WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 12/jan/2020 . 21:25

Segundo portal, Globo quer levar Zé Eduardo (Bocão) para ser apresentador do Bahia Meio Dia

As constantes derrotas para a Record fizeram a Globo da Bahia tomar medidas drásticas na estrutura de seu Jornalismo para reverter o quadro em curto prazo. Demissões, promoções e até mesmo contratações de apresentadores da concorrência estão sendo orquestradas pela gerente geral Ana Raquel Copetti, que virou a nova chefona do setor.

Desde segunda-feira (6), é ela quem tem dados as cartas por lá. Eurico Meira da Costa, diretor de Jornalismo da TV Bahia desde 2017, segue no cargo, mas não assina mais os telejornais locais. A Globo confirmou a informação ao Notícias da TV do site UOL.

A primeira decisão de Ana Raquel, egressa da Record, foi popularizar o Bahia Meio-Dia, apresentado por Jéssica Senra. Cantores de axé, como Leo Santana e Alinne Rosa, estiveram no noticiário e encerraram as edições entoando algumas de suas músicas, acompanhados de suas respectivas bandas.

Sua segunda decisão foi demitir a apresentadora Silvana Freire, que apresentava o Bom Dia Sábado e estava na emissora havia nove anos. Seu desligamento foi anunciado nesta última sexta-feira (10).

Seu plano agora, segundo o site UOL, é transferir Jéssica Senra do Bahia Meio-Dia para o BATV, exibido entre as novelas Éramos Seis e Bom Sucesso, líder de audiência.

Ana Raquel entende que a jornalista se tornou o nome de maior projeção da afiliada da Globo após sua passagem pela bancada do Jornal Nacional e pelas constantes viralizações das opiniões que emite no telejornal, como ocorre nesta semana quando comentou a possível contratação do goleiro Bruno Fernandes por um time de futebol da Bahia. Ao vivo, ela chamou o jogador de “feminicida”.

Fernando Sodake, atual titular do BATV, será promovido a repórter de rede e produzirá conteúdos locais que podem entrar nos noticiários nacionais, como Jornal Hoje, Jornal da Globo, Jornal Nacional e também na GloboNews.

Com a transferência de Jéssica para o BATV, o posto da hora do almoço ficará vago. Em vez de promover algum profissional da casa, a nova chefona quer tirar alguém da Record. E já vem conversando com possíveis nomes.

Mudanças

O objetivo maior da Globo na Bahia é contratar o apresentador José Eduardo Alves, o Bocão, que apresenta o Balanço Geral e lidera a audiência com larga vantagem diariamente. Mas seu atual salário na Record e os ganhos com merchandising –em torno de R$ 100 mil mensais. Bocão é amigo de diversos políticos e grande empresários, está sempre sendo sondado para sair candidato, mas até momento, nunca aceitou.

Com o salário de cem mil reais mensais, o valor superaria o que a TV Bahia pode oferecer no momento para o novo reforço, mas segundo informações divulgadas neste sábado (11) nos bastidores, a emissora estuda cobrir o salário de Zé Eduardo (Bocão) e apresentar um projeto irrecusável o levando de vez para a afiliada da rede Globo. Fontes da Rede Bahia afirmam que a alta direção fará de tudo para levar o apresentador mais popular da Bahia.

Conforme informações, com a saída de Zé Eduardo, o espaço de âncora no Balanço Geral Bahia seria ocupado por Jorge Araújo, atual repórter do programa de Bocão.

Após lei de abuso de autoridade entrar em vigor, polícias param de divulgar nomes e fotos de presos na Bahia

As Polícias Civil e Militar da Bahia estão orientadas a não mais divulgar os nomes e as fotos de presos no estado, para não serem enquadradas na lei de abuso de autoridade. A informação foi divulgada ao G1 nesta sexta-feira (10) pela Secretaria da Segurança Pública baiana (SSP-BA).

Em vigor desde 3 de janeiro deste ano, a lei de abuso de autoridade cobre todo o país e definiu punições para condutas consideradas excessivas durante investigações e processos judiciais.

Sobre a divulgação de nomes e fotos de presos, a lei afirma que:

  • É proibido antecipar por meio de comunicação, inclusive rede social, atribuição de culpa, antes de concluídas as apurações
  • É proibido constranger o preso exibindo o corpo dele à curiosidade pública

Em casos de descumprimento da norma, o texto prevê que o policial seja responsabilizado e condenado a pena de até quatro anos de prisão.

Além da Bahia, ao menos outros 4 estado, além do Distrito Federal, confirmaram que estão cumprindo a lei. São elas:

Lei de abuso de autoridade

A lei foi aprovada pelo Congresso Nacional em agosto de 2018 e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em setembro. O texto define cerca de 30 situações que configuram o abuso, além das punições correspondentes.

Oficialmente, a norma entrou em vigor na semana passada mas, desde 2019, juízes a utilizam para fundamentar decisões.

Atos que passam a ser considerados crimes:

  • Divulgação de imagem ou exibição de preso: constranger preso a expor corpo ou submetê-lo à situação vexatória ou constrangimento público e divulgar imagens de suspeitos atribuindo a eles culpa por um crime.
  • Identificação: o policial não usar, por exemplo, a tarjeta de identificação na farda, ou mentir o nome.
  • Condução de detidos: manter, na mesma cela, confinamento ou no carro no deslocamento, presos de sexos diferentes e também crianças e adolescentes até 12 anos.
  • Domicílio: entrar em uma casa ou local sem autorização, sem informar o dono, ou sem autorização judicial.
  • Mandado de prisão: cumprir mandado de prisão à noite ou entrar em local privado à noite, entre 21h e 5h.
  • Interrogatório: continuar questionamentos após preso dizer que quer ficar calado, levar sob condução coercitiva para depoimento sem antes intimar para comparecimento, pressionar ou ameaçar a depor ou obrigar a fazer prova contra si mesmo.
  • Prisão: determinar ou manter prisão ilegal ou deixar de relaxar prisão quando devida.
  • Bloqueio de bens: o juiz decretar a indisponibilidade de valores em quantia que extrapole exacerbadamente a dívida.
  • Investigação: dar início a inquérito sem indício de crime, divulgar trechos da investigação ou gravações com a imagem do preso falando ou prestando depoimento.

 

 
 

‘Praia Segura’ PM intensifica ronda nas praias da Península de Maraú

A polícia militar tem intensificado o monitoramento e as rondas preventivas nos pontos turísticos da península de Maraú durante todo período do Verão, que compreende os meses de dezembro a março. Segundo o comandante da polícia militar em Maraú, Tenente Barreto, na ‘Operação Verão’, os militares atuam nas praias e demais pontos turísticos da região.

Principal ponto turístico da Península, a praia de Taipu de Fora, a polícia militar se mantém presente, reforçando a sensação de segurança para moradores e turistas. 

Presença da Polícia Militar durante a noite na praia de Taipu de Fora.

‘Estamos atuando em pontos estratégicos e com vários tipos de policiamento. Os visitantes que desejarem usufruir das atrações da nossa cidade podem ficar tranquilos e aproveitar sem risco de ser vítima de algum delito”, pontuou o oficial.

Prefeita Gracinha vai homenagear Maraú com letreiro turístico

Letreiro de Maraú, no entrocamento da BR-030 com a entrada da sede.

Acompanhando uma tendência mundial, Maraú receberá nessa semana, o seu letreiro turístico, localizado no entrocamento da BR-030 com a entrada principal para sede de Maraú. Com esta iniciativa, Maraú ganha mais um ponto de visitação e marketing espontâneo. O letreiro vai atrai turistas para fazer fotos e promover Maraú como destino.

Para a prefeita Gracinha, “Esta é uma homenagem para todos os munícipes da nossa Maraú. A ideia é criar um atrativo turístico a mais na cidade e, ao mesmo tempo, valorizar as nossas riquezas culturais e naturais, despertar em cada pessoa o amor ao nosso município como sugere a imagem de um coração ao lado do letreiro”, diz.

janeiro 2020
D S T Q Q S S
« dez   fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia