho. Maraú tem 1 óbito por outras causas, já que um paciente infectado com a COVID-19, morreu em decorrência de outra patologia.

Até a presente data, Maraú contabiliza, 313 casos confirmados, 292 pacientes recuperados, 14 ativos, 6 óbitos, 24 suspeitos, 24 aguardando resultado e 264  casos negativos. Disk Covid (73) 9 9965-9338 – (73) 9 9836-5649.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta a população a reforçar as medidas sanitárias definidas para evitar a disseminação da COVID-19, utilizando máscaras caseiras, realizando a higienização adequada das mãos, evitando contato físico (mantendo a distância mínima de 2 metros entre as pessoas) e se mantendo em domicílio sempre que possível.

ASCOM – Prefeitura de Maraú

 

Candidatos a prefeito de Maraú podem gastar até R$ 123.077,42 e 12.307,75 para vereador na campanha eleitoral, diz TSE

Candidatos à Prefeitura de Maraú podem gastar na campanha eleitoral até R$ 123.077,42. Já os candidatos à vaga na Câmara Municipal podem gastar até R$ 12.307,75. Os limites podem ser consultados neste link e, em breve, serão disponibilizados também no sistema DivulgaCandContas.

Segundo a Lei das Eleições (artigo 18-C), o limite de gastos das campanhas dos candidatos a prefeito e a vereador, no respectivo município, deve equivaler ao limite para os respectivos cargos nas Eleições de 2016, atualizado pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), apurado pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ou por índice que o substitua. Para as eleições deste ano, a atualização dos limites máximos de gastos atingiu 13,9%, que corresponde ao IPCA acumulado de junho de 2016 (4.692) a junho de 2020 (5.345).

Quem desrespeitar os limites de gastos fixados para cada campanha pagará multa no valor equivalente a 100% da quantia que ultrapassar o teto fixado, sem prejuízo da apuração da prática de eventual abuso do poder econômico.

Nas campanhas para segundo turno das eleições para prefeito, onde houver, o limite de gastos de cada candidato será de 40% do previsto no primeiro turno.

Despesas

O limite de gastos abrange a contratação de pessoal de forma direta ou indireta, que deve ser detalhada com a identificação integral dos prestadores de serviço, dos locais de trabalho, das horas trabalhadas, da especificação das atividades executadas e da justificativa do preço contratado.

Entra também nesse limite a confecção de material impresso de qualquer natureza; propaganda e publicidade direta ou indireta por qualquer meio de divulgação; aluguel de locais para a promoção de atos de campanha eleitoral; e despesas com transporte ou deslocamento de candidato e de pessoal a serviço das candidaturas.

A norma abrange, ainda, despesas com correspondências e postais; instalação, organização e funcionamento de comitês de campanha; remuneração ou gratificação paga a quem preste serviço a candidatos e partidos; montagem e operação de carros de som; realização de comícios ou eventos destinados à promoção de candidatura; produção de programas de rádio, televisão ou vídeo; realização de pesquisas ou testes pré-eleitorais; criação e inclusão de páginas na internet; impulsionamento de conteúdo; e produção de jingles, vinhetas e slogans para propaganda eleitoral.

Outras regras

Segundo a Lei das Eleições, serão contabilizadas nos limites de gastos as despesas efetuadas pelos candidatos e pelos partidos que puderem ser individualizadas.

Já os gastos com advogados e de contabilidade ligados à consultoria, assessoria e honorários, relacionados à prestação de serviços em campanhas eleitorais, bem como de processo judicial relativo à defesa de interesses de candidato ou partido não estão sujeitos a limites de gastos ou a tetos que possam causar dificuldade no exercício da ampla defesa. No entanto, essas despesas devem ser obrigatoriamente declaradas nas prestações de contas.

A lei dispõe, ainda, que o candidato será responsável, de forma direta ou por meio de pessoa por ele designada, pela administração financeira de sua campanha, seja usando recursos repassados pelo partido, inclusive os relativos à cota do Fundo Partidário, seja utilizando recursos próprios ou doações de pessoas físicas.

Além disso, o partido político e os candidatos estão obrigados a abrir conta bancária específica para registrar toda a movimentação financeira de campanha. (TSE)

Acesse a tabela com os limites de gastos por município.

setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia