2019 outubro 27
WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pousada cravo canela apaixona camamu

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set   nov »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

:: 27/out/2019 . 2:34

Presidente da Câmara de Maraú, Manassés, participa do XX Congresso Sul Baiano do poder legislativo

Deputado Estadual Eduardo Salles ao lado do Presidente da Câmara de Maraú, Manassés.

O presidente da Câmara de Vereadores de Maraú, Manassés, participou do XX Congresso Sul Bahiano dos Poderes Legislativo e Executivo, evento promovido pela Associação das Câmaras do Sul da Bahia (Acsulba) e União dos Vereadores do Brasil (UVB) em parceria com a Câmara Municipal de Ilhéus.

Mais de 200 pessoas prestigiaram a abertura do evento, que aconteceu nos dias 24 e 25 de outubro e contou com a presença de representantes dos poderes Legislativos e Executivos dos municípios de Itabuna, Maraú, Canavieiras, Gandú, Ibirataia, Serrinha, Ipiaú, Eunápolis, Camacã, Salvador, entre outras.  

Quem também esteve presente juntamente com Manassés foi o Deputado Estadual Eduardo Salles, que destacou a importância do evento. 

 

Prefeita de Maraú, Gracinha cobra mais apoio do Estado para ações de limpeza das praias

A prefeita de Maraú, Gracinha Viana, e o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, participaram na última sexta-feira, 25, de uma reunião com o Governo da Bahia para alinhamento das ações a serem adotadas para limpeza das praias. Representando os prefeitos da região, a gestora fez parte da mesa e em seu pronunciamento cobrou mais apoio do Estado. Gracinha ressaltou o momento difícil em que as prefeituras baianas atravessam o que vem dificultando o trabalho de limpeza nas praias.

A reunião, coordenada pelo secretário do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira, contou com a participação do Coronel Francisco Telles, Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia; de Paulo Sérgio Luz, superintendente da Defesa Civil do Estado; Cibele Pinto, coordenadora regional do Inema; Eduardo Teixeira, da Bahia Pesca; e representantes das cidades de Ilhéus, Maraú, Uruçuca, Una, Ituberá, Canavieiras, Itacaré e Cairu.

Durante o encontro, foram apresentadas as ações do Governo do Estado para mitigação dos impactos ambientais, sociais e econômicos causados pelo óleo. A prefeita recebeu um manual básico para manuseio seguro e estocagem temporária dos resíduos retirados das praias.
 
 
Ficou acertado ainda que a Defesa Civil irá enviar neste final de semana Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Militares do Corpo de Bombeiros que já estão atuando junto aos municípios da região na limpeza das praias e na capacitação de voluntários, poderão também fazer o mesmo trabalho nas praias de Maraú. 
 
Participaram ainda da reunião o assessor especial do governador, Bebeto Galvão; o comandante da Marinha, Giovani Andrade; o pró-reitor da Uesc, Alessandro Fernandes; os deputados federais Afonso Florence e Alice Portugal; o deputado estadual Rosemberg Pinto e o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre. 
 
ASCOM – Prefeitura de Maraú
 

Ituberá: Fragmentos de óleo que chegaram na Praia de Pratigi já foram recolhidos

Do Portal Pratigi

A tarde desta sexta-feira (25) foi de limpeza e retirada de fragmentos de óleo cru que chegaram na Praia de Pratigi. Uma força tarefa envolvendo as secretarias de Meio Ambiente e Infraestrutura e pessoas voluntárias que estão trabalhando na estrutura do Universo Paralello conseguiu retirar o material que veio trazido pelas ondas.

Conforme se vê nas imagens feitas no local, a Praia de Pratigi foi atingida por pedaços minúsculos do óleo que ficaram grudados em folhas e na vegetação que normalmente surgem no Pratigi. Toda a folhagem com resíduo de óleo e os fragmentos espalhados na preamar foram recolhidos, num perímetro de 5 km.

 

BARRA DE SERINHAÉM

De acordo com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, o monitoramento vai continuar durante a noite e neste sábado (26), pela manhã, as equipes estarão de prontidão novamente para continuar o trabalho, caso apareçam novos fragmentos. “O mesmo monitoramento está sendo feito na Barra de Serinhaém, onde a prefeitura já encaminhou equipamentos de proteção individual, EPI’s para serem utilizados caso seja necessário”, disse a secretária Daniella Magalhães.

Óleo chega em Ituberá, Uruçuca, Canavieiras e Igrapiúna, diz Defesa Civil

As manchas de óleo que atingem o litoral do Nordeste chegaram as cidades de Ituberá, Uruçuca, Canavieiras e Igrapiúna, segundo informações da Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec). Com esses registros, sobe para 18 o número de municípios atingidos pela substância. O estado está em situação de emergência. 

De acordo com o órgão, os agentes da Defesa Civil registraram pequenas pelotas de óleo nos quatro municípios na quinta-feira (24). Não há detalhes sobre quais praias foram afetadas. 

A Sudec informou que encaminhou 9.500 Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os municípios atingidos. Os kits auxiliam nas limpezas das praias e asseguram a segurança de servidores e voluntários. 

Além de Ituberá, Uruçuca, Canavieiras e Igrapiúna, as outras cidades atingidas no estado são Ilhéus, Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari, Conde, Esplanada, Vera Cruz, Itaparica, Itacaré, Jandaíra, Entre Rios, Cairu, Maraú e Mata de São João. São quase 60 localidades contaminadas. 

Segundo balanço das prefeituras, mais de 300 toneladas já foram removidas dos locais afetados desde que o óleo chegou na Bahia, em 3 de outubro deste ano. O estado foi o último do Nordeste a ser atingido pelas manchas, que começaram a aparecer em setembro. 

Destes municípios, Salvador (104,8 toneladas), Entre Rios (50 toneladas), Mata de São João (40 toneladas), Conde (25 toneladas) e Camaçari (20 toneladas) são os que mais tiveram óleo coletado até esta sexta-feira. 

Em Cairu, novas manchas de óleo atingiram a Quarta e Quinta Praias e a localidade de Garapuá nesta sexta-feira. As manchas estão sendo retiradas desde as primeiras horas da manhã. Vídeo enviados por voluntários mostram a substância. No início desta tarde, o óleo já havia sido limpo. 

Na quinta-feira (24), pesquisadores da Universidade Federal da Bahia (UFBA) divulgaram que encontraram presença do óleo nos aparelhos digestivos e respiratórios de peixes e mariscos recolhidos em locais atingidos pela substância na região metropolitana de Salvador. 

A UFBA recomendou que seja declarado estado de emergência em saúde pública na região por causa da contaminação de petróleo. Em um comunicado, a instituição defendeu portaria acionada em casos de “calamidade pública” e reforçou os riscos do contato com o benzeno, composto volátil e tóxico, liberado pelo óleo no meio ambiente. 

A contaminação já gera prejuízos. A Bahia Pesca estima que cerca de 43 mil pescadores foram afetados, direta ou indiretamente, pelo derramamento de óleo entre as cidades de Conde e Cairu. 





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia