Saiu no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (31) a liberação, pelo prazo de sete dias, do transporte marítimo entre Barra Grande e demais localidades da Península de Maraú e Camamu. A travessia estava suspensa pelo governo estadual por causa da pandemia do novo coronavírus. A solicitação foi feita pessoalmente ao governador Rui Costa e ao secretário estadual da Casa Civil, Carlos Melo, pelo deputado estadual Eduardo Salles em função das condições da BR-030.

“Recebi a demanda da prefeita Gracinha, do presidente da Câmara, Manassés, da secretária municipal de Turismo, Nilza Santos, e de outras lideranças preocupadas com as péssimas condições da BR-030 e o risco de a população de Maraú ficar isolada com dificuldades de abastecimento de produtos essenciais e até receber socorro”, revela Eduardo Salles.

O parlamentar lembre que neste mês de julho esteve em audiência com a presidente do INEMA, Márcia Telles, e conseguiu do órgão estadual a licença ambiental necessária para a empresa responsável pela manutenção da BR-030 retirar o cascalho da jazida.

“A empresa já está mobilizada e em Maraú. Porém, em função das chuvas que castigam a região nos últimos dias, muito acima da média anual, não conseguiu ainda iniciar o serviço e a condição da estrada está péssima, prejudicando o transporte de produtos e o trânsito de carros”, explica Eduardo Salles.

O deputado ressalta que oferecer condições de trafegabilidade na BR-030 também faz parte do planejamento de retomada da economia de Maraú.

“Consegui com a FECOMÉRCIO e o SENAC vai encaminhar técnicos para treinar proprietários e trabalhadores de bares, restaurantes, pousadas e hotéis sobre as recomendações sanitárias para a volta do turismo, fundamental para recuperar milhares de empregos”, detalha o parlamentar.