WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 29/nov/2019 . 12:09

Conheça a BlackGold Multimarcas, loja virtual criada por jovens empreendedores de Barra Grande que faz sucesso na internet

Jonata Bomfim e Jeferson Silva, jovens empreendedores proprietários da BlackGold Multimarcas.

MARAÚ – dois jovens moradores de Barra Grande, abriram uma loja de multimarcas virtual. A ideia é trazer uma opção diferente para os moradores de toda região. A Blackgold Multimarcas é um projeto com sociedade entre Jonata Bomfim e Jefferson Silva que contam que sempre tiveram esse projeto em mente, mas que só agora conseguiram colocar em prática.

A loja virtual vende diversos tipos de modelos de camisas e bermudas que vem diretamente de Santa Catarina e Fortaleza, no Ceará. O estoque de roupas da loja virtual fica na localidade dos Três Coqueiros, em Barra Grande. 

Redes sociais

Os jovens empreendedores têm apostado nas redes sociais para expor os produtos e interagir com os consumidores. Os dois que são estudantes de educação física, criaram um perfil no Instagram para comercializar e divulgar as peças de roupa. Por meio de indicações e visualizações das postagens, Jonata atende os clientes.
 
A maioria das encomendas são feitas pelos moradores de Barra Grande, Ubaitaba, Itabuna, Ilhéus e Camamu. Pra quem mora em Barra Grande, o cliente escolhe a peça no instagram, vai na casa de Jonata com horário e local marcado, prova a peça e realiza a compra que pode ser parcelada em até 6x no cartão de crédito. 
 
BLACKGOLD MULTIMARCAS
Barra Grande
instagram.com/blackgold.ba/
Vendas via WhatsApp: 📲
73 9 99505436
73 9 82343288
 
 

Ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia é presa em ação contra venda de sentenças

Desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago — Foto: Reprodução/TJ-BA

G1 Ba

A desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, do Tribunal de Justiça da Bahia, foi presa nesta sexta-feira (29), durante a Operação Joia da Coroaum desdobramento da Operação Faroeste, deflagrada em 19 de novembro, que apura um esquema de vendas de sentenças relacionadas à grilagem de terras no oeste da Bahia, informou a Procuradoria Geral da República (PGR).

Segundo o órgão, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Og Fernandes decretou a prisão, que foi cumprida pela Polícia Federal. A prisão ocorreu em Salvador. Ainda de acordo com a PGR, a desembargadora, que está afastada do cargo há dez dias – também por decisão judicial – estaria, conforme indícios reunidos pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal, destruindo provas e descumprindo a ordem de não manter contato com funcionários.

A nota divulgada pela PGR ainda destaca que as apurações já realizadas também reuniram indícios de relações indevidas entre a magistrada e outros investigados no esquema. Um deles é Adaílton Maturino, preso na primeira etapa da operação. Conforme consta da decisão, o investigado, que se apresentava como cônsul de Guiné Bissal, tem uma extensa ficha de crimes e só teve a atividade delitiva suspensa com a prisão.

Além das novas buscas e da prisão da desembargadora, nesta etapa da operação, quatro investigados tiveram as prisões temporárias convertidas em preventivas, por tempo indeterminado.

Maria do Socorro foi presidente do TJ da Bahia entre 2016 e 2018. Ela estava afastada do cargo desde o dia 19 de novembro, junto com outros cinco magistrados, incluindo o presidente da casa.

Em nota, o TJ-BA informou que adota todas as medidas cabíveis para colaborar com a investigação, “sempre respeitando o ‘Princípio do Contraditório’ que preserva a proteção ao direito de defesa”.

Maria do Socorro é a segunda magistrada a ser presa neste caso. No sábado (23), A Polícia Federal prendeu o juiz Sérgio Humberto de Quadros Sampaio, da 5ª vara de Substituições da Comarca de Salvador.

Suspeito de cometer diversos assaltos em Camamu é preso por policiais militares da PETO em Ubaitaba

A Polícia Militar de Ubaitaba prendeu no início da manhã da última quinta-feira (28), nas imediações da BR-101, JOABSON DE SOUZA SANTOS, vulgo CARA DE URSO, que também é suspeito pelo cometimento de diversos assaltos a veículos e cargas na região, bem como tráfico de drogas, sendo procurado há meses pela polícia. 

A prisão aconteceu durante a Operação Intensificação, militares da PETO 61 de Ubaitaba receberam denúncia anônima de que nas imediações da BR-101 dois indivíduos estavam praticando assalto. Durante a abordagem, foi constatado que Joabson tinha um mandado de prisão em aberto. 

De acordo com o delegado Gilmar Prates, titular da DT/Camamu, JOABISON é apontado como sendo um dos autores do roubo a um caminhão de uma empresa de bebidas, ocorrido na data de 03/09/2019, onde três indivíduos abordaram o motorista do caminhão e demais funcionários e em seguida arrobaram um cofre da empresa, sendo roubados aproximadamente R$ 20.000,00 (vinte mil reais) da empresa citada, além de aparelhos celulares dos funcionários.

Ele também é investigado por ameaçar fazendeiros da região de Gaspar e Craveiro, em Camamu, para receber parte da colheita de cacau das propriedades. O acusado foi levado à Delegacia de Ubaitaba onde permanece à disposição da justiça.

 

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out   dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia