A Prefeitura de Igrapiúna divulgou, nesta sexta-feira (12), uma nota pública esclarecendo uma publicação que foi novamente veiculada em um site de Valença onde consta que o Prefeito Leandro Ramos deve ressarcir os cofres públicos, referente a um processo do ano de 2015. A publicação “requentada”, de 2015, refere-se ao pagamento de diárias.

O Prefeito Leandro Ramos afirmou que já recorreu da decisão do Tribunal de Contas dos Municípios – TCM e alega que as diárias relacionadas à época foram pagas dentro da lei. Vale salientar que o TCM ainda está analisando a defesa para só depois emitir um parecer final sobre o assunto. Confira a nota da Prefeitura de Igrapiúna esclarecendo os fatos:

A Prefeitura de Igrapiúna, vem a público esclarecer as últimas “Notícias” divulgadas por alguns blogs da região relacionadas a processo de outubro de 2015 sobre pagamentos de diárias para servidores do município. As diárias são pagamentos feitos para custear despesas com eventuais viagens dentro ou fora do estado por motivo de serviços técnicos e profissionais. A Prefeitura utiliza-se de Legislação Própria para tratar do pagamento de diária, conforme lei municipal nº 270 /2009. Todas as diárias são pagas conforme procedimento regular, sendo rigorosamente controlada por órgãos próprios. Ressaltamos que recorremos da decisão do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e reafirmamos que todas as diárias foram pagas de forma devida aos servidores e já foram apresentados todos os documentos necessários para comprovação da efetiva utilização dos pagamentos para os seus devidos fins, sem qualquer tipo de beneficiamento a nenhum agente político, Comissionado, servidor efetivo ou contratado.Confiamos na seriedade do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) que no momento analisa nossa defesa para só depois emitir parecer final.

ASCOM – Prefeitura de Igrapiúna