WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
faculdade de ilheus faculdade de ilheus faculdade de ilheus

:: mar/2020

Decreto interdita praias da Península de Maraú por tempo indeterminado por conta do coronavírus

A Prefeitura de Maraú interditou na última segunda-feira (23), por tempo indeterminado, as praias do litoral da península de Maraú. A decisão se dá como medida contra avanço do novo coronavírus, que causa a Covid-19. Maraú não tem casos suspeitos de Covid-19 até a última segunda-feira, 23, segundo a secretaria de saúde. De acordo com o Decreto 1231 – 2020 – Medidas complementares de Contenção do COVID-19-Maraú-BA, os usuários das praias do município serão conscientizados a não descumprirem com a determinação, mas em caso de não atendimento poderá ser requisitado, pelo servidor público ou qualquer agente público, a Polícia Militar para que seja efetivada a evacuação da área.

Bares, restaurantes e demais barracas de praia que descumprirem com as determinações será a interdição temporária, cassação do alvará de funcionamento ou aplicação de multa. Se forem ambulantes, MEI ou pequenos empresários deverão cumprir as determinações sob pena de terem seu direito de exercerem as atividades suspensas por prazo indeterminado.

Coronavírus: Após decreto da prefeitura, barracas estão fechadas e praia de Taipu de Fora fica vazia

Praias vazias na Península de Maraú.  O que parecia impossível, ou ao menos muito improvável, aconteceu no último fim de semana em Barra Grande, em meio a pandemia de Covid-19.

A população do município de Maraú parece estar obedecendo à recomendação do Ministério da Saúde e o decreto municipal e permanecendo em casa, de quarentena.

Imagens feitas na manhã desta segunda-feira, 23, mostram que não tinha praticamente ninguém na areia. O cenário foi o mesmo no domingo. Visando coibir as aglomerações, a prefeitura de Maraú baixou quatro decretos determinando o fechamento de diversos tipos de estabelecimentos considerados não essenciais.

Maraú: Por medo de contágio do coronavírus, moradores de Tremembé fecham acessos ao povoado

Nenhum turista deve conseguir visitar o povoado turístico de Tremembé, na Península de Maraú. Isso porque um grupo de moradores com apoio do vereador Adson se uniram e fizeram bloqueios nas duas entradas do povoado. A ação aconteceu na manhã desta segunda-feira, 23, é uma forma de evitar a contaminação por conta da pandemia do coronavírus.
Em todo município, está tendo barreiras para bloquear a chegada de novos turistas na cidade. A prefeitura de Maraú tem publicado vários decretos para protegar a população deste novo vírus.

Prefeitura de Maraú endurece e vai suspender alvará de comércio que não fechar

A prefeitura de Maraú segue adotando medidas para frear o turismo e evitar o contágio do novo coronavírus no município. A prefeita Gracinha assinou mais um decreto restringindo atividades turísiticas e dos setores do comércio, hotelaria e transporte turístico.

Em caso de descumprimento dos incisos I a VII, fica autorizada a interdição temporária do estabelecimento comercial, bem como a cassação do alvará de funcionamento ou quaisquer outras medidas administrativas permitidas pela legislação municipal, inclusive aplicação de multa estabelecida no Código Tributário Municipal ou lei extravagante.

A rede Hoteleira (hotéis, pousadas e casas de temporada) caso tenham recebido turista antes dos decretos municipais, deverá no prazo de 24 horas enviar para a Secretária de Turismo relatório completo com os nomes dos hóspedes e acompanhantes, origem e tempo de hospedagem, sendo que, os hóspedes deverão permanecer em isolamento pelo prazo de 15(quinze) dias ou então efetivar sua saída.

Essas medidas foram publicadas nesta segunda-feira no diário oficial do município e já estão em vigor. Decreto 1231 – 2020 – Medidas complementares de Contenção do COVID-19_Maraú-BA

Em áudio vazado, Rui diz que médico está com coronavírus e cobra lista de pacientes atendidos em seis cidades

Um áudio vazado na tarde deste domingo (22) mostra uma conversa entre o governador da Bahia, Rui Costa (PT), e a secretária de Saúde do município de Cardeal da Silva.No áudio, Rui afirma ter um caso confirmado de um médico com coronavírus, identificado como Eduardo Santana Ribeiro. A mulher de prenome Michele, confirma que o médico atendeu em uma clínica particular de Cardeal e que a clínica estaria colocando dificuldade para passar a lista de pacientes atendidos.

Na ocasião, Rui Costa exige que a lista seja enviada, e ameaça fechar a unidade em caso de não cumprimento da ordem. “Pois diga que se não fornecer a relação, eu vou mandar a vigilância sanitária fechar a clínica hoje. E vou requisitar administrativamente hoje”, afirmou Rui.

Além do município de Cardeal da Silva, o médico também atende em Entre Rios, Esplanada, Acajutiba, Alagoinhas e Catu. A informação é de que ele teria atendido nesses municípios após ter sido contaminado.

Conforme informações obtidas pelo Varela Notícias, o marido do médico também está com coronavírus. Eles moram na orla da capital baiana e teriam sido contaminados em uma viagem aos Estados Unidos, no início do mês de março. Ainda de acordo com a apuração do VN, os dois já teriam voltado dos EUA com recomendação de quarentena, mas somente o marido de Eduardo teria cumprido a determinação de isolamento domiciliar.

Com jornalismo, Globo dispara na audiência e abre ainda mais vantagem sobre concorrentes

A mudança de grade e ampliação da cobertura jornalística, devido à pandemia do coronavírus, está levando o ibope da TV Globo (ainda mais) às alturas. Dados exclusivos de audiência obtidos por esta coluna mostram que a emissora está crescendo em todas as faixas horárias e abrindo ainda mais vantagem sobre as concorrentes.

Das 7h à 0h —o chamado horário comercial, mensurado pela Kantar Ibope Media em São Paulo (principal mercado publicitário)—, nesta semana a Globo cresceu quatro pontos entre segunda e quarta-feira, na comparação com o mesmo período antes da pandemia. Comparativamente, nessa faixa horária a Record manteve o mesmo ibope, e o SBT perdeu um ponto. Em SP cada ponto mensurado vale por 74,5 mil domicílios sintonizados.

Em 2020, entre 7h e 0h, a média da Globo até antes da pandemia era de 16 pontos e o share era de 36% (ou 3,6 em cada 10 TVs ligadas na região). Com a cobertura do coronavírus os índices passaram para 20 pontos e 39%, respectivamente. Aos números, telejornal por telejornal O “Bom Dia SP” cresceu 2 pontos, com médias acima de 11 pontos. Isso não ocorria há 12 anos (última vez foi em 2008). Com 12 pontos e 35% de share, o “Bom Dia Brasil” também disparou: 4 pontos.

Trata-se de um crescimento de 50% (uma audiência que não ocorria havia três anos). Nessa mesma faixa a Record caiu e o SBT e seu “Primeiro Impacto” ficaram na mesma. Com César Tralli, o “SPTV1” é outro telejornal que viu sua audiência abrir ainda mais vantagem sobre a concorrência: 16 pontos e 36% de share. Cresceu 33% em pontos (+4), algo inédito nos últimos dois anos. Com 17 pontos de média e 34% de share, o “Jornal Hoje”, com Maju Coutinho, registrou esta semana um crescimento de 16%, enquanto a Record ficou na mesma. Já o SBT ganhou 1 ponto nessa faixa. Foi mais ou menos o mesmo crescimento do “SPTV 2ª Edição” (15%): o telejornal global do início da noite se alavancou para 30 pontos e 44% de share com a cobertura da pandemia de coronavírus.

A Record cresceu um ponto e o SBT perdeu outro. Por fim, o “Jornal Nacional” —odiado por Bolsonaro e boa parte de seus seguidores— teve sua maior audiência dos últimos nove anos: 37 pontos de média e 51% de share. Em outras palavras: 1 em cada 2 TVs em São Paulo estavam ligadas no principal telejornal da Globo nas últimas segunda, terça e quarta.

Lembrando que, mesmo sem pandemia, sempre foi líder isolada e sua audiência é maior que a soma de todas as outras concorrentes abertas. Os dados acima podem não provar, mas indicam que o telespectador brasileiro prestigia e confia na emissora como fonte de informações. Especialmente em momentos trágicos como o atual. (Uol)

Maraú: Coleta de lixo será feito todas as segundas, quartas, sextas e sábados em Barra Grande

A coleta de lixo é considerada um serviço essencial, portanto, mesmo com a quarentena em decorrência do Covid-19 em que muitos serviços foram interrompidos, este funciona normalmente. Em Barra Grande, o serviço teve de se adaptar às mudanças. Basicamente, o que muda são os dias de coleta, mantendo os roteiro, afirma o secretário de infraestrutura. O ‘lixo” passa a ser recolhido nas segundas-feiras, quartas-feira, sextas-feiras e no sábado.

 

março 2020
D S T Q Q S S
« fev   abr »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia