“O Trade turístico está muito chateado. Nós não estamos sendo ouvidos”, declarou.

Do O Taboleiro

Após anunciar o encerramento das atividades do Mar Aberto e externar que o poder público municipal não se importa com o turismo, o empresário Átilla Eiras, presidente da Associação de Turismo de Ilhéus, alertou que Ilhéus pode ficar fora do mapa do turismo da Bahia e deixar de receber recursos. Em entrevista ao comunicador Vila Nova, ele mostrou-se indignado com a gestão de turismo. “Fomos alertados durante reunião da Câmara da Costa do Cacau que o município que não participa de uma instância de governança vai ficar fora do mapa do Turismo”, informou.

“ Não há uma preocupação com o turismo. A Câmara Costa do Cacau é formada por 11 municípios e é comum vermos representantes de todos os municípios, Ilhéus nunca enviou nenhum representante. O Município nem assinou o convênio conosco”, disse.  Ele também comparou às gestões de municípios menores como Uruçuca e Itacaré, que vem fomentando a cada dia o turismo e atraindo visitantes com organização de eventos e atrativos.  O empresário voltou a comentar sobre o evento Costa Costa, que aconteceu nos dias 15 e 16 de fevereiro mas que pegou empresários da cidade de surpresa. “Feito de última hora, com muito recurso e nenhum hoteleiro tirou lucro”, disse. Durante a conversa, o empresário pediu que Vila perguntasse ao prefeito de Ilhéus quais as ações foram feitas para incentivar a promoção de atrativos durante sua gestão.

“O Trade turístico está muito chateado. Nós não estamos sendo ouvidos”, declarou.

Após a entrevista, a presidente do Instituto Nossa Ilhéus, Maria Socorro Mendonça participou por mensagem de whats app do programa O Tabuleiro e afirmou que o secretário de Turismo do município não participa nem do Conselho da cidade.