2019 outubro 22
WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
pousada cravo canela apaixona camamu

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set   nov »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

:: 22/out/2019 . 17:48

Prefeitura remove 1,5 tonelada de óleo em Morro de São Paulo e libera acesso a praias

DO G1 BA

A Segunda e a Terceira Praia, localizadas em Morro de São Paulo, assim como as praias de Garapuá e Boipeba, todas no município de Cairu, no baixo sul da Bahia, foram liberadas para acesso, informou, por meio de nota, a prefeitura do município, na tarde desta terça-feira (22).

A prefeitura informou que equipes das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Sustentável e Especial do Morro realizou a limpeza completa das áreas e a retirada de 1,5 tonelada do material até o final da manhã.

O executivo municipal disse, no entanto, que ainda está aguardando avaliação dos órgãos responsáveis para recomendar banhos de mar nos locais. O Passeio Volta À Ilha também está funcionando normalmente, segundo a prefeitura.

O acesso aos locais havia sido interditado para realização de limpeza após a identificação da chegada das primeiras manchas de óleo na região, na madrugada desta terça. Em nota, a prefeitura de Cairu informou que a medida era “devido aos riscos causados pelas manchas de óleo aos banhistas, que podem causar reações nos pulmões e pele, e ao trabalho das equipes de limpeza”.

A Prefeitura de Cairu disse que conta com o apoio de voluntários equipados, assim como da empresa responsável pela limpeza pública da região e disse que manterá o monitoramento de todas as praias do município, incluindo Garapuá e Boipeba, para manter a costa livre de óleo.

O município disse ainda que recebeu representantes da Bahia Pesca e do Projeto Manatee e aguarda a chegada de equipes da Marinha do Brasil, da Petrobras, do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e do Inema (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos).

A prefeitura recomenda que caso as pessoas encontrem novas manchas de óleo na área, devem entrar em contato com a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável através do telefone (75) 3652-1064.

Caso

De acordo com a prefeitura, quatro praias foram atingidas pelas manchas em Cairu, sendo que as duas mais afetadas ficam em Morro de São Paulo, que é um dos principais pontos turísticos do estado. Os dois locais foram interditados por tempo indeterminado.

Com isso, subiu para 12 o número de cidades atingidas pelo óleo na Bahia. Além de Cairu, há registro da substância em Salvador, Lauro de Freitas, Camaçari, Conde, Entre Rios, Itacaré, Esplanada, Jandaíra, Vera Cruz, Itaparica e Mata de São João.

Praias da Península de Maraú estão limpas e Prefeitura segue monitorando todo litoral

Este slideshow necessita de JavaScript.

As belas praias da Península de Maraú segue limpas e sem nenhum registro de manchas ou fragmentos de óleo. Destinos famosos como Barra Grande, a praia de Taipu de Fora e as prias do Povoado de Algodões também estão limpas. A Prefeitura de Maraú, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, continua realizando o monitoramento diário de todo litoral. 

De acordo com a Secretaria, todo litoral entre Piracanga e Barra Grande está sendo vistoriado com fiscais da prefeitura.  A medida visa prevenir e identificar rapidamente, a chegada de possíveis manchas de óleo que vem se espalhando no litoral do estado. A prefeita Gracinha Viana já autorizou a compra de equipamentos de proteção indivual – EPI, que devem chegar nesta terça-feira, 22. 

De acordo com o Secretário de Agricultura e Meio Ambiente de Maraú, os trabalhos de monitoramento permanecerão até que não tenha mais risco de contaminação nas praias. Também a qualquer hora do dia, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente poderá ser acionada, no telefone (73) 3258-2264.

Presidente da Câmara, Manassés se reúne com agricultores da região do Pau Seco, zona rural de Maraú

No último domingo (20), aconteceu uma reunião com a Associação dos Pequenos Agricultores, na região do Pau Seco, na zona rural de Maraú. O encontro teve a presença do vereador e Presidente da Câmara Municipal, Manassés, juntamente com o Secretário de Agricultura, Meio Ambiente, Aquicultura e Pesca, Valdemir Lisboa. 

Manassés ouviu as reivindicações, perspectivas e propostas dos produtores rurais através do presidente da associação e demais associados. “Todos nós sabemos do enorme potencial de geração de renda e qualidade de vida que nossas comunidades rurais possuem. É preciso seguir o trabalho que a prefeita Gracinha vem dando ao homem do campo, para que assim, eles sigam no caminho do crescimento como vem acontecendo.”, explicou Manassés. 

O presidente do lesgislativo municipal, se colocou à disposição da população, garantindo total apoio aos membros daquela associação e os demais moradores da região. Também participaram da reunião o vereadore, Adelino Batista, o popular Dudu, e a Secretária de Desenvolvimento Social, Anaildes Porto. 

Governo da Bahia avalia instalação de barreiras para conter manchas de óleo

O Taboleiro

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), pediu avaliação técnica de órgãos federais para saber se é válida a compra de barreiras e bóias para conter o óleo e preservar os lugares mais sensíveis no estado.

O gestor se reuniu ontem (21) com o vice-almirante André Luiz Santana, comandante do 2º Distrito Naval, e com o ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, na sede da Marinha, no bairro do Comércio, em Salvador. 

“O objetivo é saber se há alguma solução técnica de limpeza, além da limpeza manual que já está acontecendo. A preocupação do Estado é a contaminação desenfreada dos manguezais, que são de extrema importância para a vida marinha e dos rios”, declarou Rui, de acordo com nota enviada à imprensa.  

Ainda de acordo com o governador, foi solicitada à Marinha indicação de especialistas que possam visitar os estuários atingidos.

Dos nove pontos de manguezal do Litoral Norte, sete deles foram atingidos pelo derramamento, sendo eles Jacuípe, Inhambupe, Imbassaí, Itaririri, Itapicuru, Subauma e Pojuca.

De acordo com o Correio, durante o encontro, foi anunciado pelo ministro Gustavo Canuto que o decreto de situação de emergência da Bahia foi reconhecido. Com isso, o Estado pode apresentar para a União um pedido de envio de recursos federais. Além disso, segundo o ministro, o governo vai enviar mil equipamentos para a Bahia.

Também estiveram presentes na reunião representantes do Ibama-BA e do Grupo de Acompanhamento do Plano Nacional de Contingência do Derramamento de Óleo no Litoral Nordestino, o secretário do Meio Ambiente do Estado (Sema), João Carlos Oliveira da Silva e o chefe da Casa Civil da Bahia, Bruno Dauster.

 





WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia