WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
faculdade de ilheus faculdade de ilheus faculdade de ilheus

:: 5/jun/2020 . 23:11

Dólar tem maior queda semanal desde 2008 e fecha abaixo de R$ 5; Bolsa sobe

O dólar comercial fechou em queda de 2,8%, vendido a R$ 4,988, o menor valor desde 13 de março (R$ 4,813). É a primeira vez que o dólar fecha abaixo de R$ 5 desde 26 de março. Com o resultado no dia, a moeda fechou a semana com queda acumulada de 6,6%, a maior desde outubro de 2008. Também foi a terceira queda semanal seguida. No ano, porém, o dólar ainda acumula alta, de 24,29%. O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores brasileira, emendou a sexta alta diária, de 0,86%, e fechou a 94.637,06 pontos. É o maior patamar desde 6 de março (97.996,77 pontos). Na semana, o índice acumulou alta de 8,28%, o terceiro avanço semanal seguido. Em 2020, a Bolsa tem queda acumulada de 18,17%.

Otimismo no exterior Investidores reagiam positivamente a dados melhores do que o esperado sobre o emprego nos Estados Unidos, além de estarem otimistas em relação a uma retomada da atividade nas principais economias devido aos relaxamentos graduais das restrições. “Investidores acompanham a divulgação de indicadores macroeconômicos, mas mantêm o foco na reabertura das atividades econômicas em vários países”, escreveram analistas do Bradesco.

Cenário político no Brasil No Brasil, apesar de o número de infectados e de vítimas fatais do coronavírus não parar de subir, os investidores também estão otimistas em relação à retomada da economia, com planos de reabertura das atividades em algumas cidades. Analistas também avaliam que a semana foi mais calma no cenário político. “Tivemos uma semana de mar de almirante”, afirmou Álvaro Bandeira, economista-chefe do banco digital Modalmais. “Não aconteceu nada surpreendente. O presidente Jair Bolsonaro até pediu para os apoiadores dele não irem às manifestações”. Denilson Alencastro, economista-chefe da Geral Asset, destacou a aproximação do governo com deputados de partidos do Centrão.

“Tivemos uma guinada nas últimas semanas, porque estávamos num cenário em que o governo estava com problemas, houve saída de ministros, confusão política. Agora, o governo começou a ficar mais próximo do Centrão”, disse. Os desdobramentos políticos, porém, continuam sendo vistos como motivo de cautela, com expectativa de manifestações nas ruas no fim de semana. O presidente Jair Bolsonaro voltou a chamar os manifestantes de grupos pró-democracia contrários ao seu governo de “marginais” e “terroristas” nesta sexta-feira, e pediu que as forças de segurança do país atuem contra as manifestações marcadas para domingo se os grupos “extrapolarem” os limites. *Com Reuters.

Prefeitura prepara plano para reabertura do turismo na península de Maraú a partir de agosto

Praia de Taipu de Fora

O Plano de Ação Institucional de Reabertura do Turismo na Península de Maraú foi finalizado e apresentado para a Prefeita Gracinha Viana nesta quarta feira e o mesmo, já esta com o jurídico para as devidas adequações, para ser anexado ao decreto municipal prevendo a reabertura, quando este for publicado.A implantação do plano está prevista em duas etapas:

1ª etapa – Abertura interna – só para moradores – contemplando comércio em geral, transporte interno, bares e restaurantes, com suas devidas restrições.

Seguindo as orientações e recomendações dos órgãos competentes, federais e estaduais, e da Secretaria Municipal de Saúde, ficou decidido que, a reabertura para o publico interno, de BARES E RESTAURANTES, poderá acontecer a partir de agosto, tudo dependerá do controle epidemiológico do Município.

O atendimento do setor continuará funcionando através de delivery. Este prazo que antecede a reabertura será ideal para a adequação dos estabelecimentos, de acordo com os protocolos mínimos exigidos pelo Ministério da Saúde.

2ª etapa – Abertura dos MEIOS DE HOSPEDAGEM, CASAS DE ALUGUEL e EVENTOS. Estes setores não tem data prevista para reabertura, por se tratar de uma área que trabalha recebendo turistas e visitantes de todas as procedências, nacionais e internacionais. A reabertura deste setor dependerá exclusivamente do controle da doença na região e município, isto é, a contaminação pela “COVID 19”, terá que estar em curva descendente.

Alguns motivos para as medidas adotadas: – Época de muitas chuvas na nossa região, período de grande incidência de doenças respiratórias, outros tipos de contaminação – exemplo: dengue, o crescimento diário de infectados nas cidades circunvizinhas, estradas de difícil acesso, falta de leitos disponíveis nos hospitais da região, para atender os infectados pela doença “Covid 19”, aumento de números de infectados em nosso município. Todas estas medidas de prevenção estão sendo tomadas pela gestão pública, porque a situação é grave, inspira cuidados e requer responsabilidade, por tratar-se de priorizar VIDAS. Todo este cenário poderá ser alterado a qualquer momento, tudo dependerá do controle da doença “COVID 19”.

MANDETTA DIZ QUE COVID-19 ESTÁ DESCONTROLADA EM ITABUNA, ILHÉUS E PORTO; VILAS-BOAS REBATE

O ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, fala à imprensa no planalto

Durante uma transmissão ao vivo pela internet com o comediante Fábio Porchat, o ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta falou sobre o avanço do novo coronavírus no mundo e no Brasil. Mandetta citou o Amazonas e as regiões sul e extremo-sul da Bahia para falar do avanço descontrolado da doença no estado nordestino.

– Essa semana passada, aqueles municípios do sul da Bahia, Ilhéus, Itabuna, Porto Seguro… Ali está em transmissão descontrolada – disse.

A afirmação de Mandetta recebeu críticas do secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, pelo Twitter. “Em entrevista a Fabio Porchat o ex-ministro Mandetta cita as cidades de Ilheus e Itabuna com “transmissão descontrolada”. Veja só que curioso. Quando ministro, Mandetta não conhecia e não ajudou a Bahia. Agora que está de fora vem dar opinião sobre o que também ainda não conhece”.

Vilas-Boas continuou nas estocadas, em outra tuitada:

“A COVID fez o milagre de transformar um ministro deletério para o SUS (extinguiu o Mais Médicos, detonou atenção básica, implodiu PDPs, beneficiou a medicina privada, manteve intocada a EC-95, alinhado com o que há de mais atrasado no país) em alguém aparentemente competente.”

EM 24 HORAS, BAHIA CONFIRMA 2,9 MIL CASOS DE COVID-19 E 29 ÓBITOS

A Bahia confirmou 2.956 novos casos e 29 óbitos causados pela covid-19 nas últimas 24 horas. Agora, são 26.419 infectados pela doença na Bahia e total de 819 óbitos desde o início da pandemia. Até agora, o número de curados chega a 11.464, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). A Sesab esclareceu que os mais de 2,9 mil casos refletem a finalização de casos em investigação “desde o início da pandemia”.

Os casos confirmados ocorreram em 334 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (58,54%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 1.000.000 habitantes foram Ipiaú (7.171,97), Itajuípe (6.637,06), Uruçuca (6.433,06), Urandi (5.342,78) e Salvador (5.282,44).

CONFIRA NÚMERO DE CASOS POR MUNICÍPIO

Embora fora do “top 5” da taxa de incidência, Itabuna e Ilhéus possuem alto coeficiente. Mais populoso do sul da Bahia, Itabuna registra 1.101 casos de covid-19, superado apenas por Salvador em número de casos. Ilhéus tem 722, ficando em terceiro lugar. Próximo em quantidade de confirmações, Feira de Santana registrou salto, agora com 719 casos.

OCUPAÇÃO DE LEITOS

De acordo com a Sesab, a Bahia possui 1.929 leitos do SUS exclusivos para vítimas do coronavírus, dos quais 1.109 possuem pacientes internados, atingindo taxa de ocupação de 57%. Já a ocupação dos leitos adulto e pediátrico de UTI chegou a 71%, acendendo sinal de alerta. Dos 798 leitos, 565 estão com pacientes internados.

ÓBITOS

A Bahia contabiliza 819 mortes pelo novo coronavírus, 29 delas registradas no boletim desta sexta. São mortes pela covid-19 ocorridas em Aratuípe, Camacan, Itapetinga, Jequié, Salvador e Santo Antônio de Jesus. Abaixo, no leia mais, confira histórico de todos os pacientes vítimas da covid-19 que faleceram.

Valença: Após recomendação do MP, prefeitura suspende comércio não essencial por 7 dias

Valença

Bahia Notícias

Após a recomendação do Ministério Público da Bahia (MP-BA) pelo fechamento do comércio em Valença (veja aqui), a prefeitura do município publicou um decreto nesta sexta-feira (5), restabelecendo a suspensão, durante sete dias, do funcionamento de estabelecimentos comerciais caracterizados como não essenciais.

Entre os próximos dias 8 e 14 de junho, apenas farmácias, drogarias, funerária e postos de combustíveis poderão abrir todos os dias, limitadas ao período entre 8h e 22h. Outros estabelecimentos, como supermercados, açougues, padarias, distribuidoras de água e de gás, estarão liberados para funcionar apenas segunda, terça, quarta e sexta, entre 8h e 18h, além de sábado, entre 8h e 14h.

O comércio de ambulantes também estará proibido até 14 de junho, independentemente da mercadoria. Por outro lado, o decreto municipal estabelece que o serviço de entrega a domicílio, mais conhecido como “delivery”, será incentivado no período, desde que sejam utilizados equipamentos de proteção e máscara. Agências bancárias, casas lotéricas e Correios poderão funcionar normalmente.

Ademais, a prefeitura estabelece que, nos estabelecimentos que poderão abrir, será obrigatória a disponibilização de álcool gel 70%, além distanciamento mínimo de um metro entre as pessoas.

OUTRAS MEDIDAS

O decreto ainda determina outras medidas, como a suspensão do transporte rodoviário e hidroviário, a manutenção do toque de recolher entre 20h e 5h, a prorrogação da paralisação das aulas em escolas e faculdades e a proibição de quaisquer eventos que reúnam três ou mais pessoas.

NOVO BOLETIM

Valença possui 129 casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus, sendo que 30 foram registrados apenas nesta sexta-feira (5). Entre os contaminados, 104 encontram-se em isolamento domiciliar, três estão hospitalizados, 19 já se recuperaram e outros três não resistiram aos sintomas e faleceram. Outros 49 moradores do município são considerados casos suspeitos e aguardam resultados de exames.

Mulher com covid-19 é presa por descumprir isolamento em Piraí do Norte

Uma mulher de 30 anos foi presa em flagrante na quarta-feira (3) em Piraí do Norte, a 320 km de Salvador, por continuar circulando pela cidade mesmo após ser diagnosticada com covid-19. Recusando-se a cumprir o isolamento social, ela foi detida por investigadores da delegacia local. O nome dela não foi divulgado.

O delegado Thiago Campos diz que a mulher tinha sintomas da doença e era acompanhada por uma equipe da Secretaria de Saúde desde 28 de maio. Exames confirmaram que ela tinha covid-19 e ela foi orientada a permanecer em casa, já que não era caso de internação, para evitar disseminação da doença.

Apesar disso, a mulher continuou frequentando locais públicos e mantendo contatos com vizinhos. Ela também buscou a filha menor de idade que estava na casa da avó para ficar com ela. Na delegacia, ela foi autuada com base nos artigos 131 e 268 do Código Penal, por perigo de contágio de moléstia grave e infração de medida sanitária preventiva. Ela está presa, isolada, recebendo acompanhamento médico da secretaria. (Giro em Ipiaú)

Secretaria de Ipiaú confirma 289 casos de covid-19; já a Sesab aponta para 329 infectados

O boletim epidemiológico do município de Ipiaú, divulgado na noite dessa sexta-feira (05), confirma mais 14 casos de covid-19, elevando o total de infectados para 289, dentre estes, 174 estão recuperados e 7 evoluíram para o óbito. O número infectados ativos é de 108, desses, 104 estão em isolamento social e 04 internados. Ainda conforme o boletim municipal, os 14 novos pacientes são 02 idosos,10 adultos jovens e 02 menores de idade. Todos estão estáveis e em isolamento domiciliar.

Já o boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (ver aqui) mostra Ipiaú com 329 casos confirmados de covid-19 (172 laboratorial, 64 clínico epidemiológico e 93 por testes rápidos). Questionada por nossa reportagem sobre qual dos boletins estava errado, a secretária de Saúde de Ipiaú, Laryssa Dias disse que estava apurando e que já tinha notificado a Sesab.

A assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Saúde informou ao GIRO que os dados do boletim são baseados no sistema do Ministério da Saúde. A diferença de números entre os boletins epidemiológicos dos municípios e o estadual tem sido comum, no entanto, o registro da Sesab sempre é inferior a quantidade de infectados anunciada pelos municípios. (Giro Ipiaú)

junho 2020
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia