WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pousada cravo canela

:: 21/maio/2020 . 23:15

Sobe para 12 número de casos confirmados de coronavírus em Ubaitaba

View this post on Instagram

⚠️⚠️⚠️Atualização BOLETIM COVID-19

A post shared by Prefeitura de Ubaitaba – BA (@prefeituradeubaitaba) on

Mais seis casos suspeitos testaram positivo para (COVID-19). A Secretaria Municipal de Saúde, informa a comunidade que a vigilância epidemiológica, foi comunicada de um paciente que realizou um teste para covid-19 em um laboratório particular, conveniado da Secretária de Saúde do Estado da Bahia, apresentou resultado positivo. Imediatamente todos os seus contatos diretos foram testados e 05 deles apresentaram resultado positivo através do Teste Rápido (TR).

Com mais esses seis casos positivos, Ubaitaba hoje possui 12 casos positivos, sendo 05 curados e 01 paciente que veio infelizmente a óbito, 06 suspeitos e já soma 25 negativos. Todas as medidas necessárias já estão sendo tomadas pelo comitê de enfrentamento do coronavírus. Não pode-se isentar a responsabilidade social, por isso, faça sua parte, siga as recomendações preventivas das autoridades de saúde. Em caso de suspeita ou denúncias ligue:98141-9863. (Dubay Notícias)

ELEIÇÕES PODEM OCORRER EM 15 DE NOVEMBRO OU 6 DE DEZEMBRO, AFIRMA MAIA

Presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) adiantou nesta quinta-feira (21) que o Congresso Nacional estuda duas datas para as eleições municipais em caso de adiamento: 15 de novembro ou 6 de dezembro, ambas em um domingo. As informações são do iG. Maia comentou sobre a questão em entrevista após a reunião do presidente Jair Bolsonaro com governadores, que contou ainda com a presença do presidente da Câmara e de Davi Alcolumbre (DEM/RJ), presidente do Senado e do Congresso. Na terça-feira,as duas casas do Congresso formaram um grupo para discutir a possibilidade de adiar as eleições.

Novas datas serão definidas por mudança na lei. Pelo calendário oficial pré-pandemia, a votação neste ano seria em 4 e 25 de outubro, no caso de segundo turno. Segundo Maia, caso se confirme a prorrogação, o intervalo para o segundo turno deve ser menor, “para dar tempo de fazer a transição, da prestação de contas”.

Rodrigo Maia avalia como arriscada a prorrogação de mandatos dos atuais prefeitos e vereadores. “No futuro alguém pode se sentir muito forte, ter muito apoio do Parlamento e prrorgar seu próprio mandato”, argumentou. ” Sou radicalmente contra.” – Fonte dessa matéria: https://ubaitabaurgente.com.br

MANDETTA DIZ QUE VAI COLABORAR COM ILHÉUS, ITABUNA E OUTRAS CIDADES DO SUL DA BAHIA NO ENFRENTAMENTO DO COVID-19

Mandetta disse ainda que “é uma situaçaõ crítica, porque é um sistema de saúde muito pequenininho, uma distância razoável”. “Como fazer para atender?”, refletiu

O ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta, durante live do Democratas hoje (21), que contou com a presença do prefeito de Salvador, ACM Neto, revelou que ligaram para ele do sul da Bahia para ajudar após disparo no número de casos de Covid-19.

“Me ligaram, Neto, aí da Bahia, o pessoal ali da região de Itabuna, Ilhéus, com número de casos exponencial, aumentando. Estou fazendo um estudo, estou aqui estudando, hoje à noite vou me debruçar nos casos lá para ver se eu posso colaborar com alguma coisa”, disse.

Mandetta disse ainda que “é uma situaçaõ crítica, porque é um sistema de saúde muito pequenininho, uma distância razoável”. “Como fazer para atender?”, refletiu (O Taboleiro)

BOLETIM SESAB: BAHIA REGISTRA 11.941 CASOS CONFIRMADOS DE COVID-19 E 376 ÓBITOS

Governo da Bahia adota novas medidas preventivas objetivando conter pandemia de Covid-19

A Bahia registra 11.941 casos confirmados de Covid-19, o que representa 17,91% do total de casos notificados no estado e 376 óbitos. Cumpre ressaltar que, desde o dia 19 de maio, 1.309 casos confirmados aguardam validação dos municípios.

Considerando o número de 11.941 casos confirmados, 3.523 recuperados e 376 óbitos, 8.042 pessoas permanecem monitoradas pela vigilância epidemiológica e com sintomas da Covid-19, o que são chamados de casos ativos. Na Bahia, 1.852 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

ITABUNA REGISTRA 672 CASOS DE COVID-19; ILHÉUS TEM 402 INFECTADOS

Itabuna registrou 48 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas. Na quarta-feira (20), eram 624 infectados pelo novo coronavírus. Hoje, esse número chegou a 672 contaminados pela doença, conforme dados divulgados na noite desta quinta-feira pela Secretaria Municipal de Saúde.

Itabuna tem 1.115 pessoas com os sintomas do novo coronavírus monitoradas pela Vigilância Epidemiológica, 284 aguardando resultado de exame e outras 309 esperando coleta de material para ser enviado para o laboratório. O número de recuperados chega a 170. São 32 internados em hospitais em Itabuna, sendo 22 em leitos clínicos e 10 em UTIs.  São 25 mortos pela doença no município.

Em Ilhéus, são 402 casos confirmados do novo coronavírus, com 31 pacientes internados na UTI e 167 com sintomas da doença monitoradas pela Vigilância Epidemiológica.  O número de mortos não foi alterado nas últimas 24 horas. São 20 óbitos pela doença. Ilhéus tem 263 pessoas curadas. (Pimenta)

Coronavírus: Brasil chega a 20 mil mortes, supera 300 mil casos e registra 1.188 mortos em 24h

BRASÍLIA – O número de mortes decorrentes do novo coronavírus chegou a 20 mil nesta quinta-feira, com 1.188 novos óbitos registrados nas últimas 24 horas. O país também ultrapassou a marca de 300 mil infectados nesta noite, com a notificação de 18.508 novos casos, segundo o Ministério da Saúde. Com isso, o Brasil chega a 310.087 casos e 20.047 mortes até o momento.

O número de mortes registradas de ontem para hoje é mais um recorde da doença no país, superando o informado na terça-feira, quando 1.179 novas mortes foram incluidas no sistema, mas que podem ter ocorrido em dias anteriores.

Com a atualização de hoje, o Brasil chega perto da Rússia, segundo país em número de casos da doença, segundo a Universidade Johns Hopkins. A diferença é de 7.467 infectados no momento. Estados Unidos continua em 1º lugar, com 1.573.742 de casos.

São Paulo continua como estado com mais casos da doença: são 73.739 até o momento. Em seguida vem Rio de Janeiro (32.089), Ceará (31.413), Amazonas (25.367) e Pernambuco (23.911).

Em relação às mortes, São Paulo também lidera os números, com 5.558 óbitos. Depois vem Rio de Janeiro (3.412), Ceará (2.161), Pernambuco (1.925) e Pará (1.852), que ultrapassou Amazonas (1.620).

Decreto de Bolsonaro congela reajuste tarifário de energia até 2021

Brasília – Por causa da pandemia do coronavírus, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vai adiar os reajustes tarifários da energia até o início do próximo ano tanto para grandes consumidores quanto para clientes residenciais. Cálculos da agência previam um aumento médio de 11,51% neste ano caso o setor não recebesse ajuda do governo.

O socorro chegou na segunda-feira (18) por meio de um decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro que prevê ainda a possibilidade das empresas do setor buscarem empréstimos junto a bancos públicos e privados para compensarem perdas de receita e alta da inadimplência. Os custos desses empréstimos serão compartilhados entre as companhias e seus grandes consumidores, como as indústrias. Os clientes residenciais não vão pagar essa conta.

A Aneel decidiu, nesta terça (19), que fará uma regulamentação com as diretrizes dessas operações e proibiu que, futuramente, as empresas, particularmente as distribuidoras, peçam reequilíbrio contratual se sofrerem qualquer tipo de perda decorrente desses empréstimos. No reequilíbrio, os benefícios concedidos passam a ser compartilhados por todos os consumidores, independente da categoria.

Segundo o presidente da agência, André Pepitone, o objetivo é cumprir o decreto, que impede o subsídio cruzado. Entre 2014 e 2015, a ex-presidente Dilma Rousseff socorreu as elétricas e houve rateio generalizado desses custos por meio de aumento de tarifas. Desta vez, o decreto e a Aneel deixaram claro que o consumidor residencial não terá aumento na conta de luz decorrente da ajuda do governo ao setor.

O ponto central da ação emergencial do governo é garantir a solvência das distribuidoras, que concentram 80% da arrecadação do setor. No final, depois de repasses para os demais elos da cadeia, o segmento fica com 18% das receitas.

Nas duas últimas semanas, associações vinham pressionando por um reequilíbrio contratual junto à Aneel para cobrir as perdas sofridas com a crise. Isso poderia gerar aumento nas tarifas. As empresas reclamam de uma queda média de 30% no consumo e dados do Ministério de Minas e Energia mostram uma inadimplência de 11,84%, em abril, contra a média mensal do primeiro semestre de 2019 de 3,26%. Desde meados de março, as perdas geradas pela Covid foram de R$ 5,4 bilhões, sendo R$ 3,2 bilhões devido ao aumento da inadimplência.

maio 2020
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia