Nesta semana o blog Políticos do Sul da Bahia, manteve contato com a ex-prefeita de Camamu, Ioná Queiroz (PT), e a mesma falou sobre o rompimento com o prefeito Irmão Enoc (Patriota). O rompimento foi em menos de um mês após a eleição suplementar: Veja abaixo:

JOÃO MATHEUS: O QUE TE FEZ DECLARAR APOIO AO IRMÃO ENOC NA ELEIÇÃO SUPLEMENTAR?

IONÁ: Enoc era presidente da câmara estava como interino, a maioria dos nossos projetos estava em andamento. Fizemos reunião interna com nosso grupo político de Camamu e foi decidido apoiá-lo.

O outro candidato Luizinho era do DEM, contrário ao meu partido, foi ele que colocou processo contra mim e naquele momento era oposição ferrenha.

JOÃO MATHEUS: E COMO ESTA SUA RELAÇÃO COM O PREFEITO??

IONÁ: Fizemos um acordo com a câmara, para apoiar nosso candidato a presidente, e o Enoc colocou outro. Várias pessoas que fizeram campanha e estavam trabalhando foram colocadas para fora. Os programas sociais foram retirados, como aulas de artes marciais, violão, capoeira, em diversas comunidades. Enfim no momento tudo que foi pactuado entre os grupos não foram cumpridos. Assim sendo não existe relação.